Receitas tradicionais

JetBlue chuta família para fora do avião durante o bolo de aniversário

JetBlue chuta família para fora do avião durante o bolo de aniversário

O incidente ocorreu em 3 de maio no Aeroporto John F. Kennedy

O bolo de aniversário com creme de manteiga foi feito pela padaria Tonnie’s Mini, cuja especialidade é bolo de cenoura feito com uma receita familiar.

Cameron Burke, sua esposa Minta e seus dois filhos estavam a caminho de Las vegas para comemorar um aniversário quando eles foram chutados de seu JetBlue voo - não de assentos com overbook, mas devido a uma disputa sobre onde colocar um bolo de aniversário, de acordo com New York Daily News.

O bolo, de Minis de Tonnie padaria em Cidade de Nova York, foi originalmente armazenado na bagagem de mão colocada em um compartimento superior; no entanto, Burke diz que obedeceu quando um comissária de bordo disse-lhe para retirar o bolo do compartimento e colocá-lo sob o assento à sua frente.

Burke diz que outro comissário de bordo apareceu e disse que ele estava sendo "incompatível".

“Eu disse:‘ Senhorita, você tem bebido? ’Porque o comportamento dela era irracional e ela foi embora”, disse Burke ao New York Daily News.

Quando foi convidado a deixar o vôo, junto com sua família, ele começou a registrar o incidente. Os policiais da Autoridade Portuária foram chamados, anotaram suas informações e foram embora.

De acordo com Doug McGraw, porta-voz da JetBlue, Burke e sua família foram os culpados por armazenar o bolo em um compartimento reservado para equipamentos de emergência e segurança. A companhia aérea afirma ainda que a família se recusou a retirar o bolo após vários pedidos.

“Os clientes ficaram agitados, xingaram e gritaram com a tripulação e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar”, disse McGraw. “Depois que os clientes se recusaram a falar com um líder de equipe sobre a situação, o Departamento de Polícia da Autoridade Portuária foi chamado e toda a aeronave desembarcou.”

Burke e sua família conseguiram reservar outro voo para Las Vegas por meio companhias aéreas Unidos em 4 de maio.

Para ler cerca de 5 vezes que as pessoas foram expulsas de aviões por motivos ridículos, clique aqui.


Família deu início ao vôo JetBlue durante o bolo de aniversário

Esta postagem contém referências a produtos de um ou mais de nossos anunciantes. Podemos receber uma compensação quando você clica em links para esses produtos. Os termos se aplicam às ofertas listadas nesta página. Para obter uma explicação sobre nossa política de publicidade, visite esta página.

Atualização 15/5/17 9h20: JetBlue forneceu a seguinte declaração para The Points Guy em relação a este incidente:

Durante o embarque, os clientes guardaram seu bolo e outros itens em um compartimento superior reservado para equipamentos de segurança e emergência e recusaram vários pedidos da tripulação para remover os itens. Os regulamentos federais exigem que o equipamento de emergência permaneça desobstruído durante o vôo. Os clientes ficaram agitados, praguejaram e gritaram com a tripulação, e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar. Depois que os clientes se recusaram a falar com um líder de equipe sobre a situação, o Departamento de Polícia da Autoridade Portuária foi chamado e toda a aeronave desembarcou. O capitão determinou que o comportamento dos clientes demonstrou um risco de escalada adicional no ar e não teria permissão para voar. Um reembolso total foi dado. Os restantes clientes embarcaram novamente e o voo partiu sem mais interrupções.

Todos os clientes podem trazer a bordo uma bagagem de mão e um item pessoal, incluindo bolos, dentro dos limites de tamanho.

O vídeo em circulação não retrata todo o incidente e só começa depois que o comportamento questionável ocorreu e as autoridades policiais foram acionadas.

O vídeo recém-publicado sugere que os passageiros em um voo da JetBlue de Nova York (JFK) para Las Vegas (LAS) foram forçados a deixar o avião por causa da disputa entre companhias aéreas e uma família de Nova Jersey sobre onde poderiam armazenar um bolo de aniversário.

O WABC-NY e o New York Daily News relatam que a família estava em uma viagem surpresa para Minta Burke organizada por seu marido Cameron, que colocou o bolo de aniversário Tonnie & rsquos Minis no compartimento superior em seu voo JetBlue de 3 de maio de Nova York para Sin Cidade. Quando um comissário de bordo da JetBlue lhes disse que precisava ser transferida, a família disse que atendeu ao pedido, primeiro movendo o bolo para outro compartimento superior e, em seguida, novamente para debaixo do assento à sua frente.

Mas então, de acordo com Cameron Burke, um segundo comissário de bordo da JetBlue chegou ao local e repreendeu o comissário original e Cameron. "Eu os abordei e disse que estava tudo bem, e ela disse," lsquosir, isso não envolve você ", disse Burke ao WABC-NY. & ldquoQuando ela me disse que eu não estava em conformidade, eu disse & lsquoma & rsquoam, você andou bebendo? & rsquo porque o comportamento dela não era normal. & rdquo

Aparentemente, naquele momento, um terceiro funcionário da companhia aérea abordou a família e pediu que desembarcassem. Burke recusou e a polícia do aeroporto JFK foi chamada ao local. O videoclipe abaixo foi filmado por Burke e postado no Twitter pelo repórter da WABC-TV & mdash mostra a polícia já tendo chegado na aeronave e a discussão que se seguiu.

A família de Jersey City começou a voar sobre um bolo. @JetBlue diz que o passageiro estava agitado / risco à segurança. O vídeo parece contar uma história diferente. pic.twitter.com/q0zQzNbHoa

& mdash CeFaan Kim (@CeFaanKim) 14 de maio de 2017

A JetBlue afirma que a família foi convidada a sair devido ao seu comportamento, que incluía originalmente colocar o bolo em um compartimento de emergência que continha equipamentos de segurança. "Os clientes ficaram agitados, xingaram e gritaram com a tripulação e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar", disse o porta-voz da JetBlue Doug McGraw ao New York Daily News.

Embora Burke concorde que questionou a sobriedade do comissário de bordo, o vídeo do incidente não parece apoiar a alegação da JetBlue de que a família era beligerante. No mínimo, a família parece chocada e confusa com a situação & mdash uma das crianças começa a chorar enquanto os Burke mostram aos policiais o bolo no chão. Nenhum outro passageiro parece estar reagindo à situação e o oficial responsável diz repetidamente à família & ldquono one & rsquos em qualquer problema & rdquo e & ldquono one fez algo errado. & Rdquo

Mas, eventualmente, o oficial os informa que a JetBlue decidiu que todo o vôo teria que ser remarcado, que aparentemente foi como a JetBlue lidou com a remoção da família do avião. Burke diz que a companhia aérea reembolsou a família integralmente pelas passagens, que foram compradas com uma combinação de dinheiro e pontos TrueBlue.

O vídeo é o mais recente de uma série de vídeos filmados por passageiros, mostrando confrontos com tripulantes de companhias aéreas e a bordo de aeronaves. Embora o vídeo deste incidente ocorra após a interação entre Burke e o comissário de bordo já ter terminado, entramos em contato com a JetBlue sobre a aparente discrepância entre a descrição dos eventos da companhia aérea e o vídeo que mostra as consequências, e atualizaremos esta postagem com qualquer notícia adicional.


Família deu início ao vôo JetBlue durante o bolo de aniversário

Esta postagem contém referências a produtos de um ou mais de nossos anunciantes. Podemos receber uma compensação quando você clica em links para esses produtos. Os termos se aplicam às ofertas listadas nesta página. Para obter uma explicação sobre nossa política de publicidade, visite esta página.

Atualização 15/5/17 9h20: JetBlue forneceu a seguinte declaração para The Points Guy em relação a este incidente:

Durante o embarque, os clientes guardaram seu bolo e outros itens em um compartimento superior reservado para equipamentos de segurança e emergência e recusaram vários pedidos da tripulação para remover os itens. Os regulamentos federais exigem que o equipamento de emergência permaneça desobstruído durante o vôo. Os clientes ficaram agitados, praguejaram e gritaram com a tripulação, e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar. Depois que os clientes se recusaram a falar com um líder de equipe sobre a situação, o Departamento de Polícia da Autoridade Portuária foi chamado e toda a aeronave desembarcou. O capitão determinou que o comportamento dos clientes demonstrou um risco de escalada adicional no ar e não teria permissão para voar. Um reembolso total foi dado. Os restantes clientes embarcaram novamente e o voo partiu sem mais interrupções.

Todos os clientes podem trazer a bordo uma bagagem de mão e um item pessoal, incluindo bolos, dentro dos limites de tamanho.

O vídeo em circulação não retrata todo o incidente e só começa depois que o comportamento questionável ocorreu e as autoridades policiais foram acionadas.

O vídeo recém-publicado sugere que os passageiros em um voo da JetBlue de Nova York (JFK) para Las Vegas (LAS) foram forçados a deixar o avião por causa da disputa entre companhias aéreas e uma família de Nova Jersey sobre onde poderiam armazenar um bolo de aniversário.

O WABC-NY e o New York Daily News relatam que a família estava em uma viagem surpresa para Minta Burke organizada por seu marido Cameron, que colocou o bolo de aniversário Tonnie & rsquos Minis no compartimento superior em seu voo JetBlue de 3 de maio de Nova York para Sin Cidade. Quando um comissário de bordo da JetBlue lhes disse que precisava ser transferida, a família disse que atendeu ao pedido, primeiro movendo o bolo para outro compartimento superior e, em seguida, novamente para debaixo do assento à sua frente.

Mas então, de acordo com Cameron Burke, um segundo comissário de bordo da JetBlue chegou ao local e repreendeu o comissário original e Cameron. "Eu os abordei e disse que estava tudo bem, e ela disse," lsquosir, isso não envolve você ", disse Burke ao WABC-NY. & ldquoQuando ela me disse que eu não estava em conformidade, eu disse & lsquoma & rsquoam, você andou bebendo? & rsquo porque o comportamento dela não era normal. & rdquo

Aparentemente, naquele momento, um terceiro funcionário da companhia aérea abordou a família e pediu que desembarcassem. Burke recusou e a polícia do aeroporto JFK foi chamada ao local. O videoclipe abaixo foi filmado por Burke e postado no Twitter pelo repórter da WABC-TV & mdash mostra a polícia já tendo chegado na aeronave e a discussão que se seguiu.

A família de Jersey City começou a voar sobre um bolo. @JetBlue diz que o passageiro estava agitado / risco à segurança. O vídeo parece contar uma história diferente. pic.twitter.com/q0zQzNbHoa

& mdash CeFaan Kim (@CeFaanKim) 14 de maio de 2017

A JetBlue afirma que a família foi convidada a sair devido ao seu comportamento, que incluía originalmente colocar o bolo em um compartimento de emergência que continha equipamentos de segurança. "Os clientes ficaram agitados, xingaram e gritaram com a tripulação e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar", disse o porta-voz da JetBlue Doug McGraw ao New York Daily News.

Embora Burke concorde que questionou a sobriedade do comissário de bordo, o vídeo do incidente não parece apoiar a alegação da JetBlue de que a família era beligerante. No mínimo, a família parece chocada e confusa com a situação & mdash uma das crianças começa a chorar enquanto os Burke mostram aos policiais o bolo no chão. Nenhum outro passageiro parece estar reagindo à situação e o oficial responsável diz repetidamente à família & ldquono one & rsquos em qualquer problema & rdquo e & ldquono one fez algo errado. & Rdquo

Mas, eventualmente, o oficial os informa que a JetBlue decidiu que todo o vôo teria que ser remarcado, que aparentemente foi como a JetBlue lidou com a remoção da família do avião. Burke diz que a companhia aérea reembolsou a família integralmente pelas passagens, que foram compradas com uma combinação de dinheiro e pontos TrueBlue.

O vídeo é o mais recente de uma série de vídeos filmados por passageiros, mostrando confrontos com tripulantes de companhias aéreas e a bordo de aeronaves. Embora o vídeo deste incidente ocorra após a interação entre Burke e o comissário de bordo já ter terminado, entramos em contato com a JetBlue sobre a aparente discrepância entre a descrição dos eventos da companhia aérea e o vídeo que mostra as consequências, e atualizaremos esta postagem com qualquer notícia adicional.


Família deu início ao vôo JetBlue durante o bolo de aniversário

Esta postagem contém referências a produtos de um ou mais de nossos anunciantes. Podemos receber uma compensação quando você clica em links para esses produtos. Os termos se aplicam às ofertas listadas nesta página. Para obter uma explicação sobre nossa política de publicidade, visite esta página.

Atualização 15/5/17 9h20: JetBlue forneceu a seguinte declaração para The Points Guy em relação a este incidente:

Durante o embarque, os clientes guardaram seu bolo e outros itens em um compartimento superior reservado para equipamentos de segurança e emergência e recusaram vários pedidos da tripulação para remover os itens. Os regulamentos federais exigem que o equipamento de emergência permaneça desobstruído durante o vôo. Os clientes ficaram agitados, praguejaram e gritaram com a tripulação, e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar. Depois que os clientes se recusaram a falar com um líder de equipe sobre a situação, o Departamento de Polícia da Autoridade Portuária foi chamado e toda a aeronave desembarcou. O capitão determinou que o comportamento dos clientes demonstrou um risco de escalada adicional no ar e não teria permissão para voar. Um reembolso total foi dado. Os restantes clientes embarcaram novamente e o voo partiu sem mais interrupções.

Todos os clientes podem trazer a bordo uma bagagem de mão e um item pessoal, incluindo bolos, dentro dos limites de tamanho.

O vídeo em circulação não retrata todo o incidente e só começa depois que o comportamento questionável ocorreu e as autoridades policiais foram acionadas.

O vídeo recém-publicado sugere que os passageiros em um voo da JetBlue de Nova York (JFK) para Las Vegas (LAS) foram forçados a deixar o avião por causa da disputa entre companhias aéreas e uma família de Nova Jersey sobre onde poderiam armazenar um bolo de aniversário.

O WABC-NY e o New York Daily News relatam que a família estava em uma viagem surpresa para Minta Burke organizada por seu marido Cameron, que colocou o bolo de aniversário Tonnie & rsquos Minis no compartimento superior em seu voo JetBlue de 3 de maio de Nova York para Sin Cidade. Quando um comissário de bordo da JetBlue lhes disse que precisava ser transferida, a família disse que atendeu ao pedido, primeiro movendo o bolo para outro compartimento superior e, em seguida, novamente para debaixo do assento à sua frente.

Mas então, de acordo com Cameron Burke, um segundo comissário de bordo da JetBlue chegou ao local e repreendeu o comissário original e Cameron. "Eu os abordei e disse que estava tudo bem, e ela disse," lsquosir, isso não envolve você ", disse Burke ao WABC-NY. & ldquoQuando ela me disse que eu não estava em conformidade, eu disse & lsquoma & rsquoam, você andou bebendo? & rsquo porque o comportamento dela não era normal. & rdquo

Aparentemente, naquele momento, um terceiro funcionário da companhia aérea abordou a família e pediu que desembarcassem. Burke recusou e a polícia do aeroporto JFK foi chamada ao local. O videoclipe abaixo foi filmado por Burke e postado no Twitter pelo repórter da WABC-TV & mdash mostra a polícia já tendo chegado na aeronave e a discussão que se seguiu.

A família de Jersey City começou a voar sobre um bolo. @JetBlue diz que o passageiro estava agitado / risco à segurança. O vídeo parece contar uma história diferente. pic.twitter.com/q0zQzNbHoa

& mdash CeFaan Kim (@CeFaanKim) 14 de maio de 2017

A JetBlue afirma que a família foi convidada a sair devido ao seu comportamento, que incluía originalmente colocar o bolo em um compartimento de emergência que continha equipamentos de segurança. "Os clientes ficaram agitados, xingaram e gritaram com a tripulação e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar", disse o porta-voz da JetBlue Doug McGraw ao New York Daily News.

Embora Burke concorde que questionou a sobriedade do comissário de bordo, o vídeo do incidente não parece apoiar a alegação da JetBlue de que a família era beligerante. No mínimo, a família parece chocada e confusa com a situação & mdash uma das crianças começa a chorar enquanto os Burke mostram aos policiais o bolo no chão. Nenhum outro passageiro parece estar reagindo à situação e o oficial responsável diz repetidamente à família & ldquono one & rsquos em qualquer problema & rdquo e & ldquono one fez algo errado. & Rdquo

Mas, eventualmente, o oficial os informa que a JetBlue decidiu que todo o vôo teria que ser remarcado, que aparentemente foi como a JetBlue lidou com a remoção da família do avião. Burke diz que a companhia aérea reembolsou a família integralmente pelas passagens, que foram compradas com uma combinação de dinheiro e pontos TrueBlue.

O vídeo é o mais recente de uma série de vídeos filmados por passageiros, mostrando confrontos com tripulantes de companhias aéreas e a bordo de aeronaves. Embora o vídeo deste incidente ocorra após a interação entre Burke e o comissário de bordo já ter terminado, entramos em contato com a JetBlue sobre a aparente discrepância entre a descrição dos eventos da companhia aérea e o vídeo que mostra as consequências, e atualizaremos esta postagem com qualquer notícia adicional.


Família deu início ao vôo JetBlue durante o bolo de aniversário

Esta postagem contém referências a produtos de um ou mais de nossos anunciantes. Podemos receber uma compensação quando você clica em links para esses produtos. Os termos se aplicam às ofertas listadas nesta página. Para obter uma explicação sobre nossa política de publicidade, visite esta página.

Atualização 15/05/17 9h20: JetBlue forneceu a seguinte declaração para The Points Guy em relação a este incidente:

Durante o embarque, os clientes guardaram seu bolo e outros itens em um compartimento superior reservado para equipamentos de segurança e emergência e recusaram vários pedidos da tripulação para remover os itens. Os regulamentos federais exigem que o equipamento de emergência permaneça desobstruído durante o vôo. Os clientes ficaram agitados, praguejaram e gritaram com a tripulação, e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar. Depois que os clientes se recusaram a falar com um líder de equipe sobre a situação, o Departamento de Polícia da Autoridade Portuária foi chamado e toda a aeronave desembarcou. O capitão determinou que o comportamento dos clientes demonstrou um risco de escalada adicional no ar e não teria permissão para voar. Um reembolso total foi dado. Os restantes clientes embarcaram novamente e o voo partiu sem mais interrupções.

Todos os clientes podem trazer a bordo uma bagagem de mão e um item pessoal, incluindo bolos, dentro dos limites de tamanho.

O vídeo em circulação não retrata todo o incidente e só começa depois que o comportamento questionável ocorreu e as autoridades policiais foram acionadas.

O vídeo recém-publicado sugere que os passageiros em um voo da JetBlue de Nova York (JFK) para Las Vegas (LAS) foram forçados a deixar o avião por causa da disputa entre a companhia aérea e uma família de Nova Jersey sobre onde poderiam armazenar um bolo de aniversário.

O WABC-NY e o New York Daily News relatam que a família estava em uma viagem surpresa para Minta Burke organizada por seu marido Cameron, que colocou o bolo de aniversário Tonnie & rsquos Minis no compartimento superior em seu voo JetBlue de 3 de maio de Nova York para Sin Cidade. Quando um comissário de bordo da JetBlue disse a eles que o lugar precisava ser transferido, a família disse que atendeu ao pedido, primeiro movendo o bolo para outro compartimento superior e, em seguida, novamente para debaixo do assento à sua frente.

Mas então, de acordo com Cameron Burke, um segundo comissário de bordo da JetBlue chegou ao local e repreendeu o comissário original e Cameron. "Eu os abordei e disse que estava tudo bem, e ela disse," lsquosir, isso não envolve você ", disse Burke ao WABC-NY. & ldquoQuando ela me disse que eu não estava em conformidade, eu disse & lsquoma & rsquoam, você andou bebendo? & rsquo porque o comportamento dela não era normal. & rdquo

Aparentemente, naquele momento, um terceiro funcionário da companhia aérea abordou a família e pediu que desembarcassem. Burke recusou e a polícia do aeroporto JFK foi chamada ao local. O videoclipe abaixo foi filmado por Burke e postado no Twitter pelo repórter da WABC-TV & mdash mostra a polícia já tendo chegado na aeronave e a discussão que se seguiu.

A família de Jersey City começou a voar sobre um bolo. @JetBlue diz que o passageiro estava agitado / risco à segurança. O vídeo parece contar uma história diferente. pic.twitter.com/q0zQzNbHoa

& mdash CeFaan Kim (@CeFaanKim) 14 de maio de 2017

A JetBlue afirma que a família foi convidada a sair devido ao seu comportamento, que incluía originalmente colocar o bolo em um compartimento de emergência que continha equipamentos de segurança. "Os clientes ficaram agitados, xingaram e gritaram com a tripulação e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar", disse o porta-voz da JetBlue Doug McGraw ao New York Daily News.

Embora Burke concorde que questionou a sobriedade do comissário de bordo, o vídeo do incidente não parece apoiar a alegação da JetBlue de que a família era beligerante. No mínimo, a família parece chocada e confusa com a situação & mdash uma das crianças começa a chorar enquanto os Burke mostram aos policiais o bolo no chão. Nenhum outro passageiro parece estar reagindo à situação e o oficial responsável diz repetidamente à família & ldquono one & rsquos em qualquer problema & rdquo e & ldquono one fez algo errado. & Rdquo

Mas, eventualmente, o oficial os informa que a JetBlue decidiu que todo o vôo teria que ser remarcado, que aparentemente foi como a JetBlue lidou com a remoção da família do avião. Burke diz que a companhia aérea reembolsou a família integralmente pelas passagens, que foram compradas com uma combinação de dinheiro e pontos TrueBlue.

O vídeo é o mais recente de uma série de vídeos filmados por passageiros, mostrando confrontos com tripulantes de companhias aéreas e a bordo de aeronaves. Embora o vídeo deste incidente ocorra após a interação entre Burke e o comissário de bordo já ter terminado, entramos em contato com a JetBlue sobre a aparente discrepância entre a descrição dos eventos da companhia aérea e o vídeo que mostra as consequências, e atualizaremos esta postagem com qualquer notícia adicional.


Família deu início ao vôo JetBlue durante o bolo de aniversário

Esta postagem contém referências a produtos de um ou mais de nossos anunciantes. Podemos receber uma compensação quando você clica em links para esses produtos. Os termos se aplicam às ofertas listadas nesta página. Para obter uma explicação sobre nossa política de publicidade, visite esta página.

Atualização 15/5/17 9h20: JetBlue forneceu a seguinte declaração para The Points Guy em relação a este incidente:

Durante o embarque, os clientes guardaram seu bolo e outros itens em um compartimento superior reservado para equipamentos de segurança e emergência e recusaram vários pedidos da tripulação para remover os itens. Os regulamentos federais exigem que o equipamento de emergência permaneça desobstruído durante o vôo. Os clientes ficaram agitados, praguejaram e gritaram com a tripulação, e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar. Depois que os clientes se recusaram a falar com um líder de equipe sobre a situação, o Departamento de Polícia da Autoridade Portuária foi chamado e toda a aeronave desembarcou. O capitão determinou que o comportamento dos clientes demonstrou um risco de escalada adicional no ar e não teria permissão para voar. Um reembolso total foi dado. Os restantes clientes embarcaram novamente e o voo partiu sem mais interrupções.

Todos os clientes podem trazer a bordo uma bagagem de mão e um item pessoal, incluindo bolos, dentro dos limites de tamanho.

O vídeo em circulação não retrata todo o incidente e só começa depois que o comportamento questionável ocorreu e as autoridades policiais foram acionadas.

O vídeo recém-publicado sugere que os passageiros em um voo da JetBlue de Nova York (JFK) para Las Vegas (LAS) foram forçados a deixar o avião por causa da disputa entre companhias aéreas e uma família de Nova Jersey sobre onde poderiam armazenar um bolo de aniversário.

O WABC-NY e o New York Daily News relatam que a família estava em uma viagem surpresa para Minta Burke organizada por seu marido Cameron, que colocou o bolo de aniversário Tonnie & rsquos Minis no compartimento superior em seu voo JetBlue de 3 de maio de Nova York para Sin Cidade. Quando um comissário de bordo da JetBlue lhes disse que precisava ser transferida, a família disse que atendeu ao pedido, primeiro movendo o bolo para outro compartimento superior e, em seguida, novamente para debaixo do assento à sua frente.

Mas então, de acordo com Cameron Burke, um segundo comissário de bordo da JetBlue chegou ao local e repreendeu o comissário original e Cameron. "Eu os abordei e disse que estava tudo bem, e ela disse," lsquosir, isso não envolve você ", disse Burke ao WABC-NY. & ldquoQuando ela me disse que eu não estava em conformidade, eu disse & lsquoma & rsquoam, você andou bebendo? & rsquo porque o comportamento dela não era normal. & rdquo

Aparentemente, naquele momento, um terceiro funcionário da companhia aérea abordou a família e pediu que desembarcassem. Burke recusou e a polícia do aeroporto JFK foi chamada ao local. O videoclipe abaixo foi filmado por Burke e postado no Twitter pelo repórter da WABC-TV & mdash mostra a polícia já tendo chegado na aeronave e a discussão que se seguiu.

A família de Jersey City começou a voar sobre um bolo. @JetBlue diz que o passageiro estava agitado / risco à segurança. O vídeo parece contar uma história diferente. pic.twitter.com/q0zQzNbHoa

& mdash CeFaan Kim (@CeFaanKim) 14 de maio de 2017

A JetBlue afirma que a família foi convidada a sair devido ao seu comportamento, que incluía originalmente colocar o bolo em um compartimento de emergência que continha equipamentos de segurança. "Os clientes ficaram agitados, xingaram e gritaram com a tripulação e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar", disse o porta-voz da JetBlue Doug McGraw ao New York Daily News.

Embora Burke concorde que questionou a sobriedade do comissário de bordo, o vídeo do incidente não parece apoiar a alegação da JetBlue de que a família era beligerante. No mínimo, a família parece chocada e confusa com a situação & mdash uma das crianças começa a chorar enquanto os Burke mostram aos policiais o bolo no chão. Nenhum outro passageiro parece estar reagindo à situação e o oficial responsável diz repetidamente à família & ldquono one & rsquos em qualquer problema & rdquo e & ldquono one fez algo errado. & Rdquo

Mas, eventualmente, o oficial os informa que a JetBlue decidiu que todo o vôo teria que ser remarcado, que aparentemente foi como a JetBlue lidou com a remoção da família do avião. Burke diz que a companhia aérea reembolsou a família integralmente pelas passagens, que foram compradas com uma combinação de dinheiro e pontos TrueBlue.

O vídeo é o mais recente de uma série de vídeos filmados por passageiros, mostrando confrontos com tripulantes de companhias aéreas e a bordo de aeronaves. Embora o vídeo deste incidente ocorra após a interação entre Burke e o comissário de bordo já ter terminado, entramos em contato com a JetBlue sobre a aparente discrepância entre a descrição dos eventos da companhia aérea e o vídeo que mostra as consequências, e atualizaremos esta postagem com qualquer notícia adicional.


Família deu início ao vôo JetBlue durante o bolo de aniversário

Esta postagem contém referências a produtos de um ou mais de nossos anunciantes. Podemos receber uma compensação quando você clica em links para esses produtos. Os termos se aplicam às ofertas listadas nesta página. Para obter uma explicação sobre nossa política de publicidade, visite esta página.

Atualização 15/5/17 9h20: JetBlue forneceu a seguinte declaração para The Points Guy em relação a este incidente:

Durante o embarque, os clientes guardaram seu bolo e outros itens em um compartimento superior reservado para equipamentos de segurança e emergência e recusaram vários pedidos da tripulação para remover os itens. Os regulamentos federais exigem que o equipamento de emergência permaneça desobstruído durante o vôo. Os clientes ficaram agitados, praguejaram e gritaram com a tripulação, e fizeram falsas acusações sobre a aptidão de um tripulante para voar. Depois que os clientes se recusaram a falar com um líder de equipe sobre a situação, o Departamento de Polícia da Autoridade Portuária foi chamado e toda a aeronave desembarcou. O capitão determinou que o comportamento dos clientes demonstrou um risco de escalada adicional no ar e não teria permissão para voar. Um reembolso total foi dado. Os restantes clientes embarcaram novamente e o voo partiu sem mais interrupções.

Todos os clientes podem trazer a bordo uma bagagem de mão e um item pessoal, incluindo bolos, dentro dos limites de tamanho.

O vídeo em circulação não retrata todo o incidente e só começa depois que o comportamento questionável ocorreu e as autoridades policiais foram acionadas.

O vídeo recém-publicado sugere que os passageiros em um voo da JetBlue de Nova York (JFK) para Las Vegas (LAS) foram forçados a deixar o avião por causa da disputa da companhia aérea com uma família de Nova Jersey sobre onde poderiam armazenar um bolo de aniversário.

O WABC-NY e o New York Daily News relatam que a família estava em uma viagem surpresa para Minta Burke organizada por seu marido Cameron, que colocou o bolo de aniversário Tonnie & rsquos Minis no compartimento superior em seu voo JetBlue de 3 de maio de Nova York para Sin Cidade. Quando um comissário de bordo da JetBlue disse a eles que o lugar precisava ser transferido, a família disse que atendeu ao pedido, primeiro movendo o bolo para outro compartimento superior e, em seguida, novamente para debaixo do assento à sua frente.

Mas então, de acordo com Cameron Burke, um segundo comissário de bordo JetBlue chegou ao local e repreendeu o comissário original e Cameron. "Eu os abordei e disse que estava tudo bem, e ela disse," lsquosir, isso não envolve você ", disse Burke ao WABC-NY. & ldquoQuando ela me disse que eu não estava em conformidade, eu disse & lsquoma & rsquoam, você andou bebendo? & rsquo porque o comportamento dela não era normal. & rdquo

Aparentemente, naquele momento, um terceiro funcionário da companhia aérea abordou a família e pediu que desembarcassem. Burke recusou e a polícia do aeroporto JFK foi chamada ao local. O videoclipe abaixo foi filmado por Burke e postado no Twitter pelo repórter da WABC-TV & mdash mostra a polícia já tendo chegado na aeronave e a discussão que se seguiu.

A família de Jersey City começou a voar sobre um bolo. @JetBlue diz que o passageiro estava agitado / risco à segurança. O vídeo parece contar uma história diferente. pic.twitter.com/q0zQzNbHoa

& mdash CeFaan Kim (@CeFaanKim) 14 de maio de 2017

A JetBlue afirma que a família foi convidada a sair devido ao seu comportamento, que incluía originalmente colocar o bolo em um compartimento de emergência que continha equipamentos de segurança. &ldquoThe customers became agitated, cursed and yelled at the crew, and made false accusations about a crew member&rsquos fitness to fly,&rdquo JetBlue spokesman Doug McGraw told the New York Daily News.

While Burke agrees he questioned the flight attendant&rsquos sobriety, the video from the incident doesn&rsquot appear to back up JetBlue&rsquos claim of the family being belligerent. If anything, the family seems shocked and confused about the situation &mdash one of the children starts crying as the Burkes show the police officers the cake on the floor. No other passengers appear to be reacting to the situation and the officer in charge repeatedly tells the family &ldquono one&rsquos in any trouble&rdquo and &ldquono one did anything wrong.&rdquo

But eventually the officer informs them that JetBlue had decided the entire flight would have to be rebooked, which was apparently how JetBlue handled removing the family from the airplane. Burke says the airline refunded the family in full for their tickets, which had been purchased with a combination of cash and TrueBlue points.

The video is the latest in a string of videos shot by passengers showing confrontations with airline personnel and aboard aircraft. While the video in this incident takes place after the interaction between Burke and the flight attendant is already over, we have reached out to JetBlue regarding the seeming discrepancy between the airline&rsquos description of events and the video showing the aftermath, and we will update this post with any additional news.


Family Kicked Off JetBlue Flight Over Birthday Cake

This post contains references to products from one or more of our advertisers. We may receive compensation when you click on links to those products. Terms apply to the offers listed on this page. For an explanation of our Advertising Policy, visit this page.

Update 5/15/17 9:20am: JetBlue has provided the following statement to The Points Guy regarding this incident:

During boarding, the customers stowed their cake and other items in an overhead bin reserved for safety and emergency equipment, and refused multiple requests from the crew to remove the items. Federal regulations require that the emergency equipment remain unobstructed during the flight. The customers became agitated, cursed and yelled at the crew, and made false accusations about a crewmember&rsquos fitness to fly. After the customers refused to speak with a team leader about the situation, the Port Authority Police Department was called and the entire aircraft deplaned. The Captain determined the customers&rsquo behavior demonstrated a risk for additional escalation in air and would not be allowed to fly. A full refund was given. The remaining customers re-boarded and the flight departed without further interruption.

All customers are welcome to bring onboard one carry on and one personal item, including cakes, within the size limits.

The video circulating does not depict the entire incident and only starts after the objectionable behavior occurred and law enforcement was called.

Newly published video suggests that passengers on a JetBlue flight from New York (JFK) to Las Vegas (LAS) were forced to leave the plane because of the airline&rsquos dispute with a New Jersey family over where they could store a birthday cake.

WABC-NY and the New York Daily News report that the family was on a surprise trip for Minta Burke arranged by her husband Cameron, who had put the Tonnie&rsquos Minis birthday cake in the overhead bin on their May 3 JetBlue flight from New York to Sin City. When a JetBlue flight attendant told them it had to be moved, the family says they complied with the request, first moving the cake to another overhead bin and then again to underneath the seat in front of them.

But then, according to Cameron Burke, a second JetBlue flight attendant arrived on the scene and berated both the original flight attendant and Cameron. &ldquoI had approached them, and I said everything was fine, and she said, &lsquosir, this does not involve you,'&rdquo Burke told WABC-NY. &ldquoWhen she told me I had been non-compliant, then I said &lsquoma&rsquoam, have you been drinking?&rsquo because her behavior was not normal.&rdquo

Apparently at that point, a third airline employee approached the family and asked them to disembark. Burke refused and police at JFK Airport were called to the scene. The video clip below was shot by Burke and posted on Twitter by the reporter from WABC-TV &mdash it shows the police having already arrived on the aircraft and the discussion that ensued.

Jersey City family kicked off flight over a cake. @JetBlue says passenger was agitated/security risk. Video appears to tell different story. pic.twitter.com/q0zQzNbHoa

&mdash CeFaan Kim (@CeFaanKim) May 14, 2017

JetBlue claims the family was asked to leave due to their behavior, which included originally placing the cake in an emergency compartment that held safety equipment. &ldquoThe customers became agitated, cursed and yelled at the crew, and made false accusations about a crew member&rsquos fitness to fly,&rdquo JetBlue spokesman Doug McGraw told the New York Daily News.

While Burke agrees he questioned the flight attendant&rsquos sobriety, the video from the incident doesn&rsquot appear to back up JetBlue&rsquos claim of the family being belligerent. If anything, the family seems shocked and confused about the situation &mdash one of the children starts crying as the Burkes show the police officers the cake on the floor. No other passengers appear to be reacting to the situation and the officer in charge repeatedly tells the family &ldquono one&rsquos in any trouble&rdquo and &ldquono one did anything wrong.&rdquo

But eventually the officer informs them that JetBlue had decided the entire flight would have to be rebooked, which was apparently how JetBlue handled removing the family from the airplane. Burke says the airline refunded the family in full for their tickets, which had been purchased with a combination of cash and TrueBlue points.

The video is the latest in a string of videos shot by passengers showing confrontations with airline personnel and aboard aircraft. While the video in this incident takes place after the interaction between Burke and the flight attendant is already over, we have reached out to JetBlue regarding the seeming discrepancy between the airline&rsquos description of events and the video showing the aftermath, and we will update this post with any additional news.


Family Kicked Off JetBlue Flight Over Birthday Cake

This post contains references to products from one or more of our advertisers. We may receive compensation when you click on links to those products. Terms apply to the offers listed on this page. For an explanation of our Advertising Policy, visit this page.

Update 5/15/17 9:20am: JetBlue has provided the following statement to The Points Guy regarding this incident:

During boarding, the customers stowed their cake and other items in an overhead bin reserved for safety and emergency equipment, and refused multiple requests from the crew to remove the items. Federal regulations require that the emergency equipment remain unobstructed during the flight. The customers became agitated, cursed and yelled at the crew, and made false accusations about a crewmember&rsquos fitness to fly. After the customers refused to speak with a team leader about the situation, the Port Authority Police Department was called and the entire aircraft deplaned. The Captain determined the customers&rsquo behavior demonstrated a risk for additional escalation in air and would not be allowed to fly. A full refund was given. The remaining customers re-boarded and the flight departed without further interruption.

All customers are welcome to bring onboard one carry on and one personal item, including cakes, within the size limits.

The video circulating does not depict the entire incident and only starts after the objectionable behavior occurred and law enforcement was called.

Newly published video suggests that passengers on a JetBlue flight from New York (JFK) to Las Vegas (LAS) were forced to leave the plane because of the airline&rsquos dispute with a New Jersey family over where they could store a birthday cake.

WABC-NY and the New York Daily News report that the family was on a surprise trip for Minta Burke arranged by her husband Cameron, who had put the Tonnie&rsquos Minis birthday cake in the overhead bin on their May 3 JetBlue flight from New York to Sin City. When a JetBlue flight attendant told them it had to be moved, the family says they complied with the request, first moving the cake to another overhead bin and then again to underneath the seat in front of them.

But then, according to Cameron Burke, a second JetBlue flight attendant arrived on the scene and berated both the original flight attendant and Cameron. &ldquoI had approached them, and I said everything was fine, and she said, &lsquosir, this does not involve you,'&rdquo Burke told WABC-NY. &ldquoWhen she told me I had been non-compliant, then I said &lsquoma&rsquoam, have you been drinking?&rsquo because her behavior was not normal.&rdquo

Apparently at that point, a third airline employee approached the family and asked them to disembark. Burke refused and police at JFK Airport were called to the scene. The video clip below was shot by Burke and posted on Twitter by the reporter from WABC-TV &mdash it shows the police having already arrived on the aircraft and the discussion that ensued.

Jersey City family kicked off flight over a cake. @JetBlue says passenger was agitated/security risk. Video appears to tell different story. pic.twitter.com/q0zQzNbHoa

&mdash CeFaan Kim (@CeFaanKim) May 14, 2017

JetBlue claims the family was asked to leave due to their behavior, which included originally placing the cake in an emergency compartment that held safety equipment. &ldquoThe customers became agitated, cursed and yelled at the crew, and made false accusations about a crew member&rsquos fitness to fly,&rdquo JetBlue spokesman Doug McGraw told the New York Daily News.

While Burke agrees he questioned the flight attendant&rsquos sobriety, the video from the incident doesn&rsquot appear to back up JetBlue&rsquos claim of the family being belligerent. If anything, the family seems shocked and confused about the situation &mdash one of the children starts crying as the Burkes show the police officers the cake on the floor. No other passengers appear to be reacting to the situation and the officer in charge repeatedly tells the family &ldquono one&rsquos in any trouble&rdquo and &ldquono one did anything wrong.&rdquo

But eventually the officer informs them that JetBlue had decided the entire flight would have to be rebooked, which was apparently how JetBlue handled removing the family from the airplane. Burke says the airline refunded the family in full for their tickets, which had been purchased with a combination of cash and TrueBlue points.

The video is the latest in a string of videos shot by passengers showing confrontations with airline personnel and aboard aircraft. While the video in this incident takes place after the interaction between Burke and the flight attendant is already over, we have reached out to JetBlue regarding the seeming discrepancy between the airline&rsquos description of events and the video showing the aftermath, and we will update this post with any additional news.


Family Kicked Off JetBlue Flight Over Birthday Cake

This post contains references to products from one or more of our advertisers. We may receive compensation when you click on links to those products. Terms apply to the offers listed on this page. For an explanation of our Advertising Policy, visit this page.

Update 5/15/17 9:20am: JetBlue has provided the following statement to The Points Guy regarding this incident:

During boarding, the customers stowed their cake and other items in an overhead bin reserved for safety and emergency equipment, and refused multiple requests from the crew to remove the items. Federal regulations require that the emergency equipment remain unobstructed during the flight. The customers became agitated, cursed and yelled at the crew, and made false accusations about a crewmember&rsquos fitness to fly. After the customers refused to speak with a team leader about the situation, the Port Authority Police Department was called and the entire aircraft deplaned. The Captain determined the customers&rsquo behavior demonstrated a risk for additional escalation in air and would not be allowed to fly. A full refund was given. The remaining customers re-boarded and the flight departed without further interruption.

All customers are welcome to bring onboard one carry on and one personal item, including cakes, within the size limits.

The video circulating does not depict the entire incident and only starts after the objectionable behavior occurred and law enforcement was called.

Newly published video suggests that passengers on a JetBlue flight from New York (JFK) to Las Vegas (LAS) were forced to leave the plane because of the airline&rsquos dispute with a New Jersey family over where they could store a birthday cake.

WABC-NY and the New York Daily News report that the family was on a surprise trip for Minta Burke arranged by her husband Cameron, who had put the Tonnie&rsquos Minis birthday cake in the overhead bin on their May 3 JetBlue flight from New York to Sin City. When a JetBlue flight attendant told them it had to be moved, the family says they complied with the request, first moving the cake to another overhead bin and then again to underneath the seat in front of them.

But then, according to Cameron Burke, a second JetBlue flight attendant arrived on the scene and berated both the original flight attendant and Cameron. &ldquoI had approached them, and I said everything was fine, and she said, &lsquosir, this does not involve you,'&rdquo Burke told WABC-NY. &ldquoWhen she told me I had been non-compliant, then I said &lsquoma&rsquoam, have you been drinking?&rsquo because her behavior was not normal.&rdquo

Apparently at that point, a third airline employee approached the family and asked them to disembark. Burke refused and police at JFK Airport were called to the scene. The video clip below was shot by Burke and posted on Twitter by the reporter from WABC-TV &mdash it shows the police having already arrived on the aircraft and the discussion that ensued.

Jersey City family kicked off flight over a cake. @JetBlue says passenger was agitated/security risk. Video appears to tell different story. pic.twitter.com/q0zQzNbHoa

&mdash CeFaan Kim (@CeFaanKim) May 14, 2017

JetBlue claims the family was asked to leave due to their behavior, which included originally placing the cake in an emergency compartment that held safety equipment. &ldquoThe customers became agitated, cursed and yelled at the crew, and made false accusations about a crew member&rsquos fitness to fly,&rdquo JetBlue spokesman Doug McGraw told the New York Daily News.

While Burke agrees he questioned the flight attendant&rsquos sobriety, the video from the incident doesn&rsquot appear to back up JetBlue&rsquos claim of the family being belligerent. If anything, the family seems shocked and confused about the situation &mdash one of the children starts crying as the Burkes show the police officers the cake on the floor. No other passengers appear to be reacting to the situation and the officer in charge repeatedly tells the family &ldquono one&rsquos in any trouble&rdquo and &ldquono one did anything wrong.&rdquo

But eventually the officer informs them that JetBlue had decided the entire flight would have to be rebooked, which was apparently how JetBlue handled removing the family from the airplane. Burke says the airline refunded the family in full for their tickets, which had been purchased with a combination of cash and TrueBlue points.

The video is the latest in a string of videos shot by passengers showing confrontations with airline personnel and aboard aircraft. While the video in this incident takes place after the interaction between Burke and the flight attendant is already over, we have reached out to JetBlue regarding the seeming discrepancy between the airline&rsquos description of events and the video showing the aftermath, and we will update this post with any additional news.


Family Kicked Off JetBlue Flight Over Birthday Cake

This post contains references to products from one or more of our advertisers. We may receive compensation when you click on links to those products. Terms apply to the offers listed on this page. For an explanation of our Advertising Policy, visit this page.

Update 5/15/17 9:20am: JetBlue has provided the following statement to The Points Guy regarding this incident:

During boarding, the customers stowed their cake and other items in an overhead bin reserved for safety and emergency equipment, and refused multiple requests from the crew to remove the items. Federal regulations require that the emergency equipment remain unobstructed during the flight. The customers became agitated, cursed and yelled at the crew, and made false accusations about a crewmember&rsquos fitness to fly. After the customers refused to speak with a team leader about the situation, the Port Authority Police Department was called and the entire aircraft deplaned. The Captain determined the customers&rsquo behavior demonstrated a risk for additional escalation in air and would not be allowed to fly. A full refund was given. The remaining customers re-boarded and the flight departed without further interruption.

All customers are welcome to bring onboard one carry on and one personal item, including cakes, within the size limits.

The video circulating does not depict the entire incident and only starts after the objectionable behavior occurred and law enforcement was called.

Newly published video suggests that passengers on a JetBlue flight from New York (JFK) to Las Vegas (LAS) were forced to leave the plane because of the airline&rsquos dispute with a New Jersey family over where they could store a birthday cake.

WABC-NY and the New York Daily News report that the family was on a surprise trip for Minta Burke arranged by her husband Cameron, who had put the Tonnie&rsquos Minis birthday cake in the overhead bin on their May 3 JetBlue flight from New York to Sin City. When a JetBlue flight attendant told them it had to be moved, the family says they complied with the request, first moving the cake to another overhead bin and then again to underneath the seat in front of them.

But then, according to Cameron Burke, a second JetBlue flight attendant arrived on the scene and berated both the original flight attendant and Cameron. &ldquoI had approached them, and I said everything was fine, and she said, &lsquosir, this does not involve you,'&rdquo Burke told WABC-NY. &ldquoWhen she told me I had been non-compliant, then I said &lsquoma&rsquoam, have you been drinking?&rsquo because her behavior was not normal.&rdquo

Apparently at that point, a third airline employee approached the family and asked them to disembark. Burke refused and police at JFK Airport were called to the scene. The video clip below was shot by Burke and posted on Twitter by the reporter from WABC-TV &mdash it shows the police having already arrived on the aircraft and the discussion that ensued.

Jersey City family kicked off flight over a cake. @JetBlue says passenger was agitated/security risk. Video appears to tell different story. pic.twitter.com/q0zQzNbHoa

&mdash CeFaan Kim (@CeFaanKim) May 14, 2017

JetBlue claims the family was asked to leave due to their behavior, which included originally placing the cake in an emergency compartment that held safety equipment. &ldquoThe customers became agitated, cursed and yelled at the crew, and made false accusations about a crew member&rsquos fitness to fly,&rdquo JetBlue spokesman Doug McGraw told the New York Daily News.

While Burke agrees he questioned the flight attendant&rsquos sobriety, the video from the incident doesn&rsquot appear to back up JetBlue&rsquos claim of the family being belligerent. If anything, the family seems shocked and confused about the situation &mdash one of the children starts crying as the Burkes show the police officers the cake on the floor. No other passengers appear to be reacting to the situation and the officer in charge repeatedly tells the family &ldquono one&rsquos in any trouble&rdquo and &ldquono one did anything wrong.&rdquo

But eventually the officer informs them that JetBlue had decided the entire flight would have to be rebooked, which was apparently how JetBlue handled removing the family from the airplane. Burke says the airline refunded the family in full for their tickets, which had been purchased with a combination of cash and TrueBlue points.

The video is the latest in a string of videos shot by passengers showing confrontations with airline personnel and aboard aircraft. While the video in this incident takes place after the interaction between Burke and the flight attendant is already over, we have reached out to JetBlue regarding the seeming discrepancy between the airline&rsquos description of events and the video showing the aftermath, and we will update this post with any additional news.


Assista o vídeo: Chuta a família mineira (Outubro 2021).