Receitas tradicionais

Delicata Squash, Quinoa e Salada de Couve

Delicata Squash, Quinoa e Salada de Couve

Uma deliciosa salada de outono, feita com um saboroso molho de tahine com limão

Nesta salada de clima frio, couve e Quinoa são cobertos com torrado delicata squash e um molho cremoso de tahine com limão. Não se desespere se você não conseguir encontrar abóbora delicata. Sinta-se à vontade para substituir sua abóbora favorita.

Notas

Reproduzido do The Oh She Glows Cookbook por acordo com a Avery Books, membro do Penguin Group (EUA) LLC, A Penguin Random House Company. Copyright © 2014, Angela Liddon

Ingredientes

  • 2 delicata squash, cortadas ao meio no sentido do comprimento e semeadas
  • 1 colher de sopa de gergelim ou óleo de coco
  • Sal marinho, a gosto
  • Pimenta preta moída na hora, a gosto
  • 1/2 cacho de couve, caules removidos e folhas rasgadas em pedaços de 2,5 cm
  • 1 xícara de quinua ou painço
  • 1/2 xícara de cebolas vermelhas, cortadas em cubos
  • 1/2 xícara de aipo picado
  • 1/2 xícara de folhas de salsa fresca
  • 2 colheres de sopa de cranberries secas
  • 2 colheres de sopa de sementes de abóbora cruas ou torradas
  • Molho de limão tahine, a gosto

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

Tentei celebrar o Dia Mundial do Vegetariano em 1º de outubro. Tentei muito, muito mesmo. Eu tinha encontrado uma receita de & # 8220beringela defumada & # 8221 em um livro de receitas indiano e riscado que tinha todos os ingredientes na despensa. Assei as berinjelas inteiras na grelha, descasquei a casca carbonizada e cortei em cubos. Refoguei cebola, alho, pimenta e acrescentei alguns temperos aquecedores. A cozinha tinha um cheiro incrível! E então eu provei. Tinha gosto de veneno & # 8211acrid e tão amargo! Tentei misturá-lo com um pouco de leite de coco e suco de limão fresco, mas ele não se mexeu e permaneceu totalmente intragável. Não havia como salvá-lo, então comemos frango no Dia Mundial do Vegetariano. Odeio quando isso acontece.

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

Desastres da berinjela à parte, eu não sou um estranho na culinária vegetariana e eu tenho sido vegetariano e vegano em diferentes momentos da minha vida. Portanto, sendo outubro o Mês da Conscientização Vegetariana, quero estar ciente de incorporar mais refeições sem carne em nossa rotação semanal. Deixe-me ser completamente honesto & # 8211Eu não desistirei totalmente de comer carne em outubro. Eu amo meus vegetais, mas também adoro carne e outubro é cheio de maneiras divertidas de comê-la! Eu & # 8217m não tenho tanta certeza se quero deixar passar pimenta, guisados ​​e salsichas nesta época do ano! Agora que está começando a esfriar, estou começando a ansiar por vegetais mais resistentes, couve, couve de Bruxelas, por exemplo e, ultimamente, tenho uma grande paixão por Abóbora Delicata.

Minha paixão atual: Delicata Squash, mostrada em primeiro plano. Geralmente são amarelos, alongados, com listras verdes.

Suavemente doce e de sabor bastante semelhante à abóbora, mas elas assam muito rápido e o melhor é que não precisam ser descascadas! Depois de torrar, a pele fica bem macia. Eles são como abóbora & # 8217s primo baixo drama & # 8211doce, descontraído e perfeito para adicionar a uma salada de outono! Eu os encontro em todos os lugares, desde o mercado do fazendeiro até a mercearia normal.

Esta salada é tão poderosa e crocante, quinoa de nozes, couve saudável, rajadas brilhantes de romã, cranberries e pinhões! Depois de cobri-lo com fatias de abóbora assada em bordo e misturar com um molho tahini com limão, estou disposto a apostar que você vai esquecer que ele está sem carne! É uma salada que pode ser um acompanhamento ou uma refeição completa e também pode ser Vegan e sem glúten! Perfeito para segunda-feira sem carne!

Essa salada é super flexível. I & # 8217 vou lhe dizer como eu faço, e então você pode adicionar e subtrair componentes de acordo com sua preferência. Quando estou fazendo saladas, sempre ouço uma vozinha em minha cabeça que diz: & # 8220Editar, Tracey! Não jogue a despensa inteira nele! & # 8221 Mas isso & # 8217 é minha praia & # 8211Eu gosto de uma salada de grãos épica! A quinoa é cozida como macarrão & # 8211 em uma panela de água salgada fervendo rapidamente e leva apenas 10 minutos! Ao cozinhar a quinua dessa maneira, os grãos ficam fofos e retêm um pouco de crocância. Simplesmente corte a abóbora ao meio, retire as sementes e leve ao forno. Depois de cerca de 15 minutos, jogue-os com um fiozinho de xarope de bordo & # 8211 eles & # 8217 ficarão dourados e doces e você & # 8217 se pegará estourando na boca como um lanche! Apenas certifique-se de guardar um pouco para a salada. Eu joguei em arilos de romã ** para uma pequena explosão de acidez. Também acrescentei alguns cranberries secos e pinhões levemente torrados para crocante. E o curativo! Tão incrível & # 8211tahine cremoso, suco de limão, mais xarope de bordo (porque é outono) e alho. É uma combinação incrivelmente deliciosa que foi inspirada na receita do molho tahini de Sara Forte e # 8217s O livro de receitas da cozinha germinada. Eu gosto de comer esta salada ligeiramente quente, mas ela embala e refrigera excepcionalmente bem.

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

  • Porções: 6-8
  • Tempo: 1 hora
  • Dificuldade: fácil

Molho Tahini inspirado no The Sprouted Kitchen Cookbook

  • 1 1/2 xícaras de quinoa, não cozida e enxaguada em uma peneira de malha fina (misturei quinua vermelha e branca para fins estéticos)
  • 2 Abóbora Delicata, sementes removidas e polpa cortada em fatias de 1/2 polegada
  • 1 cacho grande, couve lacinato (dinossauro)
  • Arils de 1 romã **
  • 2 colheres de sopa de pinhões (opcional)
  • 2 colheres de sopa de cranberries secas (opcional)
  • sal kosher
  • pimenta do reino moída na hora
  • cominho em pó
  • xarope de bordo
  • 1-2 colheres de sopa de óleo de coco
  • azeite e sal marinho
  • 1/4 xícara de tahine
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de xarope de bordo
  • 2 dentes de alho pequenos, prensados ​​ou ralados
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1-3 colheres de sopa de água (conforme necessário)

Pré-aqueça o forno a 400 graus

  1. Misture as fatias de abóbora com o óleo de coco e espalhe-as uniformemente em uma assadeira. Tempere a abóbora levemente com sal, pimenta e cominho. Asse por 15 minutos, depois vire as fatias e regue com 1-2 colheres de chá de xarope de bordo. Cozinhe por mais 5 minutos, retire do forno e deixe esfriar. Enquanto a abóbora assa, prepare a quinua e a couve.
  2. Lave a couve, retire as costelas e corte em pedaços bem pequenos. Coloque a couve em uma saladeira e regue com um pouco de azeite e 1/2 colher de chá de sal marinho. Massageie o sal e o óleo na couve e reserve.
  3. Leve uma panela média de água para ferver e adicione uma pitada generosa de sal. Adicione a quinua enxaguada e ferva por 10 minutos ou até que fique translúcida e o germe espiralize do grão. Escorra a quinua em uma peneira e deixe esfriar um pouco antes de adicioná-la à couve na saladeira.
  4. Em uma tigela pequena, misture todos os ingredientes do molho. Adicione um pouco de água, uma colher de sopa de cada vez, até que o molho tenha a consistência de sua preferência.
  5. Misture a quinua com a couve e, em seguida, adicione os arilos da romã, os pinhões e as amoras, se for usar. Misture com o molho de tahine e cubra com a abóbora assada.

NOTA: ** Aprendi uma maneira fácil de remover o arilo de uma romã. Corte a romã ao meio em torno de seu equador e separe as duas metades. Segure a metade da romã sobre uma tigela na palma da sua mão, com o lado cortado para baixo. Com uma colher de pau, bata repetidamente nas costas da romã até que todos os arilos caiam na tigela. Repita com a segunda metade da romã. Enxágue e remova os pedaços e pedaços de membrana dos arilos. É super simples e sem manchas nos dedos!


Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

Tentei comemorar o Dia Mundial do Vegetariano em 1º de outubro. Tentei muito, muito mesmo. Eu tinha encontrado uma receita de & # 8220beringela defumada & # 8221 em um livro de receitas indiano e riscado que tinha todos os ingredientes na despensa. Assei as berinjelas inteiras na grelha, descasquei a casca carbonizada e cortei em cubos. Refoguei cebola, alho, pimenta e acrescentei alguns temperos aquecedores. A cozinha tinha um cheiro incrível! E então eu provei. Tinha gosto de veneno & # 8211acrid e tão amargo! Tentei misturá-lo com um pouco de leite de coco e suco de limão fresco, mas ele não se mexeu e permaneceu totalmente intragável. Não havia como salvá-lo, então comemos frango no Dia Mundial do Vegetariano. Odeio quando isso acontece.

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

Desastres da berinjela à parte, eu não sou um estranho na culinária vegetariana e eu tenho sido vegetariano e vegano em diferentes momentos da minha vida. Portanto, sendo outubro o Mês da Conscientização Vegetariana, quero estar ciente de incorporar mais refeições sem carne em nossa rotação semanal. Deixe-me ser completamente honesto & # 8211Eu não vou desistir totalmente da carne em outubro. Eu amo meus vegetais, mas também adoro carne e outubro é cheio de maneiras divertidas de comê-la! Eu & # 8217m não tenho tanta certeza se quero deixar passar pimenta, guisados ​​e salsichas nesta época do ano! Agora que está começando a esfriar, estou começando a ansiar por vegetais mais resistentes, couve, couve de Bruxelas, por exemplo e, ultimamente, tenho uma grande paixão por Abóbora Delicata.

Minha paixão atual: Delicata Squash, mostrada em primeiro plano. Geralmente são amarelos, alongados, com listras verdes.

Suavemente doce e de sabor bastante semelhante à abóbora, mas elas assam muito rápido e o melhor é que não precisam ser descascadas! Depois de torrar, a pele fica bem macia. Eles são como abóbora & # 8217s primo baixo drama & # 8211doce, descontraído e perfeito para adicionar a uma salada de outono! Eu os tenho encontrado em todos os lugares, desde o mercado do fazendeiro até o supermercado normal.

Esta salada é tão poderosa e crocante, quinoa de nozes, couve saudável, rajadas brilhantes de romã, cranberries e pinhões! Depois de cobri-lo com fatias de abóbora assada em bordo e misturar com um molho tahini com limão, estou disposto a apostar que você vai esquecer que ele está sem carne! É uma salada que pode ser tanto um acompanhamento quanto uma refeição completa e também pode ser Vegan e sem glúten! Perfeito para segunda-feira sem carne!

Essa salada é super flexível. I & # 8217 vou lhe dizer como eu faço, e então você pode adicionar e subtrair componentes de acordo com sua preferência. Quando estou fazendo saladas, sempre ouço uma vozinha em minha cabeça que diz: & # 8220Editar, Tracey! Não jogue a despensa inteira nele! & # 8221 Mas isso & # 8217 é minha praia & # 8211Eu gosto de uma salada de grãos épica! A quinoa é cozida como macarrão & # 8211 em uma panela de água salgada fervendo rapidamente e leva apenas 10 minutos! Ao cozinhar a quinua dessa maneira, os grãos ficam fofos e retêm um pouco de crocância. Simplesmente corte a abóbora ao meio, retire as sementes e leve ao forno. Depois de cerca de 15 minutos, jogue-os com um fiozinho de xarope de bordo & # 8211 eles & # 8217 ficarão dourados e doces e você & # 8217 se verá estourando na boca como um lanche! Apenas certifique-se de guardar um pouco para a salada. Eu joguei em arilos de romã ** para uma pequena explosão de acidez. Também acrescentei alguns cranberries secos e pinhões levemente torrados para crocante. E o curativo! Tão incrível & # 8211tahine cremoso, suco de limão, mais xarope de bordo (porque é outono) e alho. É uma combinação incrivelmente deliciosa inspirada na receita do molho tahini de Sara Forte e no # 8217s O livro de receitas da cozinha germinada. Eu gosto de comer esta salada um pouco quente, mas ela embala e refrigera excepcionalmente bem.

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

  • Porções: 6-8
  • Tempo: 1 hora
  • Dificuldade: fácil

Molho Tahini inspirado no The Sprouted Kitchen Cookbook

  • 1 1/2 xícaras de quinoa, não cozida e enxaguada em uma peneira de malha fina (misturei quinua vermelha e branca para fins estéticos)
  • 2 Abóbora Delicata, sementes removidas e polpa cortada em fatias de 1/2 polegada
  • 1 cacho grande, couve lacinato (dinossauro)
  • Arils de 1 romã **
  • 2 colheres de sopa de pinhões (opcional)
  • 2 colheres de sopa de cranberries secas (opcional)
  • sal kosher
  • pimenta do reino moída na hora
  • cominho em pó
  • xarope de bordo
  • 1-2 colheres de sopa de óleo de coco
  • azeite e sal marinho
  • 1/4 xícara de tahine
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de xarope de bordo
  • 2 dentes de alho pequenos, prensados ​​ou ralados
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1-3 colheres de sopa de água (conforme necessário)

Pré-aqueça o forno a 400 graus

  1. Misture as fatias de abóbora com o óleo de coco e espalhe-as uniformemente em uma assadeira. Tempere a abóbora levemente com sal, pimenta e cominho. Asse por 15 minutos, depois vire as fatias e regue com 1-2 colheres de chá de xarope de bordo. Cozinhe por mais 5 minutos, retire do forno e deixe esfriar. Enquanto a abóbora assa, prepare a quinua e a couve.
  2. Lave a couve, retire as costelas e corte em pedaços pequenos. Coloque a couve em uma saladeira e regue com um pouco de azeite e 1/2 colher de chá de sal marinho. Massageie o sal e o óleo na couve e reserve.
  3. Leve uma panela média de água para ferver e adicione uma pitada generosa de sal. Adicione a quinua enxaguada e ferva por 10 minutos ou até que fique translúcida e o germe espiralize do grão. Escorra a quinua em uma peneira e deixe esfriar um pouco antes de adicioná-la à couve na saladeira.
  4. Em uma tigela pequena, misture todos os ingredientes do molho. Adicione um pouco de água, uma colher de sopa de cada vez, até que o molho tenha a consistência de sua preferência.
  5. Misture a quinua com a couve e, em seguida, adicione os arilos da romã, os pinhões e as amoras, se usar. Misture com o molho de tahine e cubra com a abóbora assada.

NOTA: ** Aprendi uma maneira fácil de remover o arilo de uma romã. Corte a romã ao meio em torno de seu equador e separe as duas metades. Segure a metade da romã sobre uma tigela na palma da sua mão, com o lado cortado para baixo. Com uma colher de pau, bata repetidamente nas costas da romã até que todos os arilos caiam na tigela. Repita com a segunda metade da romã. Enxágue e remova os pedaços e pedaços de membrana dos arilos. É super simples e sem manchas nos dedos!


Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

Tentei comemorar o Dia Mundial do Vegetariano em 1º de outubro. Tentei muito, muito mesmo. Eu tinha encontrado uma receita de & # 8220beringela defumada & # 8221 em um livro de receitas indiano e riscado que tinha todos os ingredientes na despensa. Assei as berinjelas inteiras na grelha, descasquei a casca carbonizada e cortei em cubos. Refoguei cebola, alho, pimenta e acrescentei alguns temperos aquecedores. A cozinha tinha um cheiro incrível! E então eu provei. Tinha gosto de veneno & # 8211acrid e tão amargo! Tentei misturá-lo com um pouco de leite de coco e suco de limão fresco, mas ele não se mexeu e permaneceu totalmente intragável. Não havia como salvá-lo, então comemos frango no Dia Mundial do Vegetariano. Odeio quando isso acontece.

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

Desastres da berinjela à parte, eu não sou um estranho na culinária vegetariana e eu tenho sido vegetariano e vegano em diferentes momentos da minha vida. Portanto, sendo outubro o Mês da Conscientização Vegetariana, quero estar ciente de incorporar mais refeições sem carne em nossa rotação semanal. Deixe-me ser completamente honesto & # 8211Eu não desistirei totalmente de comer carne em outubro. Eu amo meus vegetais, mas também adoro carne e outubro é cheio de maneiras divertidas de comê-la! Não tenho tanta certeza se quero deixar passar pimentas, guisados ​​e salsichas nesta época do ano! Agora que está começando a esfriar, estou começando a ansiar por vegetais mais resistentes, couve, couve de Bruxelas, por exemplo e, ultimamente, tenho uma grande paixão por Abóbora Delicata.

Minha paixão atual: Delicata Squash, mostrada em primeiro plano. Geralmente são amarelos, alongados, com listras verdes.

Suavemente doce e de sabor bastante semelhante à abóbora, mas elas assam muito rápido e o melhor é que não precisam ser descascadas! Depois de torrar, a pele fica bem macia. Eles são como abóbora & # 8217s primo baixo drama & # 8211doce, descontraído e perfeito para adicionar a uma salada de outono! Eu os encontro em todos os lugares, desde o mercado do fazendeiro até a mercearia normal.

Esta salada é tão poderosa e crocante, quinoa de nozes, couve saudável, rajadas brilhantes de romã, cranberries e pinhões! Depois de cobri-lo com fatias de abóbora assada em bordo e misturar com um molho tahini com limão, estou disposto a apostar que você vai esquecer que ele está sem carne! É uma salada que pode ser tanto um acompanhamento quanto uma refeição completa e também pode ser Vegan e sem glúten! Perfeito para segunda-feira sem carne!

Essa salada é super flexível. I & # 8217 vou lhe dizer como eu faço, e então você pode adicionar e subtrair componentes de acordo com sua preferência. Quando estou fazendo saladas, sempre ouço uma vozinha em minha cabeça que diz: & # 8220Editar, Tracey! Não jogue a despensa inteira nele! & # 8221 Mas isso & # 8217 é minha praia & # 8211Eu gosto de uma salada de grãos épica! A quinoa é cozida como macarrão & # 8211 em uma panela de água salgada fervendo rapidamente e leva apenas 10 minutos! Ao cozinhar a quinua dessa maneira, os grãos ficam fofos e retêm um pouco de crocância. Simplesmente corte a abóbora ao meio, retire as sementes e leve ao forno. Depois de cerca de 15 minutos, jogue-os com um fiozinho de xarope de bordo & # 8211 eles & # 8217 ficarão dourados e doces e você & # 8217 se pegará estourando na boca como um lanche! Apenas certifique-se de guardar um pouco para a salada. Eu joguei em arilos de romã ** para uma pequena explosão de acidez. Também acrescentei alguns cranberries secos e pinhões levemente torrados para crocante. E o curativo! Tão incrível tahine cremoso, suco de limão, mais xarope de bordo (porque é outono) e alho. É uma combinação incrivelmente deliciosa inspirada na receita do molho tahini de Sara Forte e no # 8217s O livro de receitas da cozinha germinada. Eu gosto de comer esta salada ligeiramente quente, mas ela embala e refrigera excepcionalmente bem.

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

  • Porções: 6-8
  • Tempo: 1 hora
  • Dificuldade: fácil

Molho Tahini inspirado no The Sprouted Kitchen Cookbook

  • 1 1/2 xícaras de quinoa, não cozida e enxaguada em uma peneira de malha fina (misturei quinua vermelha e branca para fins estéticos)
  • 2 Abóbora Delicata, sementes removidas e polpa cortada em fatias de 1/2 polegada
  • 1 cacho grande, couve lacinato (dinossauro)
  • Arils de 1 romã **
  • 2 colheres de sopa de pinhões (opcional)
  • 2 colheres de sopa de cranberries secas (opcional)
  • sal kosher
  • pimenta do reino moída na hora
  • cominho em pó
  • xarope de bordo
  • 1-2 colheres de sopa de óleo de coco
  • azeite e sal marinho
  • 1/4 xícara de tahine
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de xarope de bordo
  • 2 dentes de alho pequenos, prensados ​​ou ralados
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1-3 colheres de sopa de água (conforme necessário)

Pré-aqueça o forno a 400 graus

  1. Misture as fatias de abóbora com o óleo de coco e espalhe-as uniformemente em uma assadeira. Tempere a abóbora levemente com sal, pimenta e cominho. Asse por 15 minutos, depois vire as fatias e regue com 1-2 colheres de chá de xarope de bordo. Cozinhe por mais 5 minutos, retire do forno e deixe esfriar. Enquanto a abóbora assa, prepare a quinua e a couve.
  2. Lave a couve, retire as costelas e corte em pedaços pequenos. Coloque a couve em uma saladeira e regue com um pouco de azeite e 1/2 colher de chá de sal marinho. Massageie o sal e o óleo na couve e reserve.
  3. Leve uma panela média de água para ferver e adicione uma pitada generosa de sal. Adicione a quinua enxaguada e ferva por 10 minutos ou até que fique translúcida e o germe espiralize do grão. Escorra a quinua em uma peneira e deixe esfriar um pouco antes de adicioná-la à couve na saladeira.
  4. Em uma tigela pequena, misture todos os ingredientes do molho. Adicione um pouco de água, uma colher de sopa de cada vez, até que o molho tenha a consistência de sua preferência.
  5. Misture a quinua com a couve e, em seguida, adicione os arilos da romã, os pinhões e as amoras, se for usar. Misture com o molho de tahine e cubra com a abóbora assada.

NOTA: ** Aprendi uma maneira fácil de remover o arilo de uma romã. Corte a romã ao meio em torno de seu equador e separe as duas metades. Segure a metade da romã sobre uma tigela na palma da sua mão, com o lado cortado para baixo. Com uma colher de pau, bata repetidamente nas costas da romã até que todos os arilos caiam na tigela. Repita com a segunda metade da romã. Enxágue e remova os pedaços e pedaços de membrana dos arilos. É super simples e sem manchas nos dedos!


Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

Tentei celebrar o Dia Mundial do Vegetariano em 1º de outubro. Tentei muito, muito mesmo. Eu tinha encontrado uma receita de & # 8220beringela defumada & # 8221 em um livro de receitas indiano e riscado que tinha todos os ingredientes na despensa. Assei as berinjelas inteiras na grelha, descasquei a casca carbonizada e cortei em cubos. Refoguei cebola, alho, pimenta e acrescentei alguns temperos aquecidos. A cozinha tinha um cheiro incrível! E então eu provei. Tinha gosto de veneno & # 8211acrid e tão amargo! Tentei misturá-lo com um pouco de leite de coco e suco de limão fresco, mas ele não se mexeu e permaneceu totalmente intragável. Não havia como salvá-lo, então comemos frango no Dia Mundial do Vegetariano. Odeio quando isso acontece.

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

Desastres da berinjela à parte, eu não sou um estranho na culinária vegetariana e eu tenho sido vegetariano e vegano em diferentes momentos da minha vida. Portanto, sendo outubro o Mês da Conscientização Vegetariana, quero estar ciente de incorporar mais refeições sem carne em nossa rotação semanal. Deixe-me ser completamente honesto & # 8211Eu não vou desistir totalmente da carne em outubro. Eu amo meus vegetais, mas também adoro carne e outubro é cheio de maneiras divertidas de comê-la! Eu & # 8217m não tenho tanta certeza se quero deixar passar pimenta, guisados ​​e salsichas nesta época do ano! Agora que está começando a esfriar, estou começando a ansiar por vegetais mais resistentes, couve, couve de Bruxelas, por exemplo e, ultimamente, tenho uma grande paixão por Abóbora Delicata.

Minha paixão atual: Delicata Squash, mostrada em primeiro plano. Geralmente são amarelos, alongados, com listras verdes.

Suavemente doce e de sabor bastante semelhante à abóbora, mas elas assam muito rápido e o melhor é que não precisam ser descascadas! Depois de torrar, a pele fica bem macia. Eles são como abóbora & # 8217s primo baixo drama & # 8211doce, descontraído e perfeito para adicionar a uma salada de outono! Eu os tenho encontrado em todos os lugares, desde o mercado do fazendeiro até o supermercado normal.

Esta salada é tão poderosa e crocante, quinoa de nozes, couve saudável, rajadas brilhantes de romã, cranberries e pinhões! Depois de cobri-lo com fatias de abóbora assada em bordo e misturar com um molho tahini com limão, estou disposto a apostar que você vai esquecer que ele está sem carne! É uma salada que pode ser um acompanhamento ou uma refeição completa e também pode ser Vegan e sem glúten! Perfeito para segunda-feira sem carne!

Essa salada é super flexível. I & # 8217 vou lhe dizer como eu faço, e então você pode adicionar e subtrair componentes de acordo com sua preferência. Quando estou fazendo saladas, sempre ouço uma vozinha em minha cabeça que diz: & # 8220Editar, Tracey! Não jogue a despensa inteira nele! & # 8221 Mas isso & # 8217 é minha praia & # 8211Eu gosto de uma salada de grãos épica! A quinoa é cozida como macarrão & # 8211 em uma panela de água salgada fervendo rapidamente e leva apenas 10 minutos! Ao cozinhar a quinua dessa maneira, os grãos ficam fofos e retêm um pouco de crocância. Simplesmente corte a abóbora ao meio, retire as sementes e leve ao forno. Depois de cerca de 15 minutos, jogue-os com um fiozinho de xarope de bordo & # 8211 eles & # 8217 ficarão dourados e doces e você & # 8217 se pegará estourando na boca como um lanche! Apenas certifique-se de guardar um pouco para a salada. Eu joguei em arilos de romã ** para uma pequena explosão de acidez. Também acrescentei alguns cranberries secos e pinhões levemente torrados para crocante. E o curativo! Tão incrível tahine cremoso, suco de limão, mais xarope de bordo (porque é outono) e alho. É uma combinação incrivelmente deliciosa inspirada na receita do molho tahini de Sara Forte e no # 8217s O livro de receitas da cozinha germinada. Eu gosto de comer esta salada ligeiramente quente, mas ela embala e refrigera excepcionalmente bem.

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

  • Porções: 6-8
  • Tempo: 1 hora
  • Dificuldade: fácil

Molho Tahini inspirado no The Sprouted Kitchen Cookbook

  • 1 1/2 xícaras de quinoa, não cozida e enxaguada em uma peneira de malha fina (misturei quinua vermelha e branca para fins estéticos)
  • 2 Abóbora Delicata, sementes removidas e polpa cortada em fatias de 1/2 polegada
  • 1 cacho grande, couve lacinato (dinossauro)
  • Arils de 1 romã **
  • 2 colheres de sopa de pinhões (opcional)
  • 2 colheres de sopa de cranberries secas (opcional)
  • sal kosher
  • pimenta do reino moída na hora
  • cominho em pó
  • xarope de bordo
  • 1-2 colheres de sopa de óleo de coco
  • azeite e sal marinho
  • 1/4 xícara de tahine
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de xarope de bordo
  • 2 dentes de alho pequenos, prensados ​​ou ralados
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1-3 colheres de sopa de água (conforme necessário)

Pré-aqueça o forno a 400 graus

  1. Misture as fatias de abóbora com o óleo de coco e espalhe-as uniformemente em uma assadeira. Tempere a abóbora levemente com sal, pimenta e cominho. Asse por 15 minutos, depois vire as fatias e regue com 1-2 colheres de chá de xarope de bordo. Cozinhe por mais 5 minutos, retire do forno e deixe esfriar. Enquanto a abóbora assa, prepare a quinua e a couve.
  2. Lave a couve, retire as costelas e corte em pedaços pequenos. Coloque a couve em uma saladeira e regue com um pouco de azeite e 1/2 colher de chá de sal marinho. Massageie o sal e o óleo na couve e reserve.
  3. Leve uma panela média de água para ferver e adicione uma pitada generosa de sal. Adicione a quinua enxaguada e ferva por 10 minutos ou até que fique translúcida e o germe espiralize do grão. Escorra a quinua em uma peneira e deixe esfriar um pouco antes de adicioná-la à couve na saladeira.
  4. Em uma tigela pequena, misture todos os ingredientes do molho. Adicione um pouco de água, uma colher de sopa de cada vez, até que o molho tenha a consistência de sua preferência.
  5. Misture a quinua com a couve e, em seguida, adicione os arilos da romã, os pinhões e as amoras, se usar. Misture com o molho de tahine e cubra com a abóbora assada.

NOTA: ** Aprendi uma maneira fácil de remover o arilo de uma romã. Corte a romã ao meio em torno de seu equador e separe as duas metades. Segure a metade da romã sobre uma tigela na palma da sua mão, com o lado cortado para baixo. Com uma colher de pau, bata repetidamente nas costas da romã até que todos os arilos caiam na tigela. Repita com a segunda metade da romã. Enxágue e remova os pedaços e pedaços de membrana dos arilos. É super simples e sem manchas nos dedos!


Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

Tentei celebrar o Dia Mundial do Vegetariano em 1º de outubro. Tentei muito, muito mesmo. Eu tinha encontrado uma receita de & # 8220beringela defumada & # 8221 em um livro de receitas indiano e riscado que tinha todos os ingredientes na despensa. Assei as berinjelas inteiras na grelha, descasquei a casca carbonizada e cortei em cubos. Refoguei cebola, alho, pimenta e acrescentei alguns temperos aquecidos. A cozinha tinha um cheiro incrível! E então eu provei. Tinha gosto de veneno & # 8211acrid e tão amargo! Tentei misturá-lo com um pouco de leite de coco e suco de limão fresco, mas ele não se mexeu e permaneceu totalmente intragável. Não havia como salvá-lo, então comemos frango no Dia Mundial do Vegetariano. Odeio quando isso acontece.

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

Desastres da berinjela à parte, eu não sou um estranho na culinária vegetariana e eu tenho sido vegetariano e vegano em diferentes momentos da minha vida. Portanto, sendo outubro o Mês da Conscientização Vegetariana, quero estar ciente de incorporar mais refeições sem carne em nossa rotação semanal. Deixe-me ser completamente honesto & # 8211Eu não desistirei totalmente de comer carne em outubro. Eu amo meus vegetais, mas também adoro carne e outubro é cheio de maneiras divertidas de comê-la! Eu & # 8217m não tenho tanta certeza se quero deixar passar pimenta, guisados ​​e salsichas nesta época do ano! Agora que está começando a esfriar, estou começando a ansiar por vegetais mais resistentes, couve, couve de Bruxelas, por exemplo e, ultimamente, tenho uma grande paixão por Abóbora Delicata.

Minha paixão atual: Delicata Squash, mostrada em primeiro plano. Geralmente são amarelos, alongados, com listras verdes.

Suavemente doce e de sabor bastante semelhante à abóbora, mas elas assam muito rápido e o melhor é que não precisam ser descascadas! Depois de torrar, a pele fica bem macia. Eles são como abóbora & # 8217s primo baixo drama & # 8211doce, descontraído e perfeito para adicionar a uma salada de outono! Eu os encontro em todos os lugares, desde o mercado do fazendeiro até a mercearia normal.

Esta salada é tão poderosa e # 8211 crocante, quinoa de nozes, couve saudável, rajadas de romã, cranberries e pinhões! Depois de cobri-lo com fatias de abóbora assada em bordo e misturar com um molho tahini com limão, estou disposto a apostar que você vai esquecer que ele está sem carne! É uma salada que pode ser um acompanhamento ou uma refeição completa e também pode ser Vegan e sem glúten! Perfeito para segunda-feira sem carne!

Essa salada é super flexível. I & # 8217 lhe direi como faço, e então você pode adicionar e subtrair componentes de acordo com sua preferência. Quando estou fazendo saladas, sempre ouço uma vozinha em minha cabeça que diz: & # 8220Editar, Tracey! Não jogue a despensa inteira nele! & # 8221 Mas isso & # 8217 é minha praia & # 8211Eu gosto de uma salada de grãos épica! A quinoa é cozida como macarrão & # 8211 em uma panela de água salgada fervendo rapidamente e leva apenas 10 minutos! Ao cozinhar a quinua dessa maneira, os grãos ficam fofos e retêm um pouco de crocância. Simplesmente corte a abóbora ao meio, retire as sementes e leve ao forno. Depois de cerca de 15 minutos, jogue-os com um fiozinho de xarope de bordo & # 8211 eles & # 8217 ficarão dourados e doces e você & # 8217 se pegará estourando na boca como um lanche! Apenas certifique-se de guardar um pouco para a salada. Eu joguei em arilos de romã ** para uma pequena explosão de acidez. Também acrescentei alguns cranberries secos e pinhões levemente torrados para crocante. E o curativo! Tão incrível tahine cremoso, suco de limão, mais xarope de bordo (porque é outono) e alho. É uma combinação incrivelmente deliciosa inspirada na receita do molho tahini de Sara Forte e no # 8217s O livro de receitas da cozinha germinada. Eu gosto de comer esta salada ligeiramente quente, mas ela embala e refrigera excepcionalmente bem.

Salada de Quinoa e Couve de Outono com Abóbora Delicata Tostada de Bordo

  • Porções: 6-8
  • Tempo: 1 hora
  • Dificuldade: fácil

Molho Tahini inspirado no The Sprouted Kitchen Cookbook

  • 1 1/2 xícaras de quinoa, não cozida e enxaguada em uma peneira de malha fina (misturei quinua vermelha e branca para fins estéticos)
  • 2 Abóbora Delicata, sementes removidas e polpa cortada em fatias de 1/2 polegada
  • 1 cacho grande, couve lacinato (dinossauro)
  • Arils de 1 romã **
  • 2 colheres de sopa de pinhões (opcional)
  • 2 colheres de sopa de cranberries secas (opcional)
  • sal kosher
  • pimenta do reino moída na hora
  • cominho em pó
  • xarope de bordo
  • 1-2 colheres de sopa de óleo de coco
  • azeite e sal marinho
  • 1/4 xícara de tahine
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de xarope de bordo
  • 2 dentes de alho pequenos, prensados ​​ou ralados
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1-3 colheres de sopa de água (conforme necessário)

Pré-aqueça o forno a 400 graus

  1. Misture as fatias de abóbora com o óleo de coco e espalhe-as uniformemente em uma assadeira. Tempere a abóbora levemente com sal, pimenta e cominho. Asse por 15 minutos, depois vire as fatias e regue com 1-2 colheres de chá de xarope de bordo. Cozinhe por mais 5 minutos, retire do forno e deixe esfriar. Enquanto a abóbora assa, prepare a quinua e a couve.
  2. Wash the kale, remove the ribs and chop into fairly small pieces. Place the kale in a salad bowl and drizzle with a little olive oil and 1/2 teaspoon of sea salt. Massage the salt and oil into the kale and set it aside.
  3. Bring a medium sized pot of water to a boil and add a generous pinch of salt. Add the rinsed quinoa and boil for 10 minutes, or until it becomes translucent and the germ spirals from the kernel. Drain the quinoa in a mesh strainer and allow it to cool for a bit before adding it to the kale in the salad bowl.
  4. In a small bowl, whisk together all of the ingredients for the dressing. Add a little water, one tablespoon at a time until the dressing is the consistency that you prefer.
  5. Toss the quinoa with the kale, then add the pomegranate arils, pine nuts and cranberries, if using. Toss with the tahini dressing and top with the roasted squash.

NOTE: **I learned an easy way to remove the arils from a pomegranate. Slice the pomegranate in half around its equator and separate the two halves. Hold the pomegranate half over a bowl in the palm of your hand, cut side down. With a wooden spoon, repeatedly smack the back of the pomegranate until all of the arils have fallen into the bowl. Repeat with the second half of the pomegranate. Rinse, then remove the bits and pieces of membrane from the arils. It’s super simple and no stained fingers!


Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

I tried to celebrate World Vegetarian Day on October 1. I really, really tried. I had found a recipe for “smoked eggplant” in an Indian cookbook and chalked it up to kismet that I had all the ingredients in the pantry. I roasted the eggplants whole on the grill, then peeled the charred skin away and cut it up in cubes. I sautéed onions, garlic, chiles and added some warming spices. The kitchen smelled amazing! And then I tasted it. It tasted like poison–acrid and so bitter! I tried to zhoosh it up with some coconut milk and fresh lime juice, but it would not budge and remained wholly inedible. There was no saving it, and so we ate chicken…on World Vegetarian Day. Odeio quando isso acontece.

Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

Eggplant disasters aside, I am no stranger to vegetarian cooking and I’ve been a vegetarian and a vegan at different points in my life. So, with October being Vegetarian Awareness Month, I want to be mindful of incorporating more meatless meals into our weekly rotation. Let me be completely honest–I won’t be giving up meat entirely in October. I love my veggies, but I also love meat and October is just too full of fun ways to eat it! I’m not so sure I want to pass up chilies, stews and bratwursts this time of year! Now that it’s starting to cool down, I’m beginning to crave more sturdy vegetables–root vegetables, kale, Brussels sprouts, for example and lately, I’ve been majorly crushing on Delicata Squash.

My current crush: Delicata Squash, shown in the foreground. They are usually yellow, elongated, with green stripes.

Mildly sweet and quite similar in flavor to butternut squash, but they bake so quickly and the best thing is that they don’t require peeling! After roasting, the skin is quite tender. They are like butternut squash’s low drama cousin–sweet, easygoing and perfect to add to an autumn salad! I’ve been finding them everywhere–from the farmer’s market to the regular grocery store.

This salad is such a powerhouse–crunchy, nutty quinoa, hearty kale, bright bursts of pomegranate, cranberries and pine nuts! Once you’ve topped it with slices of maple roasted squash and tossed it with a lemony tahini dressing–I’m willing to bet that you’re going to forget that it’s meatless! It’s a salad that can be both a side dish or a complete meal and it also happens to be Vegan and gluten-free! Perfect for Meatless Monday!

This salad is super flexible. I’ll tell you how I make it, and then you can add and subtract components according to your preference. When I’m making salads I always hear a little voice in my head that says: “Edit, Tracey! Don’t throw the entire pantry into it!” But that’s my thing–I like an epic grain salad! The quinoa is cooked just like pasta–in a pot of rapidly boiling, salted water and it only takes 10 minutes! By cooking the quinoa this way, the grains are fluffy and retain a bit of crunch. Simply slice the squash in half, scoop out the seeds and roast it in the oven. After about 15 minutes, toss them with a drizzle of maple syrup–they’ll get golden and sweet and you’ll find yourself popping into your mouth like snacks! Just be sure to save some for the salad. I threw in pomegranate arils** for a little burst of tartness. I also added some dried cranberries and lightly toasted pine nuts for crunch. And the dressing! So amazing–creamy tahini, lemon juice, more maple syrup (because it’s Autumn) and garlic. It’s an unbelievably delicious combination that was inspired by Sara Forte’s Tahini Dressing recipe The Sprouted Kitchen cookbook. I like eating this salad slightly warm, but it packs and refrigerates exceptionally well.

Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

  • Porções: 6-8
  • Tempo: 1 hora
  • Dificuldade: fácil

Tahini Dressing inspired by The Sprouted Kitchen Cookbook

  • 1 1/2 cups quinoa, uncooked and rinsed in a fine mesh strainer (I mixed red and white quinoa for aesthetic purposes)
  • 2 Delicata Squash, seeds removed and flesh sliced into 1/2 inch slices
  • 1 large bunch, lacinato (dinosaur) kale
  • Arils from 1 pomegranate**
  • 2 tablespoons pine nuts (optional)
  • 2 tablespoons dried cranberries (optional)
  • sal kosher
  • pimenta do reino moída na hora
  • cominho em pó
  • xarope de bordo
  • 1-2 tablespoons coconut oil
  • olive oil and sea salt
  • 1/4 xícara de tahine
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de xarope de bordo
  • 2 small cloves garlic, pressed or grated
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1-3 tablespoons water (as needed)

Preheat the oven to 400 degrees

  1. Toss the squash slices with the coconut oil and spread them evenly on a baking sheet. Season the squash lightly with salt, pepper and cumin. Bake for 15 minutes, then flip the slices over and drizzle with 1-2 teaspoons of the maple syrup. Cook for 5 minutes more, then remove from the oven and set aside to cool. While the squash is baking, prepare the quinoa and the kale.
  2. Wash the kale, remove the ribs and chop into fairly small pieces. Place the kale in a salad bowl and drizzle with a little olive oil and 1/2 teaspoon of sea salt. Massage the salt and oil into the kale and set it aside.
  3. Bring a medium sized pot of water to a boil and add a generous pinch of salt. Add the rinsed quinoa and boil for 10 minutes, or until it becomes translucent and the germ spirals from the kernel. Drain the quinoa in a mesh strainer and allow it to cool for a bit before adding it to the kale in the salad bowl.
  4. In a small bowl, whisk together all of the ingredients for the dressing. Add a little water, one tablespoon at a time until the dressing is the consistency that you prefer.
  5. Toss the quinoa with the kale, then add the pomegranate arils, pine nuts and cranberries, if using. Toss with the tahini dressing and top with the roasted squash.

NOTE: **I learned an easy way to remove the arils from a pomegranate. Slice the pomegranate in half around its equator and separate the two halves. Hold the pomegranate half over a bowl in the palm of your hand, cut side down. With a wooden spoon, repeatedly smack the back of the pomegranate until all of the arils have fallen into the bowl. Repeat with the second half of the pomegranate. Rinse, then remove the bits and pieces of membrane from the arils. It’s super simple and no stained fingers!


Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

I tried to celebrate World Vegetarian Day on October 1. I really, really tried. I had found a recipe for “smoked eggplant” in an Indian cookbook and chalked it up to kismet that I had all the ingredients in the pantry. I roasted the eggplants whole on the grill, then peeled the charred skin away and cut it up in cubes. I sautéed onions, garlic, chiles and added some warming spices. The kitchen smelled amazing! And then I tasted it. It tasted like poison–acrid and so bitter! I tried to zhoosh it up with some coconut milk and fresh lime juice, but it would not budge and remained wholly inedible. There was no saving it, and so we ate chicken…on World Vegetarian Day. Odeio quando isso acontece.

Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

Eggplant disasters aside, I am no stranger to vegetarian cooking and I’ve been a vegetarian and a vegan at different points in my life. So, with October being Vegetarian Awareness Month, I want to be mindful of incorporating more meatless meals into our weekly rotation. Let me be completely honest–I won’t be giving up meat entirely in October. I love my veggies, but I also love meat and October is just too full of fun ways to eat it! I’m not so sure I want to pass up chilies, stews and bratwursts this time of year! Now that it’s starting to cool down, I’m beginning to crave more sturdy vegetables–root vegetables, kale, Brussels sprouts, for example and lately, I’ve been majorly crushing on Delicata Squash.

My current crush: Delicata Squash, shown in the foreground. They are usually yellow, elongated, with green stripes.

Mildly sweet and quite similar in flavor to butternut squash, but they bake so quickly and the best thing is that they don’t require peeling! After roasting, the skin is quite tender. They are like butternut squash’s low drama cousin–sweet, easygoing and perfect to add to an autumn salad! I’ve been finding them everywhere–from the farmer’s market to the regular grocery store.

This salad is such a powerhouse–crunchy, nutty quinoa, hearty kale, bright bursts of pomegranate, cranberries and pine nuts! Once you’ve topped it with slices of maple roasted squash and tossed it with a lemony tahini dressing–I’m willing to bet that you’re going to forget that it’s meatless! It’s a salad that can be both a side dish or a complete meal and it also happens to be Vegan and gluten-free! Perfect for Meatless Monday!

This salad is super flexible. I’ll tell you how I make it, and then you can add and subtract components according to your preference. When I’m making salads I always hear a little voice in my head that says: “Edit, Tracey! Don’t throw the entire pantry into it!” But that’s my thing–I like an epic grain salad! The quinoa is cooked just like pasta–in a pot of rapidly boiling, salted water and it only takes 10 minutes! By cooking the quinoa this way, the grains are fluffy and retain a bit of crunch. Simply slice the squash in half, scoop out the seeds and roast it in the oven. After about 15 minutes, toss them with a drizzle of maple syrup–they’ll get golden and sweet and you’ll find yourself popping into your mouth like snacks! Just be sure to save some for the salad. I threw in pomegranate arils** for a little burst of tartness. I also added some dried cranberries and lightly toasted pine nuts for crunch. And the dressing! So amazing–creamy tahini, lemon juice, more maple syrup (because it’s Autumn) and garlic. It’s an unbelievably delicious combination that was inspired by Sara Forte’s Tahini Dressing recipe The Sprouted Kitchen cookbook. I like eating this salad slightly warm, but it packs and refrigerates exceptionally well.

Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

  • Porções: 6-8
  • Tempo: 1 hora
  • Dificuldade: fácil

Tahini Dressing inspired by The Sprouted Kitchen Cookbook

  • 1 1/2 cups quinoa, uncooked and rinsed in a fine mesh strainer (I mixed red and white quinoa for aesthetic purposes)
  • 2 Delicata Squash, seeds removed and flesh sliced into 1/2 inch slices
  • 1 large bunch, lacinato (dinosaur) kale
  • Arils from 1 pomegranate**
  • 2 tablespoons pine nuts (optional)
  • 2 tablespoons dried cranberries (optional)
  • sal kosher
  • pimenta do reino moída na hora
  • cominho em pó
  • xarope de bordo
  • 1-2 tablespoons coconut oil
  • olive oil and sea salt
  • 1/4 xícara de tahine
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de xarope de bordo
  • 2 small cloves garlic, pressed or grated
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1-3 tablespoons water (as needed)

Preheat the oven to 400 degrees

  1. Toss the squash slices with the coconut oil and spread them evenly on a baking sheet. Season the squash lightly with salt, pepper and cumin. Bake for 15 minutes, then flip the slices over and drizzle with 1-2 teaspoons of the maple syrup. Cook for 5 minutes more, then remove from the oven and set aside to cool. While the squash is baking, prepare the quinoa and the kale.
  2. Wash the kale, remove the ribs and chop into fairly small pieces. Place the kale in a salad bowl and drizzle with a little olive oil and 1/2 teaspoon of sea salt. Massage the salt and oil into the kale and set it aside.
  3. Bring a medium sized pot of water to a boil and add a generous pinch of salt. Add the rinsed quinoa and boil for 10 minutes, or until it becomes translucent and the germ spirals from the kernel. Drain the quinoa in a mesh strainer and allow it to cool for a bit before adding it to the kale in the salad bowl.
  4. In a small bowl, whisk together all of the ingredients for the dressing. Add a little water, one tablespoon at a time until the dressing is the consistency that you prefer.
  5. Toss the quinoa with the kale, then add the pomegranate arils, pine nuts and cranberries, if using. Toss with the tahini dressing and top with the roasted squash.

NOTE: **I learned an easy way to remove the arils from a pomegranate. Slice the pomegranate in half around its equator and separate the two halves. Hold the pomegranate half over a bowl in the palm of your hand, cut side down. With a wooden spoon, repeatedly smack the back of the pomegranate until all of the arils have fallen into the bowl. Repeat with the second half of the pomegranate. Rinse, then remove the bits and pieces of membrane from the arils. It’s super simple and no stained fingers!


Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

I tried to celebrate World Vegetarian Day on October 1. I really, really tried. I had found a recipe for “smoked eggplant” in an Indian cookbook and chalked it up to kismet that I had all the ingredients in the pantry. I roasted the eggplants whole on the grill, then peeled the charred skin away and cut it up in cubes. I sautéed onions, garlic, chiles and added some warming spices. The kitchen smelled amazing! And then I tasted it. It tasted like poison–acrid and so bitter! I tried to zhoosh it up with some coconut milk and fresh lime juice, but it would not budge and remained wholly inedible. There was no saving it, and so we ate chicken…on World Vegetarian Day. Odeio quando isso acontece.

Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

Eggplant disasters aside, I am no stranger to vegetarian cooking and I’ve been a vegetarian and a vegan at different points in my life. So, with October being Vegetarian Awareness Month, I want to be mindful of incorporating more meatless meals into our weekly rotation. Let me be completely honest–I won’t be giving up meat entirely in October. I love my veggies, but I also love meat and October is just too full of fun ways to eat it! I’m not so sure I want to pass up chilies, stews and bratwursts this time of year! Now that it’s starting to cool down, I’m beginning to crave more sturdy vegetables–root vegetables, kale, Brussels sprouts, for example and lately, I’ve been majorly crushing on Delicata Squash.

My current crush: Delicata Squash, shown in the foreground. They are usually yellow, elongated, with green stripes.

Mildly sweet and quite similar in flavor to butternut squash, but they bake so quickly and the best thing is that they don’t require peeling! After roasting, the skin is quite tender. They are like butternut squash’s low drama cousin–sweet, easygoing and perfect to add to an autumn salad! I’ve been finding them everywhere–from the farmer’s market to the regular grocery store.

This salad is such a powerhouse–crunchy, nutty quinoa, hearty kale, bright bursts of pomegranate, cranberries and pine nuts! Once you’ve topped it with slices of maple roasted squash and tossed it with a lemony tahini dressing–I’m willing to bet that you’re going to forget that it’s meatless! It’s a salad that can be both a side dish or a complete meal and it also happens to be Vegan and gluten-free! Perfect for Meatless Monday!

This salad is super flexible. I’ll tell you how I make it, and then you can add and subtract components according to your preference. When I’m making salads I always hear a little voice in my head that says: “Edit, Tracey! Don’t throw the entire pantry into it!” But that’s my thing–I like an epic grain salad! The quinoa is cooked just like pasta–in a pot of rapidly boiling, salted water and it only takes 10 minutes! By cooking the quinoa this way, the grains are fluffy and retain a bit of crunch. Simply slice the squash in half, scoop out the seeds and roast it in the oven. After about 15 minutes, toss them with a drizzle of maple syrup–they’ll get golden and sweet and you’ll find yourself popping into your mouth like snacks! Just be sure to save some for the salad. I threw in pomegranate arils** for a little burst of tartness. I also added some dried cranberries and lightly toasted pine nuts for crunch. And the dressing! So amazing–creamy tahini, lemon juice, more maple syrup (because it’s Autumn) and garlic. It’s an unbelievably delicious combination that was inspired by Sara Forte’s Tahini Dressing recipe The Sprouted Kitchen cookbook. I like eating this salad slightly warm, but it packs and refrigerates exceptionally well.

Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

  • Porções: 6-8
  • Tempo: 1 hora
  • Dificuldade: fácil

Tahini Dressing inspired by The Sprouted Kitchen Cookbook

  • 1 1/2 cups quinoa, uncooked and rinsed in a fine mesh strainer (I mixed red and white quinoa for aesthetic purposes)
  • 2 Delicata Squash, seeds removed and flesh sliced into 1/2 inch slices
  • 1 large bunch, lacinato (dinosaur) kale
  • Arils from 1 pomegranate**
  • 2 tablespoons pine nuts (optional)
  • 2 tablespoons dried cranberries (optional)
  • sal kosher
  • pimenta do reino moída na hora
  • cominho em pó
  • xarope de bordo
  • 1-2 tablespoons coconut oil
  • olive oil and sea salt
  • 1/4 xícara de tahine
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de xarope de bordo
  • 2 small cloves garlic, pressed or grated
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1-3 tablespoons water (as needed)

Preheat the oven to 400 degrees

  1. Toss the squash slices with the coconut oil and spread them evenly on a baking sheet. Season the squash lightly with salt, pepper and cumin. Bake for 15 minutes, then flip the slices over and drizzle with 1-2 teaspoons of the maple syrup. Cook for 5 minutes more, then remove from the oven and set aside to cool. While the squash is baking, prepare the quinoa and the kale.
  2. Wash the kale, remove the ribs and chop into fairly small pieces. Place the kale in a salad bowl and drizzle with a little olive oil and 1/2 teaspoon of sea salt. Massage the salt and oil into the kale and set it aside.
  3. Bring a medium sized pot of water to a boil and add a generous pinch of salt. Add the rinsed quinoa and boil for 10 minutes, or until it becomes translucent and the germ spirals from the kernel. Drain the quinoa in a mesh strainer and allow it to cool for a bit before adding it to the kale in the salad bowl.
  4. In a small bowl, whisk together all of the ingredients for the dressing. Add a little water, one tablespoon at a time until the dressing is the consistency that you prefer.
  5. Toss the quinoa with the kale, then add the pomegranate arils, pine nuts and cranberries, if using. Toss with the tahini dressing and top with the roasted squash.

NOTE: **I learned an easy way to remove the arils from a pomegranate. Slice the pomegranate in half around its equator and separate the two halves. Hold the pomegranate half over a bowl in the palm of your hand, cut side down. With a wooden spoon, repeatedly smack the back of the pomegranate until all of the arils have fallen into the bowl. Repeat with the second half of the pomegranate. Rinse, then remove the bits and pieces of membrane from the arils. It’s super simple and no stained fingers!


Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

I tried to celebrate World Vegetarian Day on October 1. I really, really tried. I had found a recipe for “smoked eggplant” in an Indian cookbook and chalked it up to kismet that I had all the ingredients in the pantry. I roasted the eggplants whole on the grill, then peeled the charred skin away and cut it up in cubes. I sautéed onions, garlic, chiles and added some warming spices. The kitchen smelled amazing! And then I tasted it. It tasted like poison–acrid and so bitter! I tried to zhoosh it up with some coconut milk and fresh lime juice, but it would not budge and remained wholly inedible. There was no saving it, and so we ate chicken…on World Vegetarian Day. Odeio quando isso acontece.

Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

Eggplant disasters aside, I am no stranger to vegetarian cooking and I’ve been a vegetarian and a vegan at different points in my life. So, with October being Vegetarian Awareness Month, I want to be mindful of incorporating more meatless meals into our weekly rotation. Let me be completely honest–I won’t be giving up meat entirely in October. I love my veggies, but I also love meat and October is just too full of fun ways to eat it! I’m not so sure I want to pass up chilies, stews and bratwursts this time of year! Now that it’s starting to cool down, I’m beginning to crave more sturdy vegetables–root vegetables, kale, Brussels sprouts, for example and lately, I’ve been majorly crushing on Delicata Squash.

My current crush: Delicata Squash, shown in the foreground. They are usually yellow, elongated, with green stripes.

Mildly sweet and quite similar in flavor to butternut squash, but they bake so quickly and the best thing is that they don’t require peeling! After roasting, the skin is quite tender. They are like butternut squash’s low drama cousin–sweet, easygoing and perfect to add to an autumn salad! I’ve been finding them everywhere–from the farmer’s market to the regular grocery store.

This salad is such a powerhouse–crunchy, nutty quinoa, hearty kale, bright bursts of pomegranate, cranberries and pine nuts! Once you’ve topped it with slices of maple roasted squash and tossed it with a lemony tahini dressing–I’m willing to bet that you’re going to forget that it’s meatless! It’s a salad that can be both a side dish or a complete meal and it also happens to be Vegan and gluten-free! Perfect for Meatless Monday!

This salad is super flexible. I’ll tell you how I make it, and then you can add and subtract components according to your preference. When I’m making salads I always hear a little voice in my head that says: “Edit, Tracey! Don’t throw the entire pantry into it!” But that’s my thing–I like an epic grain salad! The quinoa is cooked just like pasta–in a pot of rapidly boiling, salted water and it only takes 10 minutes! By cooking the quinoa this way, the grains are fluffy and retain a bit of crunch. Simply slice the squash in half, scoop out the seeds and roast it in the oven. After about 15 minutes, toss them with a drizzle of maple syrup–they’ll get golden and sweet and you’ll find yourself popping into your mouth like snacks! Just be sure to save some for the salad. I threw in pomegranate arils** for a little burst of tartness. I also added some dried cranberries and lightly toasted pine nuts for crunch. And the dressing! So amazing–creamy tahini, lemon juice, more maple syrup (because it’s Autumn) and garlic. It’s an unbelievably delicious combination that was inspired by Sara Forte’s Tahini Dressing recipe The Sprouted Kitchen cookbook. I like eating this salad slightly warm, but it packs and refrigerates exceptionally well.

Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

  • Porções: 6-8
  • Tempo: 1 hora
  • Dificuldade: fácil

Tahini Dressing inspired by The Sprouted Kitchen Cookbook

  • 1 1/2 cups quinoa, uncooked and rinsed in a fine mesh strainer (I mixed red and white quinoa for aesthetic purposes)
  • 2 Delicata Squash, seeds removed and flesh sliced into 1/2 inch slices
  • 1 large bunch, lacinato (dinosaur) kale
  • Arils from 1 pomegranate**
  • 2 tablespoons pine nuts (optional)
  • 2 tablespoons dried cranberries (optional)
  • sal kosher
  • pimenta do reino moída na hora
  • cominho em pó
  • xarope de bordo
  • 1-2 tablespoons coconut oil
  • olive oil and sea salt
  • 1/4 xícara de tahine
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de xarope de bordo
  • 2 small cloves garlic, pressed or grated
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1-3 tablespoons water (as needed)

Preheat the oven to 400 degrees

  1. Toss the squash slices with the coconut oil and spread them evenly on a baking sheet. Season the squash lightly with salt, pepper and cumin. Bake for 15 minutes, then flip the slices over and drizzle with 1-2 teaspoons of the maple syrup. Cook for 5 minutes more, then remove from the oven and set aside to cool. While the squash is baking, prepare the quinoa and the kale.
  2. Wash the kale, remove the ribs and chop into fairly small pieces. Place the kale in a salad bowl and drizzle with a little olive oil and 1/2 teaspoon of sea salt. Massage the salt and oil into the kale and set it aside.
  3. Bring a medium sized pot of water to a boil and add a generous pinch of salt. Add the rinsed quinoa and boil for 10 minutes, or until it becomes translucent and the germ spirals from the kernel. Drain the quinoa in a mesh strainer and allow it to cool for a bit before adding it to the kale in the salad bowl.
  4. In a small bowl, whisk together all of the ingredients for the dressing. Add a little water, one tablespoon at a time until the dressing is the consistency that you prefer.
  5. Toss the quinoa with the kale, then add the pomegranate arils, pine nuts and cranberries, if using. Toss with the tahini dressing and top with the roasted squash.

NOTE: **I learned an easy way to remove the arils from a pomegranate. Slice the pomegranate in half around its equator and separate the two halves. Hold the pomegranate half over a bowl in the palm of your hand, cut side down. With a wooden spoon, repeatedly smack the back of the pomegranate until all of the arils have fallen into the bowl. Repeat with the second half of the pomegranate. Rinse, then remove the bits and pieces of membrane from the arils. It’s super simple and no stained fingers!


Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

I tried to celebrate World Vegetarian Day on October 1. I really, really tried. I had found a recipe for “smoked eggplant” in an Indian cookbook and chalked it up to kismet that I had all the ingredients in the pantry. I roasted the eggplants whole on the grill, then peeled the charred skin away and cut it up in cubes. I sautéed onions, garlic, chiles and added some warming spices. The kitchen smelled amazing! And then I tasted it. It tasted like poison–acrid and so bitter! I tried to zhoosh it up with some coconut milk and fresh lime juice, but it would not budge and remained wholly inedible. There was no saving it, and so we ate chicken…on World Vegetarian Day. Odeio quando isso acontece.

Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

Eggplant disasters aside, I am no stranger to vegetarian cooking and I’ve been a vegetarian and a vegan at different points in my life. So, with October being Vegetarian Awareness Month, I want to be mindful of incorporating more meatless meals into our weekly rotation. Let me be completely honest–I won’t be giving up meat entirely in October. I love my veggies, but I also love meat and October is just too full of fun ways to eat it! I’m not so sure I want to pass up chilies, stews and bratwursts this time of year! Now that it’s starting to cool down, I’m beginning to crave more sturdy vegetables–root vegetables, kale, Brussels sprouts, for example and lately, I’ve been majorly crushing on Delicata Squash.

My current crush: Delicata Squash, shown in the foreground. They are usually yellow, elongated, with green stripes.

Mildly sweet and quite similar in flavor to butternut squash, but they bake so quickly and the best thing is that they don’t require peeling! After roasting, the skin is quite tender. They are like butternut squash’s low drama cousin–sweet, easygoing and perfect to add to an autumn salad! I’ve been finding them everywhere–from the farmer’s market to the regular grocery store.

This salad is such a powerhouse–crunchy, nutty quinoa, hearty kale, bright bursts of pomegranate, cranberries and pine nuts! Once you’ve topped it with slices of maple roasted squash and tossed it with a lemony tahini dressing–I’m willing to bet that you’re going to forget that it’s meatless! It’s a salad that can be both a side dish or a complete meal and it also happens to be Vegan and gluten-free! Perfect for Meatless Monday!

This salad is super flexible. I’ll tell you how I make it, and then you can add and subtract components according to your preference. When I’m making salads I always hear a little voice in my head that says: “Edit, Tracey! Don’t throw the entire pantry into it!” But that’s my thing–I like an epic grain salad! The quinoa is cooked just like pasta–in a pot of rapidly boiling, salted water and it only takes 10 minutes! By cooking the quinoa this way, the grains are fluffy and retain a bit of crunch. Simply slice the squash in half, scoop out the seeds and roast it in the oven. After about 15 minutes, toss them with a drizzle of maple syrup–they’ll get golden and sweet and you’ll find yourself popping into your mouth like snacks! Just be sure to save some for the salad. I threw in pomegranate arils** for a little burst of tartness. I also added some dried cranberries and lightly toasted pine nuts for crunch. And the dressing! So amazing–creamy tahini, lemon juice, more maple syrup (because it’s Autumn) and garlic. It’s an unbelievably delicious combination that was inspired by Sara Forte’s Tahini Dressing recipe The Sprouted Kitchen cookbook. I like eating this salad slightly warm, but it packs and refrigerates exceptionally well.

Autumn Quinoa and Kale Salad with Maple Roasted Delicata Squash

  • Porções: 6-8
  • Tempo: 1 hora
  • Dificuldade: fácil

Tahini Dressing inspired by The Sprouted Kitchen Cookbook

  • 1 1/2 cups quinoa, uncooked and rinsed in a fine mesh strainer (I mixed red and white quinoa for aesthetic purposes)
  • 2 Delicata Squash, seeds removed and flesh sliced into 1/2 inch slices
  • 1 large bunch, lacinato (dinosaur) kale
  • Arils from 1 pomegranate**
  • 2 tablespoons pine nuts (optional)
  • 2 tablespoons dried cranberries (optional)
  • sal kosher
  • pimenta do reino moída na hora
  • cominho em pó
  • xarope de bordo
  • 1-2 tablespoons coconut oil
  • olive oil and sea salt
  • 1/4 xícara de tahine
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de xarope de bordo
  • 2 small cloves garlic, pressed or grated
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1-3 tablespoons water (as needed)

Preheat the oven to 400 degrees

  1. Toss the squash slices with the coconut oil and spread them evenly on a baking sheet. Season the squash lightly with salt, pepper and cumin. Bake for 15 minutes, then flip the slices over and drizzle with 1-2 teaspoons of the maple syrup. Cook for 5 minutes more, then remove from the oven and set aside to cool. While the squash is baking, prepare the quinoa and the kale.
  2. Wash the kale, remove the ribs and chop into fairly small pieces. Place the kale in a salad bowl and drizzle with a little olive oil and 1/2 teaspoon of sea salt. Massage the salt and oil into the kale and set it aside.
  3. Bring a medium sized pot of water to a boil and add a generous pinch of salt. Add the rinsed quinoa and boil for 10 minutes, or until it becomes translucent and the germ spirals from the kernel. Drain the quinoa in a mesh strainer and allow it to cool for a bit before adding it to the kale in the salad bowl.
  4. In a small bowl, whisk together all of the ingredients for the dressing. Add a little water, one tablespoon at a time until the dressing is the consistency that you prefer.
  5. Toss the quinoa with the kale, then add the pomegranate arils, pine nuts and cranberries, if using. Toss with the tahini dressing and top with the roasted squash.

NOTE: **I learned an easy way to remove the arils from a pomegranate. Slice the pomegranate in half around its equator and separate the two halves. Hold the pomegranate half over a bowl in the palm of your hand, cut side down. With a wooden spoon, repeatedly smack the back of the pomegranate until all of the arils have fallen into the bowl. Repeat with the second half of the pomegranate. Rinse, then remove the bits and pieces of membrane from the arils. It’s super simple and no stained fingers!


Assista o vídeo: How to Harvest and Cure Squash. lasts MONTHS on the open shelf like this (Outubro 2021).