Receitas tradicionais

Salmoura de anchova

Salmoura de anchova

Adoro estes peixes, gosto muito deles, por isso sempre que encontro anchovas frescas compro-os. Ou eles fritam em palitos ou colocam salmoura neles. Desta vez, tive um desejo ardente de salmoura.

  • 600 g hamsi
  • sal grosso
  • 1 tomate grande e maduro
  • 1 pimenta vermelha quase seca
  • 3-4 dentes de alho

Porções: 2

Tempo de preparação: menos de 60 minutos

PREPARAÇÃO DA RECEITA Salmoura de anchova:

Primeiro limpamos as anchovas do intestino, lavamos e deixamos escorrer. Em seguida, colocamos papel manteiga na assadeira no fogão, polvilhamos sal grosso e colocamos as anchovas como soldados, na formação, colocamos a assadeira no forno e deixamos por 20-25 minutos, até que amadureçam, depois retire as anchovas e coloque-os em uma tigela. Derramamos água suficiente sobre eles para cobri-los. À parte, descasque o tomate e corte em cubos, corte 1/2 ou toda a pimenta, desde que a gente queira apimentar, limpe o alho e pique, coloque tudo em uma panela, acrescente um pouco de suco de peixe e coloque ferver por 2-3 minutos e, em seguida, despeje a mistura sobre o peixe. Essa é toda a filosofia ... Tenha um desejo, tenho certeza!


Receita de alho em salmoura. Ele retém suas propriedades benéficas e aroma

A salmoura em que é colocado o alho confere-lhe frescura até à primavera. Ao mesmo tempo, o vegetal não perderá suas propriedades benéficas e seu aroma brilhante, mas adquirirá um sabor ainda melhor. Vou compartilhar a receita do alho salgado com você, você pode comê-lo ou usá-lo imediatamente para cozinhar vários pratos.

Os benefícios do alho na salmoura

Os potes com esta mistura devem ser guardados em local fresco, de forma que sejam fáceis de guardar até a próxima colheita e possam ser usados ​​gradativamente para cozinhar. Este método preserva seu aroma, composição e qualidades medicinais.

Usar alho salgado no inverno é muito mais fácil de combater infecções virais e manter a imunidade do corpo.

O alho não ferve, o que significa que as vitaminas vivas permanecem intactas e os benefícios do alho salgado não são menores do que o fresco. É muito simples fazer o alho em salmoura e o processo leva muito pouco tempo.

Para fazer a salmoura, tudo que você precisa é uma colheita fresca de alho, água e sal. Assim que o alho for colhido, quanto mais fresco estiver, melhor, descasque-o e lave-o com água fria. Em seguida, seque com uma toalha. Coloque o alho preparado em potes limpos. Não encha até o topo e, opcionalmente, adicione folhas de louro ou até mesmo endro e raiz-forte para dar sabor.

Estamos preparando salmoura. Em uma panela pequena no fogão, ferva a água e dissolva o sal: 40 gr. de sal para meio litro de água. Depois que a salmoura esfriar completamente, encha os potes nos quais o alho foi colocado, de forma que o conteúdo fique totalmente coberto com água salgada.

Cubra com gaze limpa e deixe a composição repousar por 4-5 dias. No final deste período, eliminamos o tufão. Os potes podem ser tapados com tampas e colocados para armazenamento prolongado na geladeira ou em porão frio, com temperatura não superior a 10 graus Celsius.

O alho salgado assim preparado pode ser guardado por muito tempo, mantendo a sua composição vitamínica e qualidades úteis, podendo sempre ser aberto e servido rapidamente ou utilizado para qualquer receita.

* O conteúdo deste artigo é apenas informativo e não tem como objetivo substituir o conselho médico. Para um diagnóstico correto, recomendamos que consulte um especialista.


Receitas da culinária turca

Frite a cebola, a cenoura, a abobrinha cortada em cubos no óleo até dourar, acrescente a carne, um pouco de pimenta ou caldo de tomate, e no final coloque os tomates, sal, pimenta, leve ao fogo baixo e deixe ferver sob a tampa, por fim coloque um ou dois dentes de alho fatiados e quando estiver pronto - salsa.

MÜCVER

INGREDIENTES: para a quantidade na imagem

3 abobrinhas médias
cebolas verdes
uma batata
um pouco de queijo e / ou queijo
sal pimenta do reino
3 colheres de sopa de farinha
2-3 ovos

Rale tudo no ralador, misture com a farinha e os ovos e tempere, frite em óleo bem quente. É importante não os virar até que fiquem castanhos para não se partirem, tornam-se tão finos que não ficam esfolados por dentro. Você pode colocar queijo ou queijo derretido, eu coloco ambos :), coloque ovos em vícios cid muito suco tem abobrinha. Eles são muito saborosos.


Salmoura de plástico necessária

  • 1-2-3 nabos, dependendo do apetite e comensais
  • 3-4 cachos de alho verde
  • 3-4 dentes de alho, opcional, para quem quer um sabor mais vivo de alho
  • 4-5 tomates suculentos, menores e bem amadurecidos
  • 2-3 grãos de pimenta secos
  • 2 -3 pequenas pimentas frescas & # 8211 opcional, se você não gostar da pimenta
  • pimenta sal
  • 1 litro de água

Estripamos o sargo e limpamos as escamas, cuidando-o em água fria. Devido ao facto de a solha nos receber com muitos ossos pequenos, aplicamos um tratamento para reduzir este problema. Portanto, fazemos entalhes transversais paralelos com uma distância entre eles de cerca de meio cm, em todos os peixes Também escrevi sobre a dourada e sua preparação AQUI. Damos um pouco de sal e deixamos escorrer e regar. O peixe deve perder água e não ficar molhado ao colocá-lo na grelha, para evitar que fique preso e amassado. Aqueça a grelha ou um prato e leve ao forno os frutos do mar. Só o viramos depois de estar bem cozido de um lado.

Ao lado do prato, coloque os tomates e os pimentos verdes e secos. O cogumelo seco amadurece muito rapidamente, por isso estamos de olho nele. Fervemos a água em uma panela. Também adicionamos sal à água, levando em consideração a quantidade de sal que demos aos peixes. Cortamos o alho verde em pequenos pedaços para que deixe o seu aroma e sabor. Num tabuleiro grande, coloque os tomates e pimentos maduros e a seguir a dourada. Colocamos água quente em tudo. Os tomates maduros podem ser ligeiramente enrugados com um garfo para dar mais cor e sabor. Deixe a infusão cozinhar por 5 minutos e adicione o alho verde. O alho verde não é tão forte, então se você quiser uma salmoura com mais alho, pode contribuir com alguns dentes de alho. Conforme a salmoura amadurece, giramos uma polenta mais ou menos fofa, conforme desejado. Esse é todo o trabalho, cada um fazendo o melhor com sua salmoura.


As 5 principais raças de porcos com o melhor rendimento na produção de carne

agrointeligenta.ro - 5 mai 2016 14:52

O sucesso de uma empresa de criação de suínos depende principalmente das raças de suínos nas quais você opta por investir. Se está a pensar utilizar animais de corte e está interessado em porcos com o mínimo de gordura possível, então é obrigatório optar desde o início por uma das raças especializadas na produção de carne.

Existem mais de 350 raças de porcos no mundo, muitas delas conhecidas apenas localmente. Segundo o Eng. Nicolae Zeneci, as raças de suínos foram divididas em 4 grandes grupos, apenas para facilitar a sua classificação:
- raças mistas: Great White, Landrace, Duroc
- raças de carne: Pietrain, Landrace Belgian, Hampshire
- raças reprodutoras: Meishan, Jianxing (raças chinesas)
- raças locais que predominam em áreas desfavoráveis, onde as condições de criação de animais são precárias.

1. raça de porco Pietrain

Originário da Bélgica, o Pietrain é reconhecido como uma raça de porco de corte, sendo obtido pelo cruzamento sucessivo de porcos das raças Berkshire e Tamwork com porcos das raças francesas. As características da raça a tornaram muito popular nas fazendas belgas, de onde começou a ser exportada a partir de 1950. Na Alemanha, a raça de suínos Pietrain também é utilizada para o aprimoramento de outras raças, no sentido de aumentar a qualidade da carne.

O porco Pietrain é um animal de médio porte, com patas mais curtas do que outras raças de suínos, mas com um corpo muito musculoso, característico de raças para produção de carne. Possui corpo cilíndrico e bem desenvolvido, cabeça pequena e pescoço curto. A pele é branca com manchas pretas, principalmente na garupa e nos flancos.

Aos 7 meses de idade, os porcos Pietrain atingem um peso de 80-90 kg, proporcionado por um aumento médio diário de mais de 700 gr. Esta raça também não é má, sendo uma raça muito prolífica, uma porca que dá à luz, em média, 10 leitões. O porco Pietrain tem uma eficiência de abate muito elevada de quase 80%. 70% da carcaça é carne e o resto é presunto e bacon. Na verdade, o toucinho obtido desta raça de porcos é de muito boa qualidade.

A principal desvantagem desta raça é o pequeno tamanho do coração e dos pulmões em relação ao desenvolvimento maciço do corpo, o que torna esses porcos vulneráveis ​​a paradas cardíacas ou respiratórias, em caso de esforço físico prolongado. É extremamente importante referir que esta raça de suínos é bastante exigente no que diz respeito às condições de abrigo e manutenção, apresentando sensibilidade tanto ao calor como ao frio excessivos.

As principais vantagens desta raça são:
& # 8211 aproveita muito bem os alimentos administrados, podendo atingir um aumento diário de mais de 700 gr
& # 8211 a relação carne-gordura na carcaça é muito boa, mais de 70% é carne, o resto é presunto e bacon de muito boa qualidade
& # 8211 Porcos Pietrain são geneticamente programados para não acumular tecido adiposo
& # 8211 você pode encontrar facilmente espécimes valiosos no mercado romeno
& # 8211 o preço de compra de um espécime não é muito alto, no mercado romeno um leitão Pietrain, com 8 semanas de idade, é vendido por 150-250 lei cada.

2. Raça de porco Landrace

O porco Landrace é uma das maiores raças de suínos do mundo, selecionado e criado para a produção de carne. É também a principal raça de suínos da qual se obtém bacon de alta qualidade. A raça de porco Landrace foi formada na Dinamarca (1850-1907), pelo cruzamento de procinos locais com raças brancas (Great White). As raças Great White, Middle White e Berk participaram da obtenção da raça Landrace. Na Romênia, as primeiras importações foram feitas em 1956 de Canda, Inglaterra e Suécia.

O porco Landrace é de grande porte, característico das raças suínas criadas para a produção de carne. A cabeça é longa, mas pequena, porque quem tem trabalhado com o aprimoramento desta raça tem procurado diminuir as regiões do corpo que não fornecem carne de alta qualidade. O dorso deste porco é longo e reto, muito musculoso, o tórax é arqueado e os membros fortes. O corpo é coberto por pêlos finos e brancos, a pele é fina, branco-rosada.

O porco Landrace é conhecido pela sua docilidade, sendo fácil de criar e manter. Distingue-se por uma maior prolificidade, sendo uma porca com uma média de 10-11 leitões. Além disso, o porco Landrace é muito precoce, tem uma taxa de crescimento e desenvolvimento muito alta. Aos 8 meses, atinge o peso de 120-130 kg, com um aumento médio diário de 700 gr.
A camada média de bacon difere, de modo que nos machos é cerca de 13 mm, e nas porcas 16,5 mm, e a porcentagem de músculos é de cerca de 56%. Comparados com a raça Pietrain, estes suínos apresentam um crescimento rápido e têm a vantagem de não serem extremamente exigentes na alimentação, sendo muito fácil a utilização de cereais inteiros ou moídos.

3. Raça de porco Hampshire

A raça Hampshire foi formada na América (Kentucky), sendo uma raça relativamente mais recente, muito apreciada pela qualidade superior das carcaças e pela fina camada de bacon. Os suínos desta raça são de tamanho médio, sendo facilmente reconhecidos pelo seu corpo de cor preta e branca, cabeça grande com pato alongado e orelhas pequenas. Hampshire é criado em raça pura e usado como javali no cruzamento trimestral. As porcas dão à luz em média 9 leitões e a idade de primeiro parto é de 370 dias (mais de 1 ano). Os varrascos chegam a pesar 92 kg em cerca de 181 dias, então chegam a 100 kg em 196 dias. A camada média de bacon é de 12 mm.

A principal desvantagem desta raça é que os leitões são difíceis de suportar o estresse do desmame, são sensíveis às condições de alimentação e manutenção, têm uma taxa de crescimento na juventude menor do que as raças maternas e um maior percentual de perdas. Animais adultos também são muito medrosos e situações estressantes podem causar perda de peso ou ganho de altura lento.

4. Raça de porco Duroc

A raça Duroc foi formada na parte N-E dos EUA. baseado no antigo Duroc criado em Nova York e no New Jersey Jersey-Red, que por sua vez formou a raça Tamworth, originária da Inglaterra. A cabeça é adequada para perfis grandes e ligeiramente côncavos. As orelhas são de tamanho médio e quase eretas. O tronco é cilíndrico com uma linha inferior curta e uma linha superior longa e convexa. A coluna vertebral, xales e garupa são longos, largos e bem musculosos. Os presuntos são grandes, até o jarrete. Os membros são fortes, com cascos fortes e um ângulo de dobradiça muito aberto. A cor característica do manto é avermelhada, de diferentes tonalidades, com cabelos ralos e levemente ondulados.

Em termos de propriedades fisiológicas, a prolificidade é de 8-9 leitões, com capacidade de amamentação de 45-48 kg. O aumento médio diário freqüentemente excede 700 gr, com um consumo específico de 2,8-3 kg de concentrado / kg. Mesmo que na maturidade um porco pese até 250 kg, a camada de gordura sob a pele não ultrapasse 3 cm, o percentual de músculo na carcaça pode chegar a 80%.

As principais vantagens da raça Duroc são:
& # 8211 mostra a capacidade de ganhar peso de forma relativamente rápida, aproveitando qualquer tipo de alimento
& # 8211 são animais dóceis, não mostram agressividade para com o dono ou as condições em que vivem
& # 8211 a relação carne-gordura na carcaça é muito boa, quase 80% da carcaça é carne.
Mesmo que não seja muito exigente em termos nutricionais, para obter uma carne de qualidade, é aconselhável alimentar os leitões com uma receita de ração rica em proteínas que os ajude a ganhar peso, sem acumular tecido adiposo.

Pelas propriedades e desempenho de crescimento e qualidade da carcaça, a raça Duroc é utilizada em cruzamentos industriais para fins econômicos imediatos, seja como macho terminal ou como raça paterna nos esquemas de adestramento de mestiços ou híbridos utilizados como varrascos terminais. A raça é importada para o país desde 1968.

5. A raça de porco branco grande

O Great White, também conhecido como Great York, é uma raça de porco nativa da Inglaterra, que foi desenvolvida para a produção de carne, onde oferece resultados excepcionais, sendo uma das raças de suínos mais difundidas no mundo.

O porco branco destaca-se pelas orelhas levantadas e brancas, pele branco-rosada e tamanho imponente, sendo desde o início um animal destinado à produção de carne. É um animal maciço e resistente, que suporta muito bem as variações climáticas. Os machos também são usados ​​para melhorar outras raças. A carne produzida pelo porco Great White é de muito boa qualidade, com baixo teor de gordura. Apesar de maciço, o porco branco-real é muito ativo, o que lhe permite ter uma vida longa e boa saúde, além disso, esta raça não apresenta sensibilidade ao estresse.

O Grande Porco Branco é muito prolífico, resultando em um único parto resultando em cerca de 12 leitões. As fêmeas desta raça têm instintos maternos muito bons e produzem muito leite, o que ajuda os leitões a ganhar peso rapidamente. Ao desmame, com 21 dias de idade, o peso de um leitão é de 45-55 kg. Se alimentado adequadamente, na idade de 7 a 8 meses atinge um peso de 110-120 kg.

Porco Mangalița e porco vietnamita - uma carne saudável

Mesmo que não faça parte da categoria de suínos especializados na produção de carne, a carne de porco Mangalița ou "salmão romeno" continua sendo uma opção de investimento extremamente viável, principalmente pelo fato de ter alta demanda para exportação, devido à camada generosa de gordura de muito boa qualidade, com baixo teor de colesterol.

A carne suína vietnamita, também com baixo teor de colesterol, também permanece no topo das preferências do consumidor e, mesmo que esse tipo de negócio esteja apenas começando na Romênia, cada vez mais jovens agricultores optam por investir, especialmente porque o preço da carne suína vietnamita é mais alto do que isso. de porco comum.

Fonte seletiva: zoo.ro zooland.ro

No Instagram da Agrointelligence você encontra as imagens do momento na agricultura!


Salmoura de cavala

O peixe é limpo, bem lavado, temperado com sal e pimenta e levado ao forno 30-40 minutos. a 180 graus. Para a salmoura: corte a cebola e o alho e cozinhe. Enquanto isso, os tomates foram colocados em água fervente por cerca de 3-4 minutos. para que possa ser descascado mais facilmente. Depois de descascadas, foram cortadas em quartos e adicionadas sobre a cebola e o alho. Depois de cozida a pimenta, corte-a e coloque na frigideira. No final junte 300 ml de água, leve à fervura, junte as verduras e desligue o lume.

Pode ser servido com polenta.

STORCEAG como em SF.GHEORGHE

- Coloque 2 litros de água com sal e pimenta para ferver - Corte em pedaços pequenos

Forno no forno com guarnição de arroz

1. O peixe é limpo e lavado em água 2. Cebola, salsa, alho picado 3.


Rituais e pratos deliciosos para experimentar em Istambul

Se você reservar seus voos para Istambul, ficará definitivamente fascinado pela cultura especial da cidade às margens do Bósforo. Em algumas cidades você pode encontrar tantas atrações turísticas quanto em Istambul, mas também tradições milenares, seja você entrar na Mesquita Azul, se perder nas ruas estreitas do Grande Bazar ou entrar em contato com um dos mais deliciosos e pratos tradicionais especiais que lembram os tempos otomanos.

Se você reservar voos para Istambul ou qualquer outra região da Turquia, será difícil não reconhecer as influências asiáticas, europeias ou orientais que completam a culinária turca. Mais do que em outras partes do país, a cidade transcontinental sente a influência do Mar Egeu, e a culinária é baseada em frango, vegetais, peixes, saladas, doces, carnes e saladas. Como os gregos, os turcos seguem a tradição das refeições em família e preferem não comer sozinhos, e no primeiro mês do calendário se reúnem para a refeição de Muharem.

Tradições turcas

Se você voar para Istambul e participar de uma refeição familiar tradicional ou restaurante, notará que a comida é servida em bandejas generosas, nas quais todos os membros da família servem por sua vez, após fazerem a oração. No final da refeição, é feita uma oração de agradecimento. Você descobrirá tradições desconhecidas, especialmente se explorar vilas e cidades menos turísticas ou se aventurar na área da Capadócia ou da Anatólia.

Quando reservar seus voos para Istambul

Se quiser reservar os seus voos para Istambul, é bom procurar voos baratos pelo menos 6 semanas antes do voo. Você tem voos baratos para Istambul a partir de Cluj-Napoca, Bucareste e Constança. Se procura alojamento na cidade às margens do Bósforo, é bom ficar na zona central ou turística da cidade porque a metrópole pode ser bastante imprevisível para os turistas.

O Bazar das Especiarias ou o Bazar Egípcio em Istambul

Sempre que chegar a Istambul, vale a pena passear pelos bazares para desfrutar da azáfama, dos aromas e das cores, mas também para saborear doces ou chás preparados de acordo com receitas antigas, para saborear baclava, halviță ou merda turca. Ao contrário de outros lugares do mundo, os mercados da cidade parecem perdidos no tempo e mantêm sua aura pitoresca. Não se afaste de frutos secos e especiarias ou do café turco com um aroma difícil de esquecer.

Sempre cheio de clientes e comerciantes, o bazar de especiarias vale a pena visitar, nem que seja pela explosão de cores, especiarias raras, frutas cristalizadas e plantas. Você pode encontrar chás e especiarias exóticas dos quais nunca ouviu falar, ou mesmo ingredientes secretos ou remédios naturais e holísticos. Se for às compras na Turquia, convém reservar a bagagem de porão para o voo, pelo menos na volta, para levar especiarias exóticas e frutas cristalizadas ou outros souvenirs.

O mercado de especiarias fica perto da Ponte Galata e da Estação de Bonde Eminonu. É bom ir às compras de manhã ou à noite quando está menos movimentado. Os comerciantes no Bazar das Especiarias vendem os produtos a granel, mas eles podem ser aspirados para que possam ser transportados com mais facilidade.

Café, um ritual de milhares de anos

A Turquia é considerada o país dos amantes do café chaleira, um café obtido a partir de grãos moídos do café arábica, ao qual é adicionada noz-moscada durante o preparo. Se quiser servir mais tipos de café durante as miniférias em Istambul, é bom conhecer as diferenças de intensidade e sabor. Café puro sem açúcar é chamado sade e está fervido. Ao se aproximar do ponto de ebulição, o café é coberto. Deixe a chaleira ao lume até o café inchar várias vezes, evitando que pegue fogo. É muito importante colocar o caimac antes de despejar o resto do café e não fervê-lo muito, pois a espuma e o aroma do café irão desaparecer. O café e a tradição de fazer café foram tirados dos árabes no final do século 17. E se você for um pouco supersticioso, depois de beber seu café, pode pedir a uma pessoa experiente para ler você na tigela deixada no fundo do a xícara.

Baklava e Kunefe. Doces

Baklavaua, uma sobremesa turca muito doce, é uma massa à base de nozes e pistache, muito açúcar e canela, mas também de mel que se serve em toda a Turquia. É bom experimentar vários tipos de baklava que você pode saborear em Istambul, junto com halviţa ou outros pratos turcos à base de massa. Igualmente especial é a sobremesa que mais parece um donut de massa amassada com queijo doce, coberta com pistache e mel. Como você provavelmente já percebeu, os doces são muito consistentes não apenas em termos de calorias na pastelaria turca. Diz-se que os turcos usam muito açúcar. Prefere chá e café açucarado.

Mercimek Koftesi

No verão, quando as temperaturas são bastante altas, é bom comer e procurar no cardápio pratos mais leves como Mercimek Koftesi, umas almôndegas à base de vegetais, lentilhas, extrato de tomate e cebolinha, um aperitivo bem saboroso que pode complementar um jantar vegetariano leve, especialmente nas noites quentes de verão.

Sopas turcas com influências mediterrâneas

Igualmente saborosas e refrescantes são as sopas à base de iogurte, pepino, menta e especiarias ligeiras que abrem na perfeição qualquer refeição, especialmente quando as temperaturas são muito elevadas. Você pode pedir sopa de pepino e iogurte, cacik, em quase qualquer restaurante turco. A sopa é um tanto semelhante ao prato grego tzatziki. Aperitivos deste tipo são chamados de meze na Turquia. Para preparar a sopa ou o molho refrescante, também é necessário azeite e dois dentes de alho.

Igualmente única e saborosa é a sopa à base de lentilha, cebola, cenoura e páprica que pode ser servida fria ou quente. A sopa também não é difícil de preparar em casa, basta colocar todos os ingredientes no liquidificador, depois de cozê-los no fogo certo por 15 minutos para ligarem melhor. Tempere com salsa por cima.

Um prato muito delicioso e leve é ​​também o Cig Kofte, carne com extrato de tomate, alho e trigo que se mistura com um pouco de limão, ao qual se junta cebola e alho, junto com algumas outras especiarias que lhe conferem um sabor intenso.

Nenhum verão seria o mesmo sem anchovas de limão. Só na Turquia as anchovas são substituídas por anchovas, fritas em óleo, que são servidas com rúcula e limão. O peixe é frito em óleo, mas a comida pode ser um aperitivo leve, especialmente se você absorver o excesso de óleo com um guardanapo depois de terminar de cozinhar.

Kasarli Pide e Lahmacun

O pão diz muito sobre a culinária de qualquer país para o qual você viaje, e se você voar para a Turquia no próximo período, você pode se colocar na lista para experimentar o pão tradicional com uma camada de queijo derretido por cima ou lahmacun, um pão cozido que se cobre com molho de borrego, molho de tomate e legumes e que vai perfeitamente como aperitivo. Este é um prato que se parece muito com pizza, só que é um pouco mais saudável. Então você não tem motivo para parar nos restaurantes que servem pizza, que você encontra em qualquer lugar do mundo. É melhor você pedir um lahmacun.

Você não pode ajudar, mas já conhece esta palavra. A comida disponível que pode ser servida no prato é um dos pratos mais baratos que pode experimentar se viajar para Istambul. Os turcos têm um tipo especial de kebap, o iskinder kebap, que é uma combinação de carne com pau e iogurte. Ao contrário dos outros, é mais leve e saudável. Igualmente leve é ​​o kebap feito de vegetais ou batata frita, durum kebap.

Sanduíches de kumpir e cavala

Kumpir é uma batata assada recheada com linguiça, vegetais, azeitonas verdes e picles que você encontra não só na Turquia, mas também em outros lugares do mundo, sob outros nomes. Kumpir é uma comida saudável e saborosa que você pode servir na rua. E se você anda pelas pontes da cidade e se sente atraído pelos aromas dos peixes, pode comprar um sanduíche de cavala, pois muitos locais vendem este prato até perto dos principais pontos turísticos. A cavala fresca é preparada à sua frente, na grelha. E depois de comer, você poderá continuar a rota dos destinos turísticos que deseja visitar.

Hammam antes de sair

Se você reservar seus voos para Istambul, poderá visitar as lojas luxuosas e parar em alguns dos restaurantes mais elegantes da cidade, às margens do Rio Bósforo. Se as temperaturas forem muito altas no meio do dia, você pode passar algumas horas no hammam, um oásis perfeito de relaxamento e desconexão. Você já esteve na cidade de Bósforo ou ainda está pensando em reservar ou não seus voos para Istambul?


Como fazer salmoura de frango olteniana, uma receita tradicional?

O frango é cuidadosamente preparado: verifica-se a presença de penas, penugem e tule, fala-se (se necessário) e corta-se a glândula do tartido. Em seguida, é cortado em pedaços adequados: as asas, as coxas seccionadas nas superiores e inferiores, o peito com pele e osso cortado ao meio e depois em quartos, as costas cortadas em 2 ou 3 pedaços. Ossos e pele tornam a comida saborosa!

Importante: para obter a crosta vermelha e o sabor específico, devemos limpar muito bem os pedaços de carne com papel absorvente! A carne molhada não dourará, mas ficará sufocada e branqueada.

Salmoura de frango em uma assadeira com sal ou grelhada em fogo de lenha

Se você tem uma lareira ao ar livre e você fez um fogo de lenha, é hora de aquecer uma grande placa de metal e polvilhar abundantemente com sal grosso. Coloque os pedaços de carne sobre uma camada de sal e leve ao forno até dourar levemente, virando-os por todos os lados. Eles extrairão sal da camada de sal grosso em que estão.

Se você tem um churrasco ao ar livre deverá temperar os pedaços de carne com sal e pimenta, untar com um pouco de azeite e depois alourar nas barras quentes da grelha. Não precisam ser totalmente penetrados porque vão cozinhar na panela, no suco da salmoura.

Tomates, pimentões e pimentões também são assados ​​na grelha. Os vegetais adquirem um aroma especial de fumaça.

A fervura da salmoura é continuada em um caldeirão com pirostrii colocado sobre o fogo.

Salmoura de frango cozida em um fogão clássico em uma panela ou panela

A maioria de vocês pode não ter um pátio e churrasqueira ao ar livre. Neste caso, escolhe-se uma panela espaçosa na qual a salmoura será fervida e a carne frita diretamente ali. Os pedaços de carne salgados e apimentados são fritos em um pouco de óleo bem quente, virando-os de todos os lados. Sempre, ao fritar carne para guisado ou páprica, recomenda-se continuar cozinhando os alimentos na mesma panela / frigideira para manter o sabor acumulado nos pequenos pedaços grudados nas paredes e no fundo da panela! Portanto, não frite a carne separadamente e cozinhe a comida em outra panela!

Os pedaços de carne frita são retirados para uma tigela e mantidos à mão. Na mesma panela adicione os tomates (assados ​​na brasa, descascados e cortados em pedaços ou direto da lata) e cozinhe por alguns minutos até ficarem macios.

Coloque os pedaços de carne frita sobre o molho de tomate e acrescente metade dos dentes de alho esmagados. Opcionalmente, adicione uma cebola inteira ou corte ao meio.

Tempere tudo com 1,5-2 L de água quente e leve para ferver. Tempere com sal e pimenta-do-reino moída a gosto. Cristina revelou-nos que na sua família existem 1 a 2 ramos de tomilho seco para dar um sabor extra.

Cristina assou pimentas em um fogão elétrico. 2 eram pimentões amarelos gordos e 2 pimentões vermelhos secos (lagostins) trazidos de casa. E a pimenta picante (pequena) é cozida.

Coloque os pimentões cozidos inteiros na panela com salmoura de frango junto com o pimentão inteiro (coloque apenas 1/2 pimenta se você não comer picante). Mi-a explicat ca doar ardeii grasi si cel iute se pot curata de coaja dupa coacere, „racii” ramanand ca atare (nu mai ai ce sa dai jos de pe ei).


Chiftele de peste reteta din Delta Dunarii

Chiftele de peste reteta din Delta Dunarii, o reteta pescareasca, minunat de gustoasa. Reteta de post sau de dulce. Se pot face prajite in ulei sau la cuptor, delicioase in orice varianta le-am prepara.

Mai stiti sloganul ceausist &bdquoNici o masa fara peste?&rdquo. Nu se gasea carne, peste tot era din abundenta peste oceanic, in general merlucius, hamsii, sardina si ceva mai rar si macrou. Lucram la un restaurant de cartier, cea mai renumita plimba-tava din Galati si zilnic aveam de curatat 1-2 brichete de peste oceanic (aveam rani la degete). Aveam de gatit minim 3 preparate cu peste, obligatoriu. Pai si ce puteai gati?

Ciorba nu iesea buna cu peste oceanic, asa ca faceam peste prajit, saramura, plachie si chiftele de peste. Erau saracii oameni complet ingroziti de chiftelele din peste, peste tot, daca voiai sa bei o bere, obligatoriu era sa iei si o chiftea din peste. Si adesea chiftelele acelea erau oribile, facute din peste necuratat, dat cu totul prin masina, fara nici un Dumnezeu&hellip

Chiftele de peste asa cum se fac in Delta Dunarii

Noi le faceam cu adevarat bine, ieseau bune si majoritatea oamenilor le mancau cu placere. Faceam putine, sa fie ca sortiment, la numar, ca aveam controale.

In schimb, la mine-acasa, mama facea chiftele din peste, buuuune tare de tot. Tatal meu fiind dobrogean, am fost obisnuiti de mici sa mancam peste, gatit in multe feluri. 🙂

Si cele mai bune chiftele din peste se fac din novac sau stiuca. Vedeti r eteta de stiuca umpluta .

Sa va dau reteta de chiftele din peste si secretele ei, sa vedeti cat de bune pot fi niste banale chiftele din peste:


Video: Wywar z przypraw do solanki - jak zrobić? (Dezembro 2021).