Receitas tradicionais

Julgando os Comerciais de Comida e Bebida do Super Bowl

Julgando os Comerciais de Comida e Bebida do Super Bowl

Se você estava assistindo ao Puppy Bowl em vez do Super Bowl na noite passada, não o culpamos (puppies vs. Superdome power #fail? Não tem que pensar). Mas, como sabemos que parte da diversão do Super Bowl é ver os anúncios insanos que as pessoas pagam milhões para transmitir, reunimos os melhores e os piores anúncios relacionados com comida e bebida da noite passada. Diversão. e Psy tiveram algum tempo de antena, enquanto as celebridades se esforçaram ao máximo para vender Subway, MiO e Budweiser. Agora, se você perdeu a performance de Beyoncé, isso é outra história.

Taco Bell: "Viva Young"

Melhor diversão não deprimente. Paródia: Leva Esboço do Yahoo "Nós não somos jovens", vire-o e você tem esta joia. Além disso, queremos ser tão legais nessa idade.

Doritos: "papai fashionista"

Melhor fantasia e maquiagem: Presumimos que eles invadiram o armário da mãe para isso, mas há muitos vestidos de baile para que esta seja uma casa normal. E esses tutus! Nós. Morrer.

Doritos: "Cabra à venda"

Animal de estimação mais assustador: As cabras podem ser adoráveis, mas nunca gostaríamos de ficar no seu lado mau.

Subway: "FebruANY ... Difícil dizer ..."

Pior Branding: Pare de tentar fazer "FebruANY" acontecer. Isso não vai acontecer.

M&M: "Love Ballad"

Oreo: "Whisper Fight"

Argumento Mais Contraproducente: Pessoal, é só dividir o biscoito. Uma pessoa come o creme, a outra come o biscoito. É uma situação em que todos ganham. (Oreo ganha pontos de bônus pelo retorno rápido em "You Can Still Dunk in the Dark".)

Subway: "Parabéns Jared"

Anúncio geral "Meh" do dia: Triste, um pouco antiquado, nada original.

Pistácios maravilhosos: "Get Crackin '" de Psy

Exagerado: "Gangnam Style" pode acabar agora?

Os Clydesdales: "Irmandade"

Comercial mais caloroso, pegajoso, meloso e sentimental: Mesmo os caras na sala estavam dispostos a ignorar o quão irreal o anúncio era (realmente, um cavalo perdido correndo pelas ruas de Chicago ?!) para a expressão no rosto do fazendeiro quando ele se reencontrou com seu cavalo. Além disso, cavalos.

MiO Fit: "Anthem"

Maioria 30 Rock Comercial indutor de luto: Agora isso 30 Rock está fora do ar, precisamos do máximo de Tracy Jordan possível. E Jordan falando sobre asas de frango pode nos arremessar de volta ao nosso 30 Rock maratonas.

Bud Light: "Journey"

Mais Random Cameo: Mesmo? Stevie Wonder, Zoe Saldana e Bud Light? Podemos ficar atrás de "Superstition" em qualquer comercial, mas não podemos ficar atrás da cabeça risonha de Wonder sobre o Superdome.

Anúncio honorário relacionado a alimentos: Dodge Ram Trucks: "God Made a Farmer"

Melhor Comercial Sério: Esse anúncio "Deus fez um fazendeiro" silenciou literalmente todos os presentes. Beyoncé não podia nem fazer isso (obrigatórios comentários de 'Droga!' foi extraído de um vídeo do YouTube do Farms.com de 2011.

O editor de bebidas, Marcy Franklin, também contribuiu para este artigo.


Anunciantes treinam para o Super Bowl

Hyundai ajustou o anúncio acima depois que grupos de foco não gostaram do homem mais velho. Inset, Sands Research estudou reações cerebrais a anúncios para cinco clientes.

Os holofotes brilham especialmente nos anúncios durante o Super Bowl - e nem sempre de uma maneira positiva, como a Groupon Inc. descobriu um ano atrás.

Com os meios de comunicação social como Twitter e Facebook tornando ainda mais fácil para as reclamações sobre os anúncios se tornarem virais, e os preços dos anúncios disparando, muitos comerciantes estão aumentando o teste de seus comerciais do Super Bowl para o público antes do grande jogo. Os profissionais de marketing dizem que desejam se proteger contra reações inesperadas e garantir que suas mensagens sejam transmitidas.

Hoje em dia, "você está correndo um grande risco porque pode causar um dano tremendo à sua marca", disse Phil Pacsi, vice-presidente de marketing para clientes da Bridgestone Americas Tire Operations.

A Bridgestone Corp., uma anunciante de grandes jogos que está retornando, pela primeira vez colocou seus comerciais que apresentam estrelas do esporte como Deion Sanders em várias rodadas de testes de grupos de foco.


Receitas de comida para o dia do jogo do Super Bowl

HOUSTON (KTRK) - Não seja pego na multidão no domingo do Super Bowl! Use as receitas para preparar um pouco de sua comida de bar favorita em casa, ou peça que seja entregue a você!

Confira "Ninfa's Famous Fajita Burger", um mashup de um favorito dos americanos com as fajitas clássicas do Original Ninfa's on Navigation. Ou você pode experimentar algumas das receitas de molhos salgados do PDQ. A rede de restaurantes é conhecida por suas tendas de frango, mas você pode usar seus molhos para mergulhar de tudo, incluindo batatas fritas ou vegetais.

O UberEATS fez parceria com a Brewingz, no domingo, 7 de fevereiro, para entregar asas grátis à sua porta! Você pode pedir um pacote de 12 asas de frango Sriracha Orange grátis para começar sua festa.
Somente no domingo, abra o aplicativo UberEATS entre 16h e 19h para que as melhores asas de Houston sejam entregues GRATUITAMENTE em minutos.
Solicite as asas sob demanda em Montrose, The Heights, Downtown, Midtown, Rice, West U, Upper Kirby e the Galleria.

1. Abra seu aplicativo Uber entre 16h e 19h neste domingo.
2. Clique no ícone de bifurcação e placa do UberEATS na barra superior.
3. Selecione 1 pedido de asas de laranja Sriracha e prossiga para a finalização da compra.
4. UberEATS vai entregar um pacote de 8 asas grátis na calçada!

Famoso hambúrguer de fajita de Ninfa
Por Alex Padilla, Chef Executivo do Original Ninfa's on Navigation
Ingredientes:
Carne de fajita moída (saia externa)
Sal, pimenta, alho
Molho de soja
Pãozinho de Brioche Slow Dough
Mistura de Queijo Tex-Mex - Jack e Oaxaca
Pimentas poblano
cebola vermelha
Abacate
Chipotle mayo
Preparação: Moa a carne da fajita e forme uma rissol, tempere com especiarias secas. Cozinhe até a temperatura ambiente em uma grelha plana, regando periodicamente com molho de soja. Adicione o queijo e as tiras de pimenta poblano antes de retirar da grelha. Retire da grelha e cubra com as fatias de cebola roxa e fatias de abacate. Coloque o hambúrguer no pão, espalhe maionese chipotle no pão

Molho PDQ's Honey BBQ para imersão

2 xícaras de molho de churrasco
1 1/2 xícaras generosas de mel
1/2 colher de chá de pimenta
1 1/2 colher de chá de cebola, granulada
3 colheres de sopa de amido tempero


Como comer e beber em Atlanta para o fim de semana do Super Bowl

Pedimos aos especialistas suas melhores recomendações, de restaurantes de classe mundial a bares sofisticados e churrasqueiras secretas.

Enquanto Brady / Belichick pretendem vencer seu sexto ringue do Super Bowl juntos, Atlanta está hospedando The Show pela terceira vez. O ATL mudou muito desde aquele jogo "One Yard Short" em 2000 e ndashhell, isso foi há quatro álbuns do OutKast. Em vez de Ye Olde Georgia Dome, este será jogado no novo Estádio da Mercedes-Benz (famoso pelo teto retrátil do estilo Transformer). Mas algumas tradições locais permanecem fortes, incluindo três BS matadores: preço da cerveja no jogo (US $ 5), rapper Big Boi no palco e Bacchanalia (ainda no topo das listas de Best-Of 25 anos depois).

Atlanta é regularmente apontada como o epicentro do clima frio do sul, mas ela pertence a qualquer conversa sobre as melhores cidades dos EUA, ponto final. É um centro de arte e design com a criatividade espalhando-se pelas ruas. É uma fortaleza LGBTQ abaixo do Cinturão da Bíblia. É dona da divisão de pesos pesados ​​do hip-hop e rsquos e atua como Hollywood East para a produção de filmes independentes e de grande sucesso. Ela prospera como a capital negra da América, com um triunvirato vigoroso de universidades, casa própria e alta renda média. E ainda nem chegamos à comida. Sim, há um trânsito de esmagar a alma e nenhuma praia à vista, mas isso é como reclamar de Chicago por estar com frio. Lide com isso. Além disso, do World & rsquos Busiest Airport, você pode voar para qualquer lugar ou pegar um carro pela Springer Mountain até a linha de partida da Appalachian Trail em menos de duas horas.

Para os insider & rsquos POV sobre o melhor que a cidade tem a oferecer, encontramos vinte especialistas de Atlanta com botas reais no local para recomendações sobre onde comer, onde beber e onde explorar.

Nossa lista de colaboradores

Kevin Gillespie (Chef / Proprietário, Gunshow), Gina Hopkins (Fundador / CEO, Resurgens Hospitality Group), Nick Leahy (Chef / Proprietário, AIX), Bart Sasso (Parceiro, Ticonderoga Club), Steven Satterfield (Proprietário, Miller Union)

Bebida

Tiffanie Barriere (O Treinador de Beber), Philip Burrus (Juiz principal, Sociedade de Sommelier do Sudeste), Eric Crane (Advanced Sommelier, Empire Distributors, Inc.), Jacob Gragg (Presidente, Southeastern Sommelier Society), Kacey Jane Ivey (Sommelier certificado, vinho de qualidade e bebidas espirituosas)

Criativos

Dan Bush (Cineasta, Psychopia Pictures), Caroline Dieter (Proprietário, Companhia de Trajes do Sudeste), Mx. Alli Royce Soble (Artista / Fotógrafo)

Tastemakers

Amor dominique (Fundador, Atlanta Food & amp Wine Festival), Tara Murphy (Proprietário, 360 Media), Ray Murray, Rico Wade e Sleepy Brown (Noize Organizado), Angela Hansberger (Escritor de Espíritos / Jornalista de Cultura, The Atlanta Journal-Constitution), Cathy Huyghe (Colunista de vinhos, Forbes.com)

Comece no topo da lista quando for pesquisada, a multidão gritou essas escolhas como um coro grego.

Home Grown GA

"Melhor café da manhã do país. Ponto final." & ndashEric Crane

"Ou vá com o Comfy Chicken Biscuit, ou se você se sentir uma fera, vá com meu item de assinatura, o Kagefighter: duas panquecas, recheadas com linguiça, manteiga e xarope, cobertas com frango frito e cobertas com molho." & ndashKevin Gillespie

Tiny Lou e rsquos

"Belos espaços, memoráveis ​​pratos de inspiração francesa, coquetéis sólidos e pequenos detalhes que contam a história do passado infame do hotel. Maitre d & rsquo William Bubier demonstra um entusiasmo incansável aqui. A escada que desce para Tiny Lou & rsquos é um mirante cênico secreto. Se você não entrou no restaurante de bom humor, você sairá em um. " & ndashAngela Hansberger

"Bar no telhado com a linha do horizonte! Todo mundo está indo." & ndashMx. Alli Royce Soble

Todos os restaurantes ao longo da rodovia Buford

A nordeste da cidade, espalhado ao longo de um trecho de cinco milhas de lojas de dólares, revendedores de peças de automóveis e caixa de cheques, é Atlanta & rsquos hub para cozinha global.

"Coreano, colombiano, mexicano, etíope e inferno, meus favoritos são Ph & # 7903 B & # 7855c e Las Delicias de la Abuela Restaurante para uma arepa. Buford Highway Farmer & rsquos Market fica ao lado. Os corredores são categorizados por país, é uma experiência muito legal. " & ndashKacey Jane Ivey

"Sushi Hayakawa, em um shopping despretensioso, é sem dúvida o melhor restaurante de sushi da cidade. Faça uma reserva ontem, porém, ele enche rápido!" & ndashJacob Gragg

"Hae Woon Dae tem churrasco coreano 24 horas por dia." & ndashNick Leahy

Fox Bros. Bar-B-Q

"O peito desses dois irmãos Texas é muito bom, e suas asas de frango defumadas são ridículas." & ndashLeahy

Coma-me, fale-me

"É uma mistura de judeus e chineses pop-up dentro do SOS Tiki Bar. Comida muito interessante e é o último mês deles. Eles estão prestes a virar tijolo e argamassa. Atlanta é para todas as raças, todos os sexos. Celebramos a boa comida feita por boas pessoas. O resto não importa. " & ndashLeahy

Kimball House

"A melhor trilha sonora por aí é a sinfonia de ostras descascadas, o agitar dos riffs de coquetéis clássicos, a tagarelice dos frequentadores do bar, o barulho da escada da biblioteca rolando para que um espírito distante possa ser alcançado e o trem ocasional . " & ndashHansberger

"Peça o caviar. Apresentação incrível com limão em conserva. Mesmo que você não goste de caviar, é o que você precisa. Além disso, sente-se no bar." & ndashTara Murphy

AIX e amp Tin Tin

Neste restaurante e bar de vinhos comprovado & ccedilal, euopte pelo pissaladi & egravere amuse bouche, uma torta clássica da região coberta com cebola caramelizada, azeitonas pretas salgadas e anchovas.

"Passei um tempo crescendo lá. Tive muitos amigos e familiares lá. A ATL tinha muitas brasseries e bistrôs parisienses, mas nada Proven & ccedilal. Nós & rsquore menos sobre creme pesado, manteiga e Bordeaux mais sobre frutos do mar, alho, limão e menos AOCs conhecidos. " & ndashLeahy

Feira de armas

"O falecido Josh Ozersky o descreveu como & lsquoan abandonada fábrica, ou laboratório de metanfetamina & rsquo, o que considero um elogio! É um hospício o tempo todo, e todos os lugares são comuns, então se você puder ir, ótimo." & ndashGillespie

Miller Union

"Todo mundo sabe que sempre somos atropelados pelo jantar, mas um fato menos conhecido é o nosso almoço valioso também. E temos uma lista de bebidas matadoras." & ndashSatterfield

Restaurante Eugene

Este local chique foi um dos primeiros na região a empregar sommeliers em tempo integral, e seus pares são tão provocantes quanto a comida. Se você acredita que o lagostim fresco do mar ou a Borgonha envelhecida na adega podem mudar o seu dia, vá jantar.

"A Mãe Natureza escreve o menu. Nós apenas executamos." & ndashGina Hopkins

Bazati

"O bar art déco da cobertura do Bazati, Estrella, traz uma vibração latina, enquanto a The Brasserie é uma mistura perfeita de elegância moderna e a energia acolhedora dos bairros próximos de Atlanta e rsquos. Vistas deslumbrantes da cidade e excelente observação de pessoas." & ndashAmor dominique

Lloyd & rsquos Restaurante e Lounge

& ldquoParece muito com o bar do porão do seu avô e um pouco com a perua que seu pai dirigia nos anos 70 com janelas recortadas em formato de diamante. & rdquo & ndashHansberger

Northside Tavern

Bem ao lado do AIX, esse mergulho tem blues sério tocado por músicos incríveis e uma capa barata. Contanto que você possa ser incomodado por cigarros.

"Um buraco na parede favorito, é claro. A música é ótima e, embora ainda seja permitido fumar, é um local muito divertido." & ndashHopkins

Ticonderoga Club

"Para os novatos, eu sempre recomendo começar com uma xícara de Ticonderoga, o único coquetel que nunca sai do nosso menu. Para comida, Poh & rsquos Berinjela é um prato incrivelmente único. Chef David Bies & rsquo avó indonésia passou para ele e é uma obrigação." & ndash Bart Sasso

KR SteakBar's Speakeasy, The Bureau

Através de uma porta preta sem identificação à esquerda da entrada principal, procure as lâmpadas vermelhas.

"Abra um pouco mais tarde, eles servem vinho de alta qualidade, uma grande seleção de bourbon e tocam hip-hop, o que é incrível porque estamos em Atlanta. Você pode ouvir Kendrick Lamar e ATCQ, mas também Migos e Gucci." & ndashIvey

"Este restaurante existe há quase duas décadas, mas tem a melhor seleção de vinhos gregos em qualquer lugar, mais de 100 seleções. É meu lugar favorito para ir e pedir garrafas que eu nunca tive antes. Dica profissional: aos domingos, eles oferecem todas as garrafas na lista com 50 por cento de desconto. E seu prato de polvo grelhado é lendário. " & ndashGragg

Holy Sip

Passe por este estúdio de bebidas perto do estádio na historicamente estranha Castleberry Hill.

& ldquoA hora marcada, sessões de degustação de noventa minutos que usam bebidas destiladas para contar histórias. As experiências mudam mensalmente e estão abertas a apenas seis pessoas por vez. & Rdquo & ndashAmar

The Porter Beer Bar

"Um dos melhores bares de cerveja do país. O único lugar em Atlanta a ser homenageado com um evento do dia Zwanze da ilustre Cervejaria Cantillon na Bélgica, é uma parada obrigatória para os amantes de cerveja. Dica semissecreta: uma das melhores salas privadas que eu já vi, é uma única mesa grande colocada dentro de sua adega semi-subterrânea. " & ndashGuindaste

Elmyr

"Enquanto você esquadrinha naquele distrito de Little Five Points, dê uma olhada no quarteirão de Porter. A arte de rua mais estranha de Atlanta pode ser encontrada ao redor de Elmyr." & ndashRay Murray

Cemitério de Oakland

O cemitério de Oakland é uma opulenta cápsula do tempo da era vitoriana, com enormes carvalhos e monumentos deslumbrantes. Fica a uma caminhada fácil da estação King Memorial MARTA e, ao longo do caminho, você pode encontrar Nick & rsquos Food to Go (uma pequena lanchonete grega), Daddy D & rsquoz, o BBQ Joynt (uma estupenda joia defumada de nogueira) e Ria & rsquos Pássaro azul.

"Bem ali, também, há um labirinto público em uma casa particular a apenas um quarteirão de distância. Quando você precisa de mais espaço livre, o Doll & rsquos Head Trail é mais estranho e ainda está dentro do perímetro." & mdashDan Bush

Atlanta BeltLine

Com seus murais fotogênicos e vistas da cidade, isso é óbvio.

& ldquoComece perto do Krog Street Market para Richard & rsquos Southern Fried Hot Chicken (dica profissional: é um resfriado excelente no dia seguinte), pare em Nina & amp Rafi, Ticonderoga Club, Ladybird e depois vá até Piedmont Park. & rdquo & ndashSatterfield

& ldquoDeve uma parada ao longo da BeltLine: Ponce City Market, outro grande projeto de renovação urbana. Costumava ser a unidade de manufatura da Sears Roebuck, 12 milhões de pés quadrados de espaço industrial, agora lojas legais, restaurantes, artesãos locais, etc. & rdquo & ndashCathy Huyghe

Trap Music Museum e amp Escape Room

Para o Super Bowl LIII, Atlanta está apresentando sua exposição inaugural do Trap Music Museum Hall of Fame, em homenagem a Gucci Mane, Jeezy e T.I. com exposições originais dedicadas a 2 Chainz e Rick Ross. Uma experiência expandida de "Escape the Trap" o aguarda. Confira o rolo do hip hop do sul e o monumento vivo de rsquos aqui.

Taverna do Manuel

"Todo mundo que já concorreu a um cargo faz algum anúncio aqui. Pegue algum tipo de cerveja escura, alguns poppers jalape & ntildeo e um Reuben. Então pergunte se alguém gosta de Trump." & ndashPhilip Burrus

Soul Vegetariana No. 2

Ao virar da esquina do Manuel & rsquos, este restaurante de comida soul vegana é administrado por um capítulo de Atlanta da Comunidade Hebraica Israelita Africana de Jerusalém. Kalebone para churrasco, couve, pão de milho. Faça. E não pule o sorvete de nozes e baunilha não lácteos.

Sotto Sotto

Este antigo restaurante italiano no bairro de Inman Park é simplesmente perfeito.

& ldquoA sala de jantar é aconchegante e, embora possa ser agitada, nunca faz barulho, você pode relaxar e conversar. O menu não muda muito e não precisa. Massa perfeitamente al dente e uma carta de vinhos com surpresas divertidas, meu padrão preferido é o Spaghetti a la Bottarga e um branco crocante, mas sua costeleta de vitela é matadora. & Rdquo & ndashSasso

Veado Uma Orelha

"Algo para todos, de um prato delicado de ovo a um hambúrguer substancial." & ndashSatterfield

Revolution Donuts

"Grant Park, com suas casas históricas, nunca desilude em uma corrida matinal. Bônus, corra no domingo e vá ao GP Farmers Market para um Buttermilk Bar do Revolution." & ndashCaroline Dieter

The Busy Bee Cafe

& ldquoO melhor local intimista para comer em Atlanta. Há anos. Soul food no seu melhor. "& NdashRico Wade

"Este lugar é um marco em Ponce. Eles sempre servem pratos de frango enegrecido e macarrão há SEMPRE. Ainda bom, ainda barato, e um segredo interno estúpido." & ndashBurrus

Olive Bistro Meze e Wine Bar

Venha para pratos pequenos do Mediterrâneo (e estacionamento grátis!) Em Midtown.

& ldquoO chef, Sari Masri, veio de Israel e abriu sua primeira loja em 1997. Se você precisa de alho, este é o lugar para encontrá-lo. Há um prato de couve-flor frita que não está no menu on-line que é absolutamente delicioso. & Rdquo & ndashBurrus


Os mexicas apresentaram ao mundo o “fruto da terra”.

Em náhuatl, a palavra para nopal é traduzida como “fruto da terra”. Não sei qual é a palavra náhuatl para “bomba-delicioso”, mas, na minha opinião, deveria ser também o nome de nopales. E os astecas também devem ter se sentido assim, porque uma das cidades mais famosas do Império Asteca - Tenochtitlán, o centro religioso do império - foi chamada de "pera espinhosa na rocha". Icônico.

Segundo a lenda, a cidade foi construída depois que um sacerdote azteca avistou uma águia empoleirada em uma planta nopal, carregando uma cobra em sua boca. O padre, obviamente extremamente impressionado com isso, correu de volta para sua aldeia apenas para que ele pudesse reunir todos para verificar esta águia maluca com uma cobra em sua boca. Enquanto eles observavam, o cacto sob a águia cresceu e se tornou uma ilha - eventualmente se tornando Tenochtitlán. Vou te dar 3 segundos para processar isso. 1𔅾𔅿. Por favor, dedique mais tempo se precisar. A imagem da águia carregando uma cobra, suas garras douradas empoleiradas em um nopal crescendo de uma rocha, agora pode ser encontrada na bandeira mexicana.


Super Bowl: 6 alimentos para tornar sua festa de exibição socialmente distante um sucesso

Compartilhar isso:

Todos os anos - exceto, notavelmente, este aqui - eu me reúno com um bando de amigos para o domingo do Super Bowl, para trocar mentiras, comer lixo, beber cerveja e, sim, ocasionalmente assistir ao jogo.

Mas o jogo não é o ponto. É o que os velhos filmes de Hitchcock chamavam de MacGuffin - uma "coisa" central em torno da qual o filme girava, mas que por si só não era tão importante. O que realmente importa é a camaradagem, o convívio, a oportunidade de agir como um estúpido - e desfrutar da cerveja e da comida que não estava em nenhuma parte de nossas dietas cuidadosamente mantidas.

Nós não comemos salada. Sushi era bom, mas apenas se consistisse em pãezinhos que pudessem ser inalados. Na maioria das vezes, comíamos em saquinhos, com alto teor de sal para dar mais razão a tanta cerveja. E se nos sentíssemos ambiciosos, talvez alguns tacos e, definitivamente, muito churrasco. & # 8230 Em outras palavras, alimentos que podem ser comidos em pratos de papel com guardanapos de papel. Ou nem mesmo em pratos, sem guardanapos, se nossas camisetas fossem de algodão lavável.

As esposas apareceram. Mas geralmente para apontar que o molho nunca saía da minha velha camiseta do N’Yawk Yankees. Ei, a vida pode ser assim. Sujo ... e muito divertido. Exceto neste ano da pandemia, não é tão divertido quanto era há apenas um ano. Eu não quero beber uma Bud enquanto uso uma máscara. As manchas de molho & # 8216que na minha cobertura cirúrgica de boca azul não saem - porque você não lava essas coisas.

Em vez disso, parte do volume deste ano estará no Zoom. O que simplesmente não é a mesma coisa.

Bem, vivemos em uma época de concessões, quando aumentar o Weber não parece valer a pena. É por isso que, entre meu Doritos e guacamole, vou inalar lanches de alguns favoritos locais. Como se costuma dizer, comer bem é a melhor vingança. (E sim, eu sei que na verdade é “Viver bem é a melhor vingança”. Mas para mim, comida e vida são praticamente intercambiáveis.)

O que estou ansioso para mastigar? E por que estou ansioso por isso? O que há no crocante e no salgado que nos deixa tão felizes? Um pesquisador de cheiros e sabores (agora há um cargo!) Chamado Dr. Alan Hirsch disse ao mentalfloss.com que é tudo sobre a "música da mastigação ... para estimulação não gustativa e não olfativa, as pessoas preferem crocância."

Em outras palavras, gostamos de comida barulhenta. A que propósito evolucionário isso serve, não tenho ideia. Mas com certeza obscurece o som dos comentários intermináveis ​​durante o jogo. O que pode salvar nossa sanidade.

E embora o corredor de chips em seu supermercado local - e definitivamente no Trader Joe's - ofereça mais do que suficiente quando se trata de chips, a Frito-Lay também introduziu a opção de um Make Your Own Variety Pack, disponível em seu site snacks.com, onde você pode pedir qualquer 20 sacolinhas de uma escolha de mais de 40 opções de Lay's, Doritos, Cheetos, Ruffles, Fritos e Sun Chips.

Ou você pode simplesmente seguir as escolhas mais apreciadas que se seguem. E tentarei ser cuidadoso - limpar manchas de comida de um MacBook é uma verdadeira chatice. Mas tirar essas manchas é uma marca de um bom jogo, não importa quem esteja jogando.

OSSOS PARA MASTIGAR

Churrasqueira Harry’s Oklahoma Style Smokehouse

Harry costumava ter uma sala de jantar. Mas grande parte do negócio deles era comida para viagem e serviço de bufê - e por um bom motivo! - aquele pitmaster Jon Harry Bayouth, e sua esposa Margot Dean, decidiram ir apenas para viagem. O que significa ir até a loja deles na Avenida Narbonne e esperar enlouquecer delirante com os aromas maravilhosos que emergem de seu pacote de comida para viagem.

Esta é uma refeição de pura loucura de churrasco. Normalmente, minha carne preferida é peito. Mas um gostinho da ponta tripla derreter na boca no Harry's me fez reconsiderar essa inclinação. Esta é a carne, espessa com fumaça, tenra como o amor de uma mãe, que há muito tempo imagino ser encontrada no tipo de barracos à beira da estrada que enchem o Meio-Oeste e o Sul - o tipo de articulação obsessiva que nós, californianos do sul, sonhamos em encontrar .

E tem mais, é claro. Sempre existe. O peito de frango é tão bom quanto o tri-tip. As costelas traseiras do bebê sustentam as suas. Há grãos finos para acompanhar, junto com o clássico pão de milho e uma salada "atrevida" à base de vinagre que é um prato que não deve ser ignorado. A carne é transformada em sanduíches e saladas.

Existem porções de jantar consideráveis ​​que vêm com dois lados, pãezinhos e manteiga. E depois, estão os combos, pré-configurados, que dão uma ideia da extensão do catering disponível. Enquanto você espera, anote as fotos de Jon Harry com uma vida inteira de celebridades. Rick Nelson! Glenn Campbell! O homem alimentou todos eles! E nós também.

UMA CERVEJA E UM PÁSSARO

Frango quente Blazin ’Hens Nashville

Slider Stop, 2315 Artesia Blvd., Redondo Beach 310-214-5200, www.blazinhens.com

O frango vem em seis níveis de gostosura, o que deve ser levado a sério. Vai do Simples (aromatizado com sal), passando pelo Mild (pimenta guajillo), Médio (pimenta de Caiena), Quente (habanero), x-Quente (Ghost) e Blazin ’(Carolina Reaper). A última é uma pimenta lendária, cuja ingestão por tolos que simplesmente colocam as pimentas na boca, é conhecida por parar sua respiração e levá-los ao hospital.

O menu também oferece as classificações de gostosura de Scoville. Guajillo pontua 5.000. O Reaper é 1.539.300. Sério quente. Possivelmente fatalmente.

A galinha, quando chega, é uma criação fascinante. A crosta, e há bastante, é tingida de vermelho. Na verdade, uma boa parte do calor parece estar na crosta. É devidamente crocante, o que é bom. E o frango dentro está devidamente úmido, o que também é bom.

Estou tentado a descartá-lo como uma novidade. Mas este é um ótimo frango grelhado. Eu fiquei na extremidade inferior da escala de gostosura, o que me permitiu realmente provar o frango. (No passado, eu me aventurei no reino do ultra-quente. Ele não abre tanto suas papilas gustativas, mas as mata. E você não pode realmente sentir o gosto do que está sob o calor. Se eu apenas quisesse um pedido de crosta quente - bem, alguém provavelmente oferece isso em algum lugar. Mas qual seria o ponto?)

Não há muito mais no menu do lado do frango. Existem bolinhos e batatas fritas, feitos de várias maneiras. (Inclusive com óleo de trufas, que parece excêntrico.) Há uma salada de repolho jalapeño. E refrigerante para esfriar o fogo, o que é uma pena, já que cerveja é muito necessária.

Há waffles para a sobremesa. Eu prefiro sorvete, mas aí está.

PARA OS BRITS, FUTEBOL É FUTEBOL ... MAS AINDA

Pescar com Dinamite

1148 Manhattan Ave., Manhattan Beach 310-893-6299, www.eatfwd.com

Deixe-me dizer, em primeiro lugar, que adoro esta caixinha de isca de restaurante. O icônico chef de frutos do mar David LeFevre & # 8217s tenta criar um restaurante icônico de frutos do mar - algo semelhante a uma versão de Manhattan Beach do SF & # 8217s Swan Oyster Depot, ou NY & # 8217s Grand Central Oyster Bar. É uma noção maluca e maluca - criar um ícone onde um ícone nunca esteve. Mas então, LeFevre é um homem possuído e obcecado.

No caso de Pesca com Dinamite, o nome é muito engraçado - e a comida é loucamente boa. As seções do menu são chamadas de & # 8220 Old School & # 8221 e & # 8220New School. & # 8221 Além disso, & # 8220No School & # 8221 e & # 8220After School. & # 8221

O FwD alimenta poucos comensais de cada vez, em um punhado de regras de afirmação da vida que vão para noções como, & # 8220É & # 8217s totalmente legal sorver & # 8217 ostras & # 8221 e & # 8220Lobster é pronunciado Lob-Stah, assim como Chow-Dah. & # 8221

O chow-dah é feito com bacon Nueske & # 8217s, batatas Weiser Farm e biscoitos de ostra feitos em casa. São mariscos de Manila cozidos no vapor, que chegam nadando em uma banheira de tomate, vermute, linguiça lingüica e croutons de focaccia. Peça o bolo de caranguejo azul de Maryland e (natch!) Os pickles de endro que vêm com são feitos & # 8230in-house. Peça o essencial picante tártaro de atum voador e (claro!) Os chips de camarão são feitos & # 8230in-house. E o peixe com batatas fritas? Está na categoria "Old School", descrito como "Helle’s Lager Battered Cod", servido com as batatas fritas FwD estranhamente crocantes (aromatizadas com alecrim, com uma maionese de vinagre de malte) e, de todas as coisas, uma remoulade de picles de endro.

Comer no FwD é muito divertido. Comer a comida deles em casa enquanto assiste “Ugly Delicious”, me faz sentir falta do lugar. Desesperadamente. Mas estará lá quando esse desagrado acabar. E eu estarei lá também.

UMA FATIA NÃO É APENAS PARA GOLFE

Locale 90 napolitano

1718 S. Catalina Ave., Redondo Beach 310-540-9190, www.locale90.com

No Locale 90 Neapolitan, as pizzas são um exercício de eufemismo - ou, pelo menos, tão perto do eufemismo quanto uma fatia de massa com coberturas variadas chega. O cardápio informa: “Recomendamos que você escolha no máximo três coberturas. As pizzas napolitanas devem ser cobertas levemente para destacar o sabor e os ingredientes de qualidade. & # 8230 A crosta da sua pizza ficará carbonizada em alguns pontos. Isso está correto e como deveria ser. Adiciona sabor. & # 8230 Na Itália, eles comem pizza com garfo e faca. Não o julgaremos se não o fizer, mas pensamos que você gostaria de saber. ”

Eles servem uma pizza muito boa aqui, tão boa quanto qualquer pizza na Baía Sul, um concorrente justo para a torta muito espalhafatosa oferecida na Pizzeria Mozza de Nancy Silverton, considerada pelos feinschmeckers a condição sine qua non da pizza no sul da Califórnia. (E sim, acabei de misturar alemão e latim, na mesma frase!)

Eles cozinham as pizzas em um forno importado, parecendo um pouco com uma colmeia de abelhas do Hades, e as puxam antes de jogá-las ainda chiando nas caixas.

Há uma escolha de 10 pizzas com molho vermelho, seis pizzas brancas (sem molho de tomate) entre os pré-conjuntos - sendo que a mais complexa delas é a capricciosa, coberta com salame de cotto, cogumelos, alcachofra assada e azeitonas Gaeta. A pizza de salame, com pimenta calabresa, vem regada com mel - um toque maravilhoso.

Também há óleo de trufas na pizza de couve e clara de ovo e mascarpone na pizza de cogumelos torrados com tomilho - tão bom, tão ... elegante. (Você também pode criar o seu próprio, elaborado a partir de 18 ingredientes, nenhum dos quais é abacaxi.)

PONTUAÇÃO DE BURGERS!

Shake Shack

Apollo Landing, 2171 Rosecrans Ave., El Segundo 424-397-2170, www.shakeshack.com

Tantas opções - e tantas são tão boas! Devo buscar as batatas fritas, as batatas fritas com queijo ou as batatas fritas com bacon e queijo. Que tal o hambúrguer normal (simples ou duplo, com bacon ou sem), a assinatura ShackBurger (queijo, alface, molho Shack de tomate, simples ou duplo), o SmokeShack (com queijo, bacon defumado, pimentão cereja picado, molho), o 'Shroom Burger (cogumelos portobello fritos crocantes cobertos com queijos muenster e cheddar), ou o Shack Stack (que combina um cheeseburger com um' Shroom Burger).

Como opções adicionais, há um sanduíche de peito de frango crocante (the Chick & # 8216n Shack) e um trio de "Flat Top Dogs" - um deles, feito no estilo Chicago com muitas ... coisas.

E, como um lembrete do motivo pelo qual é chamado de Shake Shack, existem os "Batidos Fiados à Mão Clássicos" - em sabores como caramelo salgado e manteiga de amendoim. Há uma boia de vaca roxa. Em outras palavras, há muito a ser considerado.

Acólitos juram que este é o Grande Hambúrguer Americano. Que é o sine qua non, o ideal platônico, aquele contra o qual os clássicos In-N-Out devem ser medidos. Eu acho que, como o Krispy Kreme, que foi saudado, muitos anos atrás, como a encarnação definitiva e quintessencial do donut, o ShackBurger é um alimento muito bom. Certamente é melhor do que Mickey D's, Burger King, Wendy's e outros.

Saúdo a rede por seu compromisso com as carnes 100% naturais e a carne Angus “entregue fresca, com alimentação vegetariana e criada de forma humana”. É bom comer um hambúrguer ... e sentir como se o planeta pudesse sobreviver um pouco mais pelo esforço.

PARA PONTOS EXTRA… TACOS!

If you ask for a takeout menu at Kalaveras, the cheery, skull-dominated Mexican restaurant on Avenue I in Redondo Beach, halfway between PCH and Catalina, you’re handed an 8-inch-by-5-inch card, with shared dishes, tacos, entrees, breakfast dishes and desserts on one side.

There’s my old favorite, queso fundido, made even more fun with pickled carrots as an add-on. There are sopes and taquitos and quesadillas — and tacos, nine of them, packed with carne asada, carnitas, chicharron, chicken, braised beef, white fish, shrimp and even a vegan chorizo. No Beyond Meat or Impossible Meat. But I wouldn’t be surprised if that appears it’s becoming the go-to protein of the year.

And yes, bunky, for those who don’t agree that many small tastes are the way to go, there are 18 entrees. Including a snappy molcajete of carne asada, chicken breast, chorizo, queso fresco, grilled cactus and avocado. That’s a meal for two, easy. Especially if you began with the nachos.

And you want to save room for the churro sandwich, the New York style cheesecake, or the fried doughnuts called suspiros. Kalaveras is fun. But you eat too much, you’ll join one of the skulls on the walls faster than you might wish. Moderation in excess is a good motto. Tough as it is to live up to.


Judging the Food and Drink Super Bowl Commercials - Recipes

Preço: $9.99, six-pack

As we highlighted this week, chicken wings don’t mean one thing.

They can be prepared and then dressed in many different ways. Generally speaking, you’re going to have a lot of umami, a lot of spice, and hopefully a lot of crispiness. You definitely need a beer that can stand up to those big and varied flavors.

This old-school icon from Oregon is just the beer for your wing-based gluttony. The brew is built upon five malts with chocolate and wheat malts forming a core. A touch of Pacific Northwest hops add a mild bitterness to cut all that umami. Plus, the ABVs are 5.5 percent, making this an easy all-day drinker.

The Pairing:

What you’re getting with Black Butter Porter is a counterpoint. There’s a clear sense of dark cacao and bitter and almost creamy espresso beans with a touch of sweet vanilla that’s all still somehow light and effervescent. And since sweet and bitter are the perfect reversal of spice and umami, this beer shines as a wing pairing.

Kielbasa — Pilsner Urquell

Preço: $10.79, six-pack

Ah, Kielbasa. The spicy sausage from Central Europe is the grilling masterpiece. It’s thick, meaty, and should be full of herbal seeds and plenty of chili spice. They’re great on their own or sliced with some mustard powder sprinkled over the top. But throw a chunk of kielbasa in a crusty bun with some pickled onion and grain mustard … chef’s kiss.

Sticking with the Central European theme, why not go with a beer that was literally invented to be paired with this type of food?

Pilsner Urquell is the original Bohemian pils and is probably the most quaffable entry on this list, thanks to those bespoke Saaz hops and super soft spring water.

The Pairing:

Pilsner Urquell also has the uncanny ability to really calm down overly sharp spice on the tongue with its floral fizziness and light nature. Those hoppy florals are drawn back but present. The malts have an ever-so-slight sweetness. But the real star of the show is the ability of this beer to go down almost too easily with fatty and spicy sausages.

Nachos — Modelo Negra

Preço: $17.99, 12-pack

A big mess of nachos is never a bad idea. It’s a textural masterpiece of crunchy, crisp, gooey, soft, and bold. It’s also a flavor bomb — hitting some serious umami and savory highs while still touching on grainy corn and smooth dips. There’s a lot going on and it all works.

Modelo Negra is one of those beers that’s hard not to love. It’s light but not simple. There’s a dark, almost toffee, maltiness at the base with a slight hint of cinnamon next to real rye crustiness while also being easy-to-drink. Then there’s a hint of sour creaminess that sneaks in that really rounds this beer out.

The Pairing:

That last note of sour creaminess is what ties this so well to nachos. It creates a bridge of sorts between the sour cream that is likely on your nachos and the flavors of the beer. The malty sweetness with that light body is also a nice counter to the heavier and spicier aspects of a plate of nachos.

Kebabs — New Belgium Voodoo Ranger Imperial IPA

Preço: $11.86, six-pack

Meat on a stick over a fire sounds pretty simple. While it is — in theory — if you don’t marinate or season your kebabs well, they’ll be lackluster at best. You can marinate in yogurt and spices overnight, dry or wet brine for a few hours, or simply season well before they go on the outdoor fire. Just do something.

In the end, you should have a stick of juicy, crispy, and delicious meat (veg optional).

Since we’re talking about a fairly simple dish with kebabs, we’re going big with the beer. Voodoo Ranger Imperial IPA is grande while still feeling accessible. The beer is brewed to really amp up the piney hops while also providing a light counterpoint of bright citrus.

It’s not all dank. But you can’t miss the hop notes, either.

The Pairing:

All that evergreen, resinous nature really will suit standing outside under some trees while grilling up your kebabs. Then the spiciness and citrus of the hops will provide a nice check to the salty and fatty meat, kind of like spritzing the kebabs with lemon juice right after they come off the flame.

Dips — Elysian Superfuzz Blood Orange Pale Ale

Preço: $11.99, six-pack

We wanted to branch this pairing guide out into guacamole, seven-layer dip, ranch, queso, artichoke, blue cheese, salsa rojo, pico, etc. But then we’d be here all day. So let’s just section this off. If you’re serving some sort of chip with some sort of dip or dips, you’ll need a beer that has a little something catchy to it.

A dip is either going to be an umami bomb or cheesy/funky or cut with plenty of citrus and herbs. We’ve got a beer that can work in all those scenarios.

Elysian’s Superfuzz Blood Orange Pale Ale is a beer that can stand up to pretty much anything. The beer is a pairing of German and Pacific Northwest hops with actual blood orange peel and blood orange flesh in the making of the beer.

The Pairing:

The lightness and brightness of this beer will balance nicely with any overly salty treat. At the same time, the beer serves as a nice companion to tart or citrusy snacks. It’s the best of both worlds.

Chili — Allagash North Sky

Preço: $13.99, four-pack

Look, everyone has their own chili recipe. We’re not here to judge you if that includes pintos and ground beef or venison and chili paste or steak and beer with paprika. Make the chili you love and pair it with a good stout, preferably one you can use to make the chili too.

Luckily, there are a lot, lot, lot of stouts to choose from. (Here are thirty we love!)

Allagash’s North Sky hits that nice mark of being very drinkable while packing good flavors to counterpoint a killer chili with a clear sense of dark chocolate, roasted nuts, and an earthy dryness.

The Pairing:

All chili should pair nicely with stout. If you can’t find this one, look for a local craft stout that hits easy notes of dark chocolate and earthiness while still being somewhat creamy and light. The best bet will be to add a can to the chili with the stock to really dial in that pairing.

Sliders/Burgers — Jester King Noble King

Preço: $14.71, 750ml bottle

Burgers are one of those dishes that can be devilishly simple (bun, meat, cheese) or overly complicated (mixed patties, bespoke sauces, ridiculous cheese, one-off buns, random greens that you have to drive an hour to get — you get it). Both have equal merit but on Super Bowl Sunday, the former is likely the play. After all, a well-executed yet simple burger is one of the best delights in the food world.

Do you know what’s great with burgers that are either simply made or all cheffed up? Champagne. But since this isn’t a champagne pairing list, let’s pick a beer that errs close to that with Jester King’s Noble King. This is sort of like a dry and fruity champagne that’s been hopped. There’s a bit of fruity sourness that also holds a slightly creamy yet earthy and grassy funk.

The Pairing:

This works two ways. Either it’ll be a big and bold building block for a simple yet delicious burger with few accouterments and take that humble burger to new heights ou this beer will be the perfect match to a burger with funky Stilton with home-pickled chili peppers and a garlic/truffle aioli that you whisked yourself on a bun that’s been toasted in your backyard firepit.

Again, it’s kind of the best of both worlds.

Hot Dogs — Coors Banquet

Preço: $12.99, 12-pack

There are few things better than the humble hot dog.

It’s all good: grilled, fried, water bath cooked, beer steamed, smoked… topped with ketchup, mayo, mustard, kraut, onions, pickles, cheese, bacon, relish, chili, brisket.

Hell, pile a f*cking heap of poutine on top and the hot dog will still be amazing. It’s a gift and a joy (be sure to buy good ones.)

Let’s keep things simple. Coors Banquet really feels like the best hot dog beer there is. That Rocky Mountain water and Moravian malt come together to make a crushable beer that’s cheap and easy to find everywhere beer is sold. You can’t beat that.

The Pairing:

Banquet also feels like the beer that’ll live up to whatever you put on your hot dog. Bonus points, the beer isn’t going to look down its nose at you for your hot dog topping choices. That’s a win-win, folks.

Brisket — Sierra Nevada Pale Ale

Preço: $10.74, six-pack

A well-made brisket is hard to beat. Still, it takes time and effort to do it well — in an oven or in a smoker. The end result should be unctuous, juicy, savory, peppery, and full of beefy goodness.

A classic dish needs a classic beer. Sierra Nevada’s iconic Pale Ale is just that beer. The brew has the subtlety to really pair well with fatty meats — thanks to those light hop florals next to a slight caramel maltiness. The hint of pine and grain really help keep the taste balanced while the medium body reminds you that you’re drinking a well-crafted beer.

The Pairing:

Brisket is very fatty, juicy, and savory with, hopefully, a peppery edge. There’s a boldness to Sierra’s Pale that just works if you’re stuffing your face with fatty, smoked meat. It’s light meets dark — a flavor explosion.

Pizza — Birra Moretti La Rossa

Preço: $9.99, six-pack

Let’s face it, the majority of folks watching the Super Bowl are going to be eating pizza. This is another dish that can mean about a million different things. One person’s favorite pizza is likely loathed by someone else. In truth, there are no wrong answers. Eat the pizza you like and don’t let anyone else tell you otherwise.

Birra Moretti’s La Rossa is a malty treat that has a slightly sour meets caramel sweet bready crustiness. That’s counterpointed by light and almost floral hoppiness with a touch of dried fruit. Really though, it’s the maltiness next to the effervescence that makes this beer shine as a crushable brew.

The Pairing:

Birra Moretti’s La Rossa feels like it was built to be paired with pizza. That initial maltiness feels like a pizza crust with a touch of sweet tomato. It’s also light enough that it won’t take away precious space for that extra slice you know you’ll want to have.


'The Voice' Judges Go Super Country In a Hilarious New Super Bowl Ad

Blake Shelton? Verificar. Labrador puppies and a baby cow? Check, check!

Blake Shelton has officially managed to convert the rest of the coaches on A voz into country stars. Just check out the gang's new Super Bowl commercial! The ad promoting Season 14, which premieres February 26 on NBC, plays on a few favorite tropes found in the genre's songs and quickly escalates into the ridiculous.

This year's "Sexiest Man Alive" is shown kicking back in a rocking chair on the porch of a log cabin alongside adorable Labrador puppies and a Clydesdale horse (likely also a nod to Budweiser's Super Bowl staple). Then there's Adam Levine, sipping on "Grandma's lemonade," which he jokes "accents my cheekbones."

Alicia Keys swaps her piano bench for a hay bale, and new judge Kelly Clarkson glides down a hill just like the intro to Little House on the Prairie& mdashfollowed by an insanely long train, a giant crowd, and a church choir.

There are also doves, a country breeze, fresh-baked pies on the windowsill, and a motorcycle. Even host Carson Daly appears at the end, holding a precious baby cow. They may be joking, but we actually like the sound of this all-country A voz& mdashand Blake sure looks at home! This is one Super Bowl ad that'll be hard to beat.


Food reality TV obsession

Having an obsession with both, it stands to reason that reality food shows are a slight addiction of mine. Who doesn’t love watching our favorite chef cook up a storm&mdashfrom Ramsay and his obscene mouth, to Duff of Charm City Cakes and his infectious laugh, to Padma’s fashion faux pas, you know she has them, more than we care to see. Let’s create our own water cooler moment, a place for us to come together and talk food reality television.

A word of advice, despite this column coming to you two weeks into Season 3 of Food Network’s, “The Next Iron Chef” and three weeks into Bravo’s latest “Top Chef” franchise, “Just Desserts” (two personal favorites of mine), these are just two shows that will be touched on as we judge them&mdashcouch potato style. If you’re not already watching these two shows, you’d better set your DVR now.

Come to think of it, once you’ve finished reading this, head to your television and set your recorder to anything food reality related on Fox, Food Network, Travel Channel, TLC and any other channel you can think of&mdashit will make this relationship of ours easier.

I want to take a moment to talk about “The Next Iron Chef,” hosted this year by Season 1 winner, Iron Chef Michael Symon. I try and pay extra attention to this show’s contestants because one of these guys or gals are going to stick around on the Food Network, not just as a future Iron Chef, but they also will make numerous appearances across the network and will eventually have their own show. My bet is on Duskie Estes, as much as I love Cat Cora, she really needs a female counterpart on “Iron Chef America,” and Duskie Estes might just be that person.


A peek at PepsiCo's Super Bowl marketing playbook

PepsiCo asked Culinary Institute of America students to create the ultimate Super Bowl party fare by using the company's food and beverages as ingredients.

Students and competitors Olivia DeSalvo and Marie Taccino, with chef Anne Burrell, check out potential ingredients. (Photo: Robert Deutsch, USA TODAY)

HYDE PARK, N.Y. — There's chopping, slicing, blending, breading and sautéeing going on in this second-floor kitchen at the famed Culinary Institute of America.

There's also some bantering and brainstorming — as well as a heaping serving of corporate branding.

It's a Saturday afternoon, and eight CIA students are showing off their cooking chops in a bid to win scholarship money and a trip to the Super Bowl via PepsiCo's "Game Day Grub Match" competition.

These rookie chefs are tasked with creating the ultimate Big Game party fare. But there's a caveat: They must use at least three PepsiCo products as ingredients. For the students, it's about 15 minutes of fame and some prize money for good measure. For PepsiCo., it's yet another corporate-created marketing move to make the most of its multimillion-dollar Super Bowl sponsorship investment.

The students — who were told a few days earlier that they were selected to compete — came with prepared recipe concepts. Yet their final dishes could come to fruition only after they saw the PepsiCo products provided as potential ingredients.

Earlier on Saturday, each team received a trunk with soft drinks, chips, oatmeal, dips and other fare from PepsiCo brands such as Frito-Lay, Tropicana, Pepsi-Cola, Quaker and Naked Juice. Shelves in the kitchen were packed with even more PepsiCo ingredient choices.

Now, toque-topped students poured Pepsi over pork, marinated chicken in Tostitos salsa and mixed Quaker Oats in a batter to create foods such as "Pepsi Pulled Pork With Slammin' Slaw on a Crunchy Quaker Oat Biscuit" and "Chicken Chipotle Salsa Super Bowl-ritos."

Food Network star and Grub Match host Anne Burrell roamed the kitchen, advocating the use of Rold Gold pretzels and Tostitos chips to add crunch and flavor. She stressed the "huge opportunity" to crush Lay's Kettle Cooked chips or SunChips for breading.

Chef Anne Burrell stands between students Mason Aronson, Adam Shoemaker, Ryan Hartwell and Mathew Kilgus during a cook-off at The Culinary Institute of America. (Photo: Robert Deutsch, USA TODAY)

To make sure this branding bonanza reached the masses, PepsiCo brought in a crew to film a reality-show-esque video series that will launch Tuesday on gamedaygrubmatch.com.

The Grub Match is one of many brand-promoting maneuvers that PepsiCo has cooked up for Super Bowl XLIX.

On Feb. 1, it'll join other firms that paid up to $4.5 million for 30 seconds of commercial time, advertising its Doritos and Pepsi brands.

Pepsi also sponsors the halftime show and Tostitos will host a "Tostitos Party Blvd." area in the downtown area of Super Bowl host city Phoenix.

The most shared Super Bowl ad ever

In this cluttered media environment, it's difficult for an in-game advertiser to stand out with just a commercial, says Allen Adamson, North American chairman at branding firm Landor Associates.

Companies must be creative in designing their Big Game playbooks and need to reach consumers before, during and after the game, he says.

Super Bowl advertisers ready to rock

As for the Grub Match, Adamson notes that it's "a bit of as stretch because you don't think of PepsiCo products as ingredients in high-end Culinary Institute of America food."

But he also notes that this is a unique, even "clever," way for PepsiCo to spread Super Bowl star power across its brands.

PepsiCo spokesman Jeff Dahncke says the cook-off provides a "dual benefit" of creating recipes for football fans and foodies "while also reminding them that we offer the range of choices."

Students and competitors Matthew Johnson and Cullen Folks listen to Anne Burrell of the Food Network. (Photo: Robert Deutsch, USA TODAY)

PROMOTING A PORTFOLIO

The promotion of Pepsi's vast portfolio comes at a time when one major category — soft drinks — faces big challenges.

Consumer group raps Swift's Coke ties

Sugary soft drinks have been a target for politicians and health advocates. At the same time, consumption has declined.

In 2013, U.S. total sales volume in the carbonated soft drink category was down 3% to about 8.9 billion cases, according to the latest sales data from industry tracker Beverage Digest. That sales volume was down 1.2% in 2012 and down 1% in 2011.

Matthew Johnson and Cullen Folks, members of "Team 1," coveted the contest's monetary prize, which is a $5,000 scholarship for the winning team to share.

"We both have no money," Johnson said. "So the money side was important for us."

That team may have lacked cash, but they had confidence.

"On the spot, we really can come up with anything" Johnson said Saturday. "The food will come naturally."

Team 2 served up a "Shelling in the Lay's Potato Chip Sand"-themed dish that featured a crab cake and bacon-wrapped shrimp on a bed of crushed potato chips.

On Sunday, a judging panel consisting of professional chefs and one pro football player questioned the beach motif.

In the end, that dish didn't make the cut.

Team 1: Matthew Johnson, left, and Cullen Folks face the Game Day Grudge Match judges. (Photo: Robert Deutsch, USA TODAY)

The judges selected Johnson and Folks (creators of the chipotle salsa burrito) and Marie Taccino and Olivia DeSalvo (creators of the pulled pork sandwich with coleslaw) as semifinalists.

The former used Tostitos Cantina Chipotle salsa, Pepsi, Sierra Mist, Fritos Bean Dip Original Flavor and Sabra Guacamole as ingredients. The latter used Quaker Oats, Pepsi, Naked Chia Cherry Lime, Fritos and Tropicana Farm Stand Peach Mango.

Those two teams will head to Arizona, sample their dishes for athletes and professional chefs, and a winner will be named at a NFL food event the Saturday before the Super Bowl.


Assista o vídeo: Budweiser Whassup. Wassup. Wazzup Commercials: The Ultimate Collection 19992018 (Dezembro 2021).