Receitas tradicionais

Réveillon: resoluções vs. realidade

Réveillon: resoluções vs. realidade

Se você for como eu então, nos últimos 1,5 - 2 meses, você tem enchido a cara (literalmente, com o parceiro do peru no crime) com tudo, desde diariamente Starbucks 'Eggnog Latte corre e os biscoitos do feriado em seu escritório, para todos os doces e salgados entre (presunto assado com mel, molho de alcachofra quente, batatas fritas e salsa, vinho quente, torta de nozes, chocolates, macarrão e queijo, caçarola de feijão verde, biscoitos, burritos totalmente carregados de café da manhã, bacon, margaritas tamanho tigela de peixe, enchiladas de queijo, chile con queso, aperitivos para festas de fim de ano, sopapillas, tacos de carne gordurosos, churrasco, bife, batatas assadas totalmente carregadas ... devo continuar? Nah, você entendeu.) Uau!

E, aqui estamos nós, no auge da véspera de Ano Novo - olhando para trás, refletindo sobre 2010 e nos perguntando: "Como posso fazer de 2011 o meu melhor ano?" Vem sábado, e as primeiras semanas que se seguem, as academias locais estarão explodindo com novos membros ansiosos para tornar sua perda de peso e objetivos de exercícios uma realidade. Eu não posso deixar de pensar, enquanto passo por um New York Sports Club ou Equinócio, quanto tempo dura a resolução média. Duas semanas? Um mês? Se eu passar pela mesma academia - no mesmo horário - em exatamente um mês a partir de sábado, verei mais máquinas elípticas e esteiras vazias? Para fins de discussão, digamos que sim. Minha pergunta é: como podemos fazer nossas resoluções durarem mais?

Entre a longa lista de metas que estabeleci para mim mesma, uma das mais importantes é, como todas as outras pessoas no planeta, ficar saudável. Isso abrange muitos aspectos porque, além de perder peso, gostaria de me concentrar em comer alimentos mais naturais, fazer exercícios e reservar um tempo para mim mesma. Eu gasto muito tempo e energia com, bem, basicamente com todos, menos comigo. Isso significa que espero me tornar mais egoísta? Possivelmente.

Recentemente, minha irmã completou com sucesso 21 dias no "Programa Limpo, "e outro amigo meu está considerando o Blue Print Cleanse. Tendo ouvido a palavra "limpar" tantas vezes que tenho vontade de gritar, decidi pesquisar um pouco. "Eu seria um candidato ideal para 'limpar'?" Eu me perguntei. Baixo e eis que me deparei com Bon Apetit's versão. "Quão difícil pode ser a limpeza de uma revista de comida gourmet?" Eu ri.

Para qualquer um de vocês que tenha objetivos de saúde semelhantes + um emprego em tempo integral + uma vida passada de salário em salário, quero que dê uma olhada em Limpeza dos amantes de comida de Bon Apetit. Vá em frente, leia as receitas e seus ingredientes sofisticados. Agora, seja honesto e pergunte-se: tenho tempo e / ou dinheiro disponível para fazer cada refeição por duas semanas consecutivas?

Bem e você?

Para aqueles de vocês que moram em qualquer lugar que não seja Nova York ou Los Angeles, onde diabos você vai conseguir ingredientes como "Melaço de Romã?" Se você disse "a internet", elogiarei sua resposta. Mas, Se você encomendar esses produtos exóticos online, está disposto a esperar mais uma ou duas semanas para recebê-los? Que tal ter que pagar as taxas de envio exorbitantes?

Bem, e você?

Nesse caso, estou com ciúme de seu tempo e dinheiro. Para o resto de nós idiotas, suponho que nossa única resposta seja perder peso à moda antiga. Vai ser cansativo para mim ter que comer mingau de aveia no café da manhã em vez de um bagel com creme de queijo - peixe grelhado e vegetais para o jantar em vez de pizza - e optar por sair daquela segunda taça de vinho no happy hour, mas já chega. É hora de eu recuperar o controle sem recuperar o peso. Afinal, nada de bom na vida vem fácil.

E com isso, caros leitores, desejo a todos um feliz ano novo. Maio de 2011, realmente, seja nosso melhor ainda! Até o próximo ano ...

~

Leia e coma ...e boa sorte com essas resoluções!

The Lunch Belle


Ferramenta Elétrica: Resolução vs. Intenção

Uma ferramenta poderosa de coaching criada por Cara Coulson
(Mindfulness / Life Coach, CANADÁ)

O segredo para mudar é concentrar toda a sua energia não em lutar contra o velho, mas em construir o novo. Sócrates

Fui questionado por um querido amigo na véspera de Ano Novo de 2020 quais eram minhas resoluções para 2021, e eu podia sentir que a palavra 'resolução' me atingiu no plexo solar, eu sabia intuitivamente que 'palavra' não se encaixava onde eu pretendia ir em 2021. Talvez depois das experiências do COVID-19, todos nós suportamos coletivamente globalmente, incluindo bloqueios, regras intensas de segurança, incluindo o uso de máscaras, e não sabendo realmente qual regra era certa ou errada, mas nos sentindo restringidos por todos eles, meu O cansaço do COVID foi o motivo?

Talvez em meu próprio estado de consciência plena, em que continuamente pratico, aprendo e me desenvolvo, a ideia de ser resoluto parecia rigorosa e difícil. Uma 'resolução' se encaixa na minha 'intenção' de quem eu quero ser? O que eu sei é que quando algo me faz sentir instintivo, não é mais certo para mim - preciso agir para descobrir o que é. Comecei a fazer algumas pesquisas e perceber que, para minha própria prática como Coach de Mindfulness, a ferramenta de resolução versus intenção merecia desenvolvimento e realização pessoal e profissional. Tenho clientes discutindo sua resolução de mudar as coisas em suas vidas e isso não "parece" autêntico para a prática de coaching de cultivar o aprendizado ou o crescimento. O que tenho notado com as resoluções é que muitas vezes mais medo e atenção estão sendo colocados no que não é desejado na vida de uma pessoa do que um foco no que a pessoa gostaria de começar a ser. Além dessa declaração de desejo ou atrevo-me a dizer, sonho, envolvendo emoção intensa, muitas vezes um plano de mudança não é realista, a recaída é vista como um fracasso e não há etapas para definir o mapa de para onde um cliente quer ir. O que percebi na véspera de Ano Novo de 2020 foi que a formação de um desejo de planejar e de sucesso promissor começa com a reformulação consciente de palavras e pensamentos. Precisa seguir uma estrutura realista, suave e dinâmica, como a própria jornada de mudança.

O Dicionário de Inglês destaca a resolução como uma decisão firme de fazer ou não fazer algo. (Dictionary.com, 2021). Considerando que uma intenção é listada como uma coisa pretendida, um objetivo, um plano. (Dictionary.com, 2021).

Uma reformulação consciente de apenas uma palavra da resolução à intenção abre o portal para o início de um resultado bem-sucedido.

Pode parecer uma questão de semântica, mas a diferença entre resoluções e intenções é mais profunda do que pode parecer superficialmente. As resoluções tendem a ser claramente definidas, mensuráveis ​​e específicas. Eles veem as coisas como 'isso' ou 'aquilo', muitas vezes julgando discretamente os comportamentos como sendo 'bons' ou 'maus'. As intenções, por outro lado, são suaves, qualitativas e compassivas. Embora possam incluir algum grau de especificidade, muitas vezes são difíceis de medir com base na experiência à medida que ela se desenvolve. As intenções incorporam uma qualidade - e como sabemos, as qualidades são sentidas no corpo antes de serem conhecidas na mente. (Sanger).

Quando fui questionado na véspera de Ano Novo sobre uma resolução, talvez minha mente estivesse cansada do julgamento de "fazer ou não, não há tentativa" (Yoda, 1980). Estou percebendo com meus clientes no início de 2021, que eles já estão se esforçando e se esforçando tanto para viver e encontrar alguma alegria neste novo mundo pandêmico, que regulamentações estritas de nossas próprias expectativas pessoais sobre nós mesmos não são uma realidade verdadeira que podemos alcançar para 2021. “Talvez, nunca tenha sido verdadeiramente”, é o que a voz insidiosa da mente que quer continuar falando, desliza e sussurra para você. Quando uma resolução não é alcançada, quando chega o fracasso, e caímos da proverbial carroça. Alternativamente, quando perdemos nosso sonho devido às nossas próprias escolhas, o sempre pronto e formulado há muito tempo, muitas vezes jogou a história em nossa mente sobre ser um fracasso, nunca conseguindo, se enrola em nosso coração em uma crença que nunca alcançaremos nosso foco. Talvez no próximo ano? Talvez nunca? Enquanto aquela cobra de um pensamento desliza em torno de seu desejo e estrangula sua crença em si mesmo como a píton mortal que é.

No entanto, a intenção é outra palavra totalmente. A intenção tem um propósito e o poder de movimento e ação.

Intenção vem do latim & # 8220intendere, & # 8221 que significa inclinar-se para, mover-se para. Esta é a fonte de energia que nos move na direção desejada. (Bloom, 2020)

Neste movimento de intenção para a frente, a pessoa cresce na crença de realização e começa a ver o caminho da jornada de mudança aberto,

A intenção tem a ver com um propósito no qual a mente está concentrada e fixada. Embora o desejo seja principalmente um estado de sentimento, a intenção adiciona não apenas força a esse sentimento, mas também o compromisso de realizar qualquer ação necessária para a realização desse desejo. (Bloom, 2020)

Esta ferramenta se aplica bem ao coaching ao desenvolver a Competência de Coaching 8 da ICF - Cultivando Aprendizagem e Crescimento / Facilitando o Crescimento do Cliente. Especialmente o Marcador 2, que convida o coach a fazer parceria com o cliente para projetar metas, ações e medidas de responsabilidade que integram e expandem o novo aprendizado. Quando um cliente decide definir uma intenção de mudança comportamental em oposição a uma resolução de "fazer ou não fazer", como coaches, podemos responder facilitando o crescimento e a conscientização do cliente.


Ferramenta Elétrica: Resolução vs. Intenção

Uma ferramenta poderosa de coaching criada por Cara Coulson
(Mindfulness / Life Coach, CANADÁ)

O segredo para mudar é concentrar toda a sua energia não em lutar contra o velho, mas em construir o novo. Sócrates

Um querido amigo me perguntou na véspera de Ano Novo de 2020 quais eram minhas resoluções para 2021, e eu podia sentir que a palavra, 'resolução' me atingiu no plexo solar, eu sabia intuitivamente que 'palavra' não se encaixava onde eu pretendia ir em 2021. Talvez após as experiências do COVID-19, todos nós suportamos coletivamente globalmente, incluindo bloqueios, regras intensas de segurança, incluindo o uso de máscaras, e não sabendo realmente qual regra era certa ou errada, mas nos sentindo restringidos por todos eles, meu O cansaço do COVID foi o motivo?

Talvez em meu próprio estado de consciência plena, em que continuamente pratico, aprendo e me desenvolvo, a ideia de ser resoluto parecia rigorosa e difícil. Uma 'resolução' se encaixa na minha 'intenção' de quem eu quero ser? O que eu sei é que quando algo me faz sentir instintivo, não é mais certo para mim - preciso agir para descobrir o que é. Comecei a fazer algumas pesquisas e perceber que, para minha própria prática como Coach de Mindfulness, a ferramenta de resolução versus intenção merecia desenvolvimento e realização pessoal e profissional. Tenho clientes discutindo sua resolução de mudar as coisas em suas vidas e isso não "parece" autêntico para a prática de coaching de cultivar o aprendizado ou o crescimento. O que tenho notado com as resoluções é que muitas vezes mais medo e atenção estão sendo colocados no que não é desejado na vida de uma pessoa do que um foco no que a pessoa gostaria de começar a ser. Além dessa declaração de desejo ou atrevo-me a dizer, sonho, envolvendo emoção intensa, muitas vezes um plano de mudança não é realista, a recaída é vista como um fracasso e não há etapas para definir o mapa de para onde um cliente quer ir. O que percebi na véspera de Ano Novo de 2020 foi que a formação de um desejo de planejar e de sucesso promissor começa com a reformulação consciente de palavras e pensamentos. Precisa seguir uma estrutura realista, suave e dinâmica, como a própria jornada de mudança.

O Dicionário de Inglês destaca a resolução como uma decisão firme de fazer ou não fazer algo. (Dictionary.com, 2021). Considerando que uma intenção é listada como uma coisa pretendida, um objetivo, um plano. (Dictionary.com, 2021).

Uma reformulação consciente de apenas uma palavra da resolução à intenção abre o portal para o início de um resultado bem-sucedido.

Pode parecer uma questão de semântica, mas a diferença entre resoluções e intenções é mais profunda do que pode parecer superficialmente. As resoluções tendem a ser claramente definidas, mensuráveis ​​e específicas. Eles veem as coisas como 'isso' ou 'aquilo', muitas vezes julgando discretamente os comportamentos como sendo 'bons' ou 'maus'. As intenções, por outro lado, são suaves, qualitativas e compassivas. Embora possam incluir algum grau de especificidade, muitas vezes são difíceis de medir com base na experiência à medida que ela se desenvolve. As intenções incorporam uma qualidade - e como sabemos, as qualidades são sentidas no corpo antes de serem conhecidas na mente. (Sanger).

Quando fui questionado na véspera de Ano Novo sobre uma resolução, talvez minha mente estivesse cansada do julgamento de "fazer ou não, não há tentativa" (Yoda, 1980). Estou percebendo com meus clientes no início de 2021, que eles já estão se esforçando e se esforçando tanto para viver e encontrar alguma alegria neste novo mundo pandêmico, que regulamentações estritas de nossas próprias expectativas pessoais sobre nós mesmos não são uma realidade verdadeira que podemos alcançar para 2021. “Talvez, nunca tenha sido verdadeiramente”, é o que a voz insidiosa da mente que quer continuar falando, desliza e sussurra para você. Quando uma resolução não é alcançada, quando chega o fracasso, e caímos da proverbial carroça. Alternativamente, quando perdemos nosso sonho devido às nossas próprias escolhas, o sempre pronto e formulado há muito tempo, muitas vezes jogou a história em nossa mente sobre ser um fracasso, nunca conseguindo, se enrola em nosso coração em uma crença que nunca alcançaremos nosso foco. Talvez no próximo ano? Talvez nunca? Enquanto aquela cobra de um pensamento desliza em torno de seu desejo e estrangula sua crença em si mesmo como a píton mortal que é.

No entanto, a intenção é outra palavra totalmente. A intenção tem um propósito e o poder de movimento e ação.

Intenção vem do latim & # 8220intendere, & # 8221 que significa inclinar-se para, mover-se para. Esta é a fonte de energia que nos move na direção desejada. (Bloom, 2020)

Neste movimento de intenção, a pessoa cresce na crença de realização e começa a ver o caminho da jornada de mudança aberto,

A intenção tem a ver com um propósito no qual a mente está concentrada e fixada. Embora o desejo seja principalmente um estado de sentimento, a intenção adiciona não apenas força a esse sentimento, mas também o compromisso de realizar qualquer ação necessária para a realização desse desejo. (Bloom, 2020)

Esta ferramenta se aplica bem ao coaching ao desenvolver a Competência de Coaching 8 da ICF - Cultivando Aprendizagem e Crescimento / Facilitando o Crescimento do Cliente. Especialmente o Marcador 2, que convida o coach a fazer parceria com o cliente para projetar metas, ações e medidas de responsabilidade que integram e expandem o novo aprendizado. Quando um cliente decide definir uma intenção de mudança comportamental em oposição a uma resolução de "fazer ou não fazer", como coaches, podemos responder facilitando o crescimento e a conscientização do cliente.


Ferramenta Elétrica: Resolução vs. Intenção

Uma ferramenta poderosa de coaching criada por Cara Coulson
(Mindfulness / Life Coach, CANADÁ)

O segredo para mudar é concentrar toda a sua energia não em lutar contra o velho, mas em construir o novo. Sócrates

Fui questionado por um querido amigo na véspera de Ano Novo de 2020 quais eram minhas resoluções para 2021, e eu podia sentir que a palavra 'resolução' me atingiu no plexo solar, eu sabia intuitivamente que 'palavra' não se encaixava onde eu pretendia ir em 2021. Talvez depois das experiências do COVID-19, todos nós suportamos coletivamente globalmente, incluindo bloqueios, regras intensas de segurança, incluindo o uso de máscaras, e não sabendo realmente qual regra era certa ou errada, mas nos sentindo restringidos por todos eles, meu O cansaço do COVID foi o motivo?

Talvez em meu próprio estado de consciência plena, em que continuamente pratico, aprendo e me desenvolvo, a ideia de ser resoluto parecia rigorosa e difícil. Uma 'resolução' se encaixa na minha 'intenção' de quem eu quero ser? O que eu sei é que quando algo me faz sentir instintivo, não é mais certo para mim - eu preciso agir para descobrir o que é. Comecei a fazer algumas pesquisas e perceber que, para minha própria prática como Coach de Mindfulness, a ferramenta de resolução versus intenção merecia desenvolvimento e realização pessoal e profissional. Tenho clientes discutindo sua resolução de mudar as coisas em suas vidas e isso não "parece" autêntico para a prática de coaching de cultivar o aprendizado ou o crescimento. O que tenho notado com as resoluções é que muitas vezes mais medo e atenção estão sendo colocados no que não é desejado na vida de uma pessoa do que um foco no que a pessoa gostaria de começar a ser. Além dessa declaração de desejo ou atrevo-me a dizer, sonho, envolvendo emoção intensa, muitas vezes um plano de mudança não é realista, a recaída é vista como um fracasso, e não há etapas para definir o mapa para onde um cliente quer ir. O que percebi na véspera de Ano Novo de 2020 foi que a formação de um desejo de planejar e de sucesso promissor começa com a reformulação consciente de palavras e pensamentos. Precisa seguir uma estrutura realista, suave e dinâmica, como a própria jornada de mudança.

O Dicionário de Inglês destaca a resolução como uma decisão firme de fazer ou não fazer algo. (Dictionary.com, 2021). Considerando que uma intenção é listada como uma coisa pretendida, um objetivo, um plano. (Dictionary.com, 2021).

Uma reformulação consciente de apenas uma palavra da resolução à intenção abre o portal para o início de um resultado bem-sucedido.

Pode parecer uma questão de semântica, mas a diferença entre resoluções e intenções é mais profunda do que pode parecer superficialmente. As resoluções tendem a ser claramente definidas, mensuráveis ​​e específicas. Eles veem as coisas como 'isso' ou 'aquilo', muitas vezes julgando discretamente os comportamentos como sendo 'bons' ou 'maus'. As intenções, por outro lado, são suaves, qualitativas e compassivas. Embora possam incluir algum grau de especificidade, muitas vezes são difíceis de medir com base na experiência à medida que ela se desenvolve. As intenções incorporam uma qualidade - e como sabemos, as qualidades são sentidas no corpo antes de serem conhecidas na mente. (Sanger).

Quando fui questionado na véspera de Ano Novo sobre uma resolução, talvez minha mente estivesse cansada do julgamento de "fazer ou não, não há tentativa" (Yoda, 1980). Estou percebendo com meus clientes no início de 2021, que eles já estão se esforçando e se esforçando tanto para viver e encontrar alguma alegria neste novo mundo pandêmico, que regulamentações estritas de nossas próprias expectativas pessoais sobre nós mesmos não são uma realidade verdadeira que podemos alcançar para 2021. “Talvez, nunca tenha sido verdadeiramente”, é o que a voz insidiosa da mente que quer continuar falando, desliza e sussurra para você. Quando uma resolução não é alcançada, quando chega o fracasso, e caímos da proverbial carroça. Alternativamente, quando perdemos nosso sonho devido às nossas próprias escolhas, o sempre pronto e formulado há muito tempo, muitas vezes jogou a história em nossa mente sobre ser um fracasso, nunca conseguindo, se enrola em nosso coração em uma crença que nunca alcançaremos nosso foco. Talvez no próximo ano? Talvez nunca? Enquanto aquela cobra de um pensamento desliza em torno de seu desejo e estrangula sua crença em si mesmo como a píton mortal que é.

No entanto, a intenção é outra palavra totalmente. A intenção tem um propósito e o poder de movimento e ação.

Intenção vem do latim & # 8220intendere, & # 8221 que significa inclinar-se para, mover-se para. Esta é a fonte de energia que nos move na direção desejada. (Bloom, 2020)

Neste movimento de intenção, a pessoa cresce na crença de realização e começa a ver o caminho da jornada de mudança aberto,

A intenção tem a ver com um propósito no qual a mente está concentrada e fixada. Embora o desejo seja principalmente um estado de sentimento, a intenção adiciona não apenas força a esse sentimento, mas também o compromisso de realizar qualquer ação necessária para a realização desse desejo. (Bloom, 2020)

Esta ferramenta se aplica bem ao coaching ao desenvolver a Competência de Coaching 8 da ICF - Cultivando Aprendizagem e Crescimento / Facilitando o Crescimento do Cliente. Especialmente o Marcador 2, que convida o coach a fazer parceria com o cliente para projetar metas, ações e medidas de responsabilidade que integram e expandem o novo aprendizado. Quando um cliente decide definir uma intenção de mudança comportamental em oposição a uma resolução de "fazer ou não fazer", como coaches, podemos responder facilitando o crescimento e a conscientização do cliente.


Ferramenta Elétrica: Resolução vs. Intenção

Uma ferramenta poderosa de coaching criada por Cara Coulson
(Mindfulness / Life Coach, CANADÁ)

O segredo para mudar é concentrar toda a sua energia não em lutar contra o velho, mas em construir o novo. Sócrates

Um querido amigo me perguntou na véspera de Ano Novo de 2020 quais eram minhas resoluções para 2021, e eu podia sentir que a palavra, 'resolução' me atingiu no plexo solar, eu sabia intuitivamente que 'palavra' não se encaixava onde eu pretendia ir em 2021. Talvez depois das experiências do COVID-19, todos nós suportamos coletivamente globalmente, incluindo bloqueios, regras intensas de segurança, incluindo o uso de máscaras, e não sabendo realmente qual regra era certa ou errada, mas nos sentindo restringidos por todos eles, meu O cansaço do COVID foi o motivo?

Talvez em meu próprio estado de consciência plena, em que continuamente pratico, aprendo e me desenvolvo, a ideia de ser resoluto parecia rigorosa e difícil. Uma 'resolução' se encaixa na minha 'intenção' de quem eu quero ser? O que eu sei é que quando algo me faz sentir instintivo, não é mais certo para mim - preciso agir para descobrir o que é. Comecei a fazer algumas pesquisas e perceber que, para minha própria prática como Coach de Mindfulness, a ferramenta de resolução versus intenção merecia desenvolvimento e realização pessoal e profissional. Tenho clientes discutindo sua resolução de mudar as coisas em suas vidas e isso não "parece" autêntico para a prática de coaching de cultivar o aprendizado ou o crescimento. O que tenho notado com as resoluções é que muitas vezes mais medo e atenção estão sendo colocados no que não é desejado na vida de uma pessoa do que um foco no que a pessoa gostaria de começar a ser. Além dessa declaração de desejo ou atrevo-me a dizer, sonho, envolvendo emoção intensa, muitas vezes um plano de mudança não é realista, a recaída é vista como um fracasso, e não há etapas para definir o mapa para onde um cliente quer ir. O que percebi na véspera de Ano Novo de 2020 foi que a formação de um desejo de planejar e de sucesso promissor começa com a reformulação consciente de palavras e pensamentos. Precisa seguir uma estrutura realista, suave e dinâmica, como a própria jornada de mudança.

O Dicionário de Inglês destaca a resolução como uma decisão firme de fazer ou não fazer algo. (Dictionary.com, 2021). Considerando que uma intenção é listada como uma coisa pretendida, um objetivo, um plano. (Dictionary.com, 2021).

Uma reformulação consciente de apenas uma palavra da resolução à intenção abre o portal para o início de um resultado bem-sucedido.

Pode parecer uma questão de semântica, mas a diferença entre resoluções e intenções é mais profunda do que pode parecer superficialmente. As resoluções tendem a ser claramente definidas, mensuráveis ​​e específicas. Eles veem as coisas como 'isso' ou 'aquilo', muitas vezes julgando discretamente os comportamentos como 'bons' ou 'ruins'. As intenções, por outro lado, são suaves, qualitativas e compassivas. Embora possam incluir algum grau de especificidade, muitas vezes são difíceis de medir com base na experiência à medida que ela se desenvolve. As intenções incorporam uma qualidade - e como sabemos, as qualidades são sentidas no corpo antes de serem conhecidas na mente. (Sanger).

Quando fui questionado na véspera de Ano Novo sobre uma resolução, talvez minha mente estivesse cansada do julgamento de "fazer ou não, não há tentativa" (Yoda, 1980). Estou percebendo com meus clientes no início de 2021, que eles já estão se esforçando e se esforçando tanto para viver e encontrar alguma alegria neste novo mundo pandêmico, que regulamentações estritas de nossas próprias expectativas pessoais sobre nós mesmos não são uma realidade verdadeira que podemos alcançar para 2021. “Talvez, nunca tenha sido verdadeiramente”, é o que a voz insidiosa da mente que quer continuar falando, desliza e sussurra para você. Quando uma resolução não é alcançada, quando chega o fracasso, e caímos da proverbial carroça. Alternativamente, quando perdemos nosso sonho devido às nossas próprias escolhas, o sempre pronto e formulado há muito tempo, muitas vezes jogou a história em nossa mente sobre ser um fracasso, nunca conseguindo, se enrola em nosso coração em uma crença que nunca alcançaremos nosso foco. Talvez no próximo ano? Talvez nunca? Enquanto aquela cobra de um pensamento desliza em torno de seu desejo e estrangula sua crença em si mesmo como a píton mortal que é.

No entanto, a intenção é outra palavra totalmente. A intenção tem um propósito e o poder de movimento e ação.

Intenção vem do latim & # 8220intendere, & # 8221 que significa inclinar-se para, mover-se para. Esta é a fonte de energia que nos move na direção desejada. (Bloom, 2020)

Neste movimento de intenção, a pessoa cresce na crença de realização e começa a ver o caminho da jornada de mudança aberto,

A intenção tem a ver com um propósito no qual a mente está concentrada e fixada. Embora o desejo seja principalmente um estado de sentimento, a intenção adiciona não apenas força a esse sentimento, mas também o compromisso de realizar qualquer ação necessária para a realização desse desejo. (Bloom, 2020)

Esta ferramenta se aplica bem ao coaching ao desenvolver a Competência de Coaching 8 da ICF - Cultivando Aprendizagem e Crescimento / Facilitando o Crescimento do Cliente. Especialmente o Marcador 2, que convida o coach a fazer parceria com o cliente para projetar metas, ações e medidas de responsabilidade que integram e expandem o novo aprendizado. Quando um cliente decide definir uma intenção de mudança comportamental em oposição a uma resolução de "fazer ou não fazer", como coaches, podemos responder facilitando o crescimento e a conscientização do cliente.


Ferramenta Elétrica: Resolução vs. Intenção

Uma ferramenta poderosa de coaching criada por Cara Coulson
(Mindfulness / Life Coach, CANADÁ)

O segredo para mudar é concentrar toda a sua energia não em lutar contra o velho, mas em construir o novo. Sócrates

Fui questionado por um querido amigo na véspera de Ano Novo de 2020 quais eram minhas resoluções para 2021, e eu podia sentir que a palavra 'resolução' me atingiu no plexo solar, eu sabia intuitivamente que 'palavra' não se encaixava onde eu pretendia ir em 2021. Talvez após as experiências do COVID-19, todos nós suportamos coletivamente globalmente, incluindo bloqueios, regras intensas de segurança, incluindo o uso de máscaras, e não sabendo realmente qual regra era certa ou errada, mas nos sentindo restringidos por todos eles, meu O cansaço do COVID foi o motivo?

Talvez em meu próprio estado de consciência plena, em que continuamente pratico, aprendo e me desenvolvo, a ideia de ser resoluto parecia rigorosa e difícil. Uma 'resolução' se encaixa na minha 'intenção' de quem eu quero ser? O que eu sei é que quando algo me faz sentir instintivo, não é mais certo para mim - preciso agir para descobrir o que é. Comecei a fazer algumas pesquisas e perceber que, para minha própria prática como Coach de Mindfulness, a ferramenta de resolução versus intenção merecia desenvolvimento e realização pessoal e profissional. Tenho clientes discutindo sua resolução de mudar as coisas em suas vidas e isso não "parece" autêntico para a prática de coaching de cultivar o aprendizado ou o crescimento. O que tenho notado com as resoluções é que muitas vezes mais medo e atenção estão sendo colocados no que não é desejado na vida de uma pessoa do que um foco no que a pessoa gostaria de começar a ser. Além dessa declaração de desejo ou atrevo-me a dizer, sonho, envolvendo emoção intensa, muitas vezes um plano de mudança não é realista, a recaída é vista como um fracasso, e não há etapas para definir o mapa para onde um cliente quer ir. O que percebi na véspera de Ano Novo de 2020 foi que a formação de um desejo de planejar e de sucesso promissor começa com a reformulação consciente de palavras e pensamentos. Precisa seguir uma estrutura realista, suave e dinâmica, como a própria jornada de mudança.

O Dicionário de Inglês destaca a resolução como uma decisão firme de fazer ou não fazer algo. (Dictionary.com, 2021). Considerando que uma intenção é listada como uma coisa pretendida, um objetivo, um plano. (Dictionary.com, 2021).

Uma reformulação consciente de apenas uma palavra da resolução à intenção abre o portal para o início de um resultado bem-sucedido.

Pode parecer uma questão de semântica, mas a diferença entre resoluções e intenções é mais profunda do que pode parecer superficialmente. As resoluções tendem a ser claramente definidas, mensuráveis ​​e específicas. Eles veem as coisas como 'isso' ou 'aquilo', muitas vezes julgando discretamente os comportamentos como 'bons' ou 'ruins'. As intenções, por outro lado, são suaves, qualitativas e compassivas. Embora possam incluir algum grau de especificidade, muitas vezes são difíceis de medir com base na experiência à medida que ela se desenvolve. As intenções incorporam uma qualidade - e como sabemos, as qualidades são sentidas no corpo antes de serem conhecidas na mente. (Sanger).

Quando fui questionado na véspera de Ano Novo sobre uma resolução, talvez minha mente estivesse cansada do julgamento de "fazer ou não, não há tentativa" (Yoda, 1980). Estou percebendo com meus clientes no início de 2021, que eles já estão se esforçando e se esforçando tanto para viver e encontrar alguma alegria neste novo mundo pandêmico, que regulamentações estritas de nossas próprias expectativas pessoais sobre nós mesmos não são uma realidade verdadeira que podemos alcançar para 2021. “Talvez, nunca tenha sido realmente”, é o que a voz insidiosa da mente que quer continuar falando, desliza e sussurra para você. Quando uma resolução não é alcançada, quando chega o fracasso, e caímos da proverbial carroça. Alternativamente, quando perdemos nosso sonho devido às nossas próprias escolhas, o sempre pronto e formulado há muito tempo, muitas vezes jogou a história em nossa mente sobre ser um fracasso, nunca conseguindo, se enrola em nosso coração em uma crença que nunca alcançaremos nosso foco. Talvez no próximo ano? Talvez nunca? Enquanto aquela cobra de um pensamento desliza em torno de seu desejo e estrangula sua crença em si mesmo como a píton mortal que é.

No entanto, a intenção é outra palavra totalmente. A intenção tem um propósito e o poder de movimento e ação.

Intenção vem do latim & # 8220intendere, & # 8221 que significa inclinar-se para, mover-se para. Esta é a fonte de energia que nos move na direção desejada. (Bloom, 2020)

Neste movimento de intenção para a frente, a pessoa cresce na crença de realização e começa a ver o caminho da jornada de mudança aberto,

A intenção tem a ver com um propósito no qual a mente está concentrada e fixada. Embora o desejo seja principalmente um estado de sentimento, a intenção adiciona não apenas força a esse sentimento, mas também o compromisso de realizar qualquer ação necessária para a realização desse desejo. (Bloom, 2020)

Esta ferramenta se aplica bem ao coaching ao desenvolver a Competência de Coaching 8 da ICF - Cultivando Aprendizagem e Crescimento / Facilitando o Crescimento do Cliente. Especialmente o Marcador 2, que convida o coach a fazer parceria com o cliente para projetar metas, ações e medidas de responsabilidade que integram e expandem o novo aprendizado. When a client decides to set an intention for behavioral change as opposed to a resolution to, ‘do or do not,’ as coaches we can respond by facilitating growth and awareness with the client.


Power Tool: Resolution vs. Intention

A Coaching Power Tool Created by Cara Coulson
(Mindfulness/Life Coach, CANADA)

The secret to change is to focus all your energy not on fighting the old, but in building the new. Socrates

I was asked by a dear friend on New Year’s Eve 2020 what my resolutions were going forward into 2021, and I could feel that word, ‘resolution’ hit me in the solar plexus, I intuitively knew that ‘word’ did not fit where I intended to go in 2021. Perhaps after the COVID-19 experiences, we have all collectively endured globally including lockdowns, intense rules for safety including wearing masks, and not really knowing what rule was right or wrong but feeling restricted by all of them, my COVID fatigue was the reason?

Perhaps in my own mindfulness state of living that I continually practice, learn, and develop from, the idea of being resolute felt stringent and hard. Did a ‘resolution’ fit in with my ‘intention’ of who I want to be? What I do know, is when something makes me feel instinctive it is not right for me anymore-I need to act to find what is. I began to do some research and realize that for my own practice as a Mindfulness Coach, the tool of resolution vs intention deserved development and realization personally and professionally. I have clients discuss their resolution to change things in their lives and it does not ‘feel’ authentic to the coaching practice of cultivating learning or growth. What I have noticed with resolutions is that often more fear and attention is being placed on what is not wanted in one’s life than a focus on what it is that the person would like to begin to be. Other than this declaration of a wish or dare I say, dream, involving intense emotion, often a change plan is not realistic, relapse is seen as a failure, and there are no steps to define the map of where a client wants to go. What I realized on New Year’s Eve 2020, was that the formation from a wish to plan and hopeful success begins with the mindful reframing of words and thoughts. It needs to follow a realistic framework, gentle and rolling, like the journey of change itself.

The English Dictionary highlights resolution as a firm decision to do or not do something. (Dictionary.com, 2021). Whereas an intention is listed as a thing intended, an aim, a plan. (Dictionary.com, 2021).

A mindful reframe of just one word from resolution to intention opens the gateway to the beginning of a successful outcome.

It might seem to be a matter of semantics, but the difference between resolutions and intentions runs deeper than what might be apparent on the surface. Resolutions tend to be clearly defined, measurable, and specific. They view things as ‘this’ or ‘that’, often quietly judging behaviors to be either ‘good’ or ‘bad’.Intentions, on the other hand, are soft, qualitative, and compassionate. While they might include some degree of specificity, they are often difficult to measure is based on experience as it unfolds. Intentions embody a quality – and as we know, qualities are felt in the body before they are known in the mind. (Sanger).

When I was asked on New Year’s Eve about a resolution perhaps my mind was tired of the judgment of, ‘ do or do not, there is no try.’(Yoda, 1980). I am realizing with my clients in early 2021, that they are already stretching themselves and trying so hard just to live and find some joy in this new pandemic world, that stringent regulations of our own personal expectations on ourselves are not a true reality we can achieve for 2021. “Perhaps, it never truly was,” is what the insidious voice of the mind that wants to keep on talking, slithers in and whispers to you. When a resolution is not achieved, when failure comes, and we fall off the proverbial wagon. Alternately, when we lose our dream due to our own choices, the ever-ready and long-formulated, often played the story in our mind about being a failure, never making it, loops itself around our heart in a belief we will never achieve our aim. Maybe next year? Maybe never? As that snake of a thought slides around your wish and strangles your belief in yourself like the deadly python it is.

However, the intention is another word entirely. The intention has a purpose and the power of movement and action.

Intention comes from the Latin “intendere,” which means to lean towards, to move towards. This is the source of the energy that moves us in the desired direction. (Bloom, 2020)

In this forward movement of intention, one grows in the belief of achievement and begins to see the path of the journey of change open,

The intention has to do with a purpose, upon which one’s mind is concentrated and fixed. While desire is primarily a state of feeling, intention adds not only strength to that feeling but a commitment to take whatever action is necessary for the achievement of that desire. (Bloom, 2020)

This tool applies well with coaching when developing the ICF Coaching Competency 8-Cultivating Learning and Growth/Facilitating Client Growth. EspeciallyMarker 2, which invites the coach to partner with the client to design goals, actions, and accountability measures that integrate and expand new learning. When a client decides to set an intention for behavioral change as opposed to a resolution to, ‘do or do not,’ as coaches we can respond by facilitating growth and awareness with the client.


Power Tool: Resolution vs. Intention

A Coaching Power Tool Created by Cara Coulson
(Mindfulness/Life Coach, CANADA)

The secret to change is to focus all your energy not on fighting the old, but in building the new. Socrates

I was asked by a dear friend on New Year’s Eve 2020 what my resolutions were going forward into 2021, and I could feel that word, ‘resolution’ hit me in the solar plexus, I intuitively knew that ‘word’ did not fit where I intended to go in 2021. Perhaps after the COVID-19 experiences, we have all collectively endured globally including lockdowns, intense rules for safety including wearing masks, and not really knowing what rule was right or wrong but feeling restricted by all of them, my COVID fatigue was the reason?

Perhaps in my own mindfulness state of living that I continually practice, learn, and develop from, the idea of being resolute felt stringent and hard. Did a ‘resolution’ fit in with my ‘intention’ of who I want to be? What I do know, is when something makes me feel instinctive it is not right for me anymore-I need to act to find what is. I began to do some research and realize that for my own practice as a Mindfulness Coach, the tool of resolution vs intention deserved development and realization personally and professionally. I have clients discuss their resolution to change things in their lives and it does not ‘feel’ authentic to the coaching practice of cultivating learning or growth. What I have noticed with resolutions is that often more fear and attention is being placed on what is not wanted in one’s life than a focus on what it is that the person would like to begin to be. Other than this declaration of a wish or dare I say, dream, involving intense emotion, often a change plan is not realistic, relapse is seen as a failure, and there are no steps to define the map of where a client wants to go. What I realized on New Year’s Eve 2020, was that the formation from a wish to plan and hopeful success begins with the mindful reframing of words and thoughts. It needs to follow a realistic framework, gentle and rolling, like the journey of change itself.

The English Dictionary highlights resolution as a firm decision to do or not do something. (Dictionary.com, 2021). Whereas an intention is listed as a thing intended, an aim, a plan. (Dictionary.com, 2021).

A mindful reframe of just one word from resolution to intention opens the gateway to the beginning of a successful outcome.

It might seem to be a matter of semantics, but the difference between resolutions and intentions runs deeper than what might be apparent on the surface. Resolutions tend to be clearly defined, measurable, and specific. They view things as ‘this’ or ‘that’, often quietly judging behaviors to be either ‘good’ or ‘bad’.Intentions, on the other hand, are soft, qualitative, and compassionate. While they might include some degree of specificity, they are often difficult to measure is based on experience as it unfolds. Intentions embody a quality – and as we know, qualities are felt in the body before they are known in the mind. (Sanger).

When I was asked on New Year’s Eve about a resolution perhaps my mind was tired of the judgment of, ‘ do or do not, there is no try.’(Yoda, 1980). I am realizing with my clients in early 2021, that they are already stretching themselves and trying so hard just to live and find some joy in this new pandemic world, that stringent regulations of our own personal expectations on ourselves are not a true reality we can achieve for 2021. “Perhaps, it never truly was,” is what the insidious voice of the mind that wants to keep on talking, slithers in and whispers to you. When a resolution is not achieved, when failure comes, and we fall off the proverbial wagon. Alternately, when we lose our dream due to our own choices, the ever-ready and long-formulated, often played the story in our mind about being a failure, never making it, loops itself around our heart in a belief we will never achieve our aim. Maybe next year? Maybe never? As that snake of a thought slides around your wish and strangles your belief in yourself like the deadly python it is.

However, the intention is another word entirely. The intention has a purpose and the power of movement and action.

Intention comes from the Latin “intendere,” which means to lean towards, to move towards. This is the source of the energy that moves us in the desired direction. (Bloom, 2020)

In this forward movement of intention, one grows in the belief of achievement and begins to see the path of the journey of change open,

The intention has to do with a purpose, upon which one’s mind is concentrated and fixed. While desire is primarily a state of feeling, intention adds not only strength to that feeling but a commitment to take whatever action is necessary for the achievement of that desire. (Bloom, 2020)

This tool applies well with coaching when developing the ICF Coaching Competency 8-Cultivating Learning and Growth/Facilitating Client Growth. EspeciallyMarker 2, which invites the coach to partner with the client to design goals, actions, and accountability measures that integrate and expand new learning. When a client decides to set an intention for behavioral change as opposed to a resolution to, ‘do or do not,’ as coaches we can respond by facilitating growth and awareness with the client.


Power Tool: Resolution vs. Intention

A Coaching Power Tool Created by Cara Coulson
(Mindfulness/Life Coach, CANADA)

The secret to change is to focus all your energy not on fighting the old, but in building the new. Socrates

I was asked by a dear friend on New Year’s Eve 2020 what my resolutions were going forward into 2021, and I could feel that word, ‘resolution’ hit me in the solar plexus, I intuitively knew that ‘word’ did not fit where I intended to go in 2021. Perhaps after the COVID-19 experiences, we have all collectively endured globally including lockdowns, intense rules for safety including wearing masks, and not really knowing what rule was right or wrong but feeling restricted by all of them, my COVID fatigue was the reason?

Perhaps in my own mindfulness state of living that I continually practice, learn, and develop from, the idea of being resolute felt stringent and hard. Did a ‘resolution’ fit in with my ‘intention’ of who I want to be? What I do know, is when something makes me feel instinctive it is not right for me anymore-I need to act to find what is. I began to do some research and realize that for my own practice as a Mindfulness Coach, the tool of resolution vs intention deserved development and realization personally and professionally. I have clients discuss their resolution to change things in their lives and it does not ‘feel’ authentic to the coaching practice of cultivating learning or growth. What I have noticed with resolutions is that often more fear and attention is being placed on what is not wanted in one’s life than a focus on what it is that the person would like to begin to be. Other than this declaration of a wish or dare I say, dream, involving intense emotion, often a change plan is not realistic, relapse is seen as a failure, and there are no steps to define the map of where a client wants to go. What I realized on New Year’s Eve 2020, was that the formation from a wish to plan and hopeful success begins with the mindful reframing of words and thoughts. It needs to follow a realistic framework, gentle and rolling, like the journey of change itself.

The English Dictionary highlights resolution as a firm decision to do or not do something. (Dictionary.com, 2021). Whereas an intention is listed as a thing intended, an aim, a plan. (Dictionary.com, 2021).

A mindful reframe of just one word from resolution to intention opens the gateway to the beginning of a successful outcome.

It might seem to be a matter of semantics, but the difference between resolutions and intentions runs deeper than what might be apparent on the surface. Resolutions tend to be clearly defined, measurable, and specific. They view things as ‘this’ or ‘that’, often quietly judging behaviors to be either ‘good’ or ‘bad’.Intentions, on the other hand, are soft, qualitative, and compassionate. While they might include some degree of specificity, they are often difficult to measure is based on experience as it unfolds. Intentions embody a quality – and as we know, qualities are felt in the body before they are known in the mind. (Sanger).

When I was asked on New Year’s Eve about a resolution perhaps my mind was tired of the judgment of, ‘ do or do not, there is no try.’(Yoda, 1980). I am realizing with my clients in early 2021, that they are already stretching themselves and trying so hard just to live and find some joy in this new pandemic world, that stringent regulations of our own personal expectations on ourselves are not a true reality we can achieve for 2021. “Perhaps, it never truly was,” is what the insidious voice of the mind that wants to keep on talking, slithers in and whispers to you. When a resolution is not achieved, when failure comes, and we fall off the proverbial wagon. Alternately, when we lose our dream due to our own choices, the ever-ready and long-formulated, often played the story in our mind about being a failure, never making it, loops itself around our heart in a belief we will never achieve our aim. Maybe next year? Maybe never? As that snake of a thought slides around your wish and strangles your belief in yourself like the deadly python it is.

However, the intention is another word entirely. The intention has a purpose and the power of movement and action.

Intention comes from the Latin “intendere,” which means to lean towards, to move towards. This is the source of the energy that moves us in the desired direction. (Bloom, 2020)

In this forward movement of intention, one grows in the belief of achievement and begins to see the path of the journey of change open,

The intention has to do with a purpose, upon which one’s mind is concentrated and fixed. While desire is primarily a state of feeling, intention adds not only strength to that feeling but a commitment to take whatever action is necessary for the achievement of that desire. (Bloom, 2020)

This tool applies well with coaching when developing the ICF Coaching Competency 8-Cultivating Learning and Growth/Facilitating Client Growth. EspeciallyMarker 2, which invites the coach to partner with the client to design goals, actions, and accountability measures that integrate and expand new learning. When a client decides to set an intention for behavioral change as opposed to a resolution to, ‘do or do not,’ as coaches we can respond by facilitating growth and awareness with the client.


Power Tool: Resolution vs. Intention

A Coaching Power Tool Created by Cara Coulson
(Mindfulness/Life Coach, CANADA)

The secret to change is to focus all your energy not on fighting the old, but in building the new. Socrates

I was asked by a dear friend on New Year’s Eve 2020 what my resolutions were going forward into 2021, and I could feel that word, ‘resolution’ hit me in the solar plexus, I intuitively knew that ‘word’ did not fit where I intended to go in 2021. Perhaps after the COVID-19 experiences, we have all collectively endured globally including lockdowns, intense rules for safety including wearing masks, and not really knowing what rule was right or wrong but feeling restricted by all of them, my COVID fatigue was the reason?

Perhaps in my own mindfulness state of living that I continually practice, learn, and develop from, the idea of being resolute felt stringent and hard. Did a ‘resolution’ fit in with my ‘intention’ of who I want to be? What I do know, is when something makes me feel instinctive it is not right for me anymore-I need to act to find what is. I began to do some research and realize that for my own practice as a Mindfulness Coach, the tool of resolution vs intention deserved development and realization personally and professionally. I have clients discuss their resolution to change things in their lives and it does not ‘feel’ authentic to the coaching practice of cultivating learning or growth. What I have noticed with resolutions is that often more fear and attention is being placed on what is not wanted in one’s life than a focus on what it is that the person would like to begin to be. Other than this declaration of a wish or dare I say, dream, involving intense emotion, often a change plan is not realistic, relapse is seen as a failure, and there are no steps to define the map of where a client wants to go. What I realized on New Year’s Eve 2020, was that the formation from a wish to plan and hopeful success begins with the mindful reframing of words and thoughts. It needs to follow a realistic framework, gentle and rolling, like the journey of change itself.

The English Dictionary highlights resolution as a firm decision to do or not do something. (Dictionary.com, 2021). Whereas an intention is listed as a thing intended, an aim, a plan. (Dictionary.com, 2021).

A mindful reframe of just one word from resolution to intention opens the gateway to the beginning of a successful outcome.

It might seem to be a matter of semantics, but the difference between resolutions and intentions runs deeper than what might be apparent on the surface. Resolutions tend to be clearly defined, measurable, and specific. They view things as ‘this’ or ‘that’, often quietly judging behaviors to be either ‘good’ or ‘bad’.Intentions, on the other hand, are soft, qualitative, and compassionate. While they might include some degree of specificity, they are often difficult to measure is based on experience as it unfolds. Intentions embody a quality – and as we know, qualities are felt in the body before they are known in the mind. (Sanger).

When I was asked on New Year’s Eve about a resolution perhaps my mind was tired of the judgment of, ‘ do or do not, there is no try.’(Yoda, 1980). I am realizing with my clients in early 2021, that they are already stretching themselves and trying so hard just to live and find some joy in this new pandemic world, that stringent regulations of our own personal expectations on ourselves are not a true reality we can achieve for 2021. “Perhaps, it never truly was,” is what the insidious voice of the mind that wants to keep on talking, slithers in and whispers to you. When a resolution is not achieved, when failure comes, and we fall off the proverbial wagon. Alternately, when we lose our dream due to our own choices, the ever-ready and long-formulated, often played the story in our mind about being a failure, never making it, loops itself around our heart in a belief we will never achieve our aim. Maybe next year? Maybe never? As that snake of a thought slides around your wish and strangles your belief in yourself like the deadly python it is.

However, the intention is another word entirely. The intention has a purpose and the power of movement and action.

Intention comes from the Latin “intendere,” which means to lean towards, to move towards. This is the source of the energy that moves us in the desired direction. (Bloom, 2020)

In this forward movement of intention, one grows in the belief of achievement and begins to see the path of the journey of change open,

The intention has to do with a purpose, upon which one’s mind is concentrated and fixed. While desire is primarily a state of feeling, intention adds not only strength to that feeling but a commitment to take whatever action is necessary for the achievement of that desire. (Bloom, 2020)

This tool applies well with coaching when developing the ICF Coaching Competency 8-Cultivating Learning and Growth/Facilitating Client Growth. EspeciallyMarker 2, which invites the coach to partner with the client to design goals, actions, and accountability measures that integrate and expand new learning. When a client decides to set an intention for behavioral change as opposed to a resolution to, ‘do or do not,’ as coaches we can respond by facilitating growth and awareness with the client.


Power Tool: Resolution vs. Intention

A Coaching Power Tool Created by Cara Coulson
(Mindfulness/Life Coach, CANADA)

The secret to change is to focus all your energy not on fighting the old, but in building the new. Socrates

I was asked by a dear friend on New Year’s Eve 2020 what my resolutions were going forward into 2021, and I could feel that word, ‘resolution’ hit me in the solar plexus, I intuitively knew that ‘word’ did not fit where I intended to go in 2021. Perhaps after the COVID-19 experiences, we have all collectively endured globally including lockdowns, intense rules for safety including wearing masks, and not really knowing what rule was right or wrong but feeling restricted by all of them, my COVID fatigue was the reason?

Perhaps in my own mindfulness state of living that I continually practice, learn, and develop from, the idea of being resolute felt stringent and hard. Did a ‘resolution’ fit in with my ‘intention’ of who I want to be? What I do know, is when something makes me feel instinctive it is not right for me anymore-I need to act to find what is. I began to do some research and realize that for my own practice as a Mindfulness Coach, the tool of resolution vs intention deserved development and realization personally and professionally. I have clients discuss their resolution to change things in their lives and it does not ‘feel’ authentic to the coaching practice of cultivating learning or growth. What I have noticed with resolutions is that often more fear and attention is being placed on what is not wanted in one’s life than a focus on what it is that the person would like to begin to be. Other than this declaration of a wish or dare I say, dream, involving intense emotion, often a change plan is not realistic, relapse is seen as a failure, and there are no steps to define the map of where a client wants to go. What I realized on New Year’s Eve 2020, was that the formation from a wish to plan and hopeful success begins with the mindful reframing of words and thoughts. It needs to follow a realistic framework, gentle and rolling, like the journey of change itself.

The English Dictionary highlights resolution as a firm decision to do or not do something. (Dictionary.com, 2021). Whereas an intention is listed as a thing intended, an aim, a plan. (Dictionary.com, 2021).

A mindful reframe of just one word from resolution to intention opens the gateway to the beginning of a successful outcome.

It might seem to be a matter of semantics, but the difference between resolutions and intentions runs deeper than what might be apparent on the surface. Resolutions tend to be clearly defined, measurable, and specific. They view things as ‘this’ or ‘that’, often quietly judging behaviors to be either ‘good’ or ‘bad’.Intentions, on the other hand, are soft, qualitative, and compassionate. While they might include some degree of specificity, they are often difficult to measure is based on experience as it unfolds. Intentions embody a quality – and as we know, qualities are felt in the body before they are known in the mind. (Sanger).

When I was asked on New Year’s Eve about a resolution perhaps my mind was tired of the judgment of, ‘ do or do not, there is no try.’(Yoda, 1980). I am realizing with my clients in early 2021, that they are already stretching themselves and trying so hard just to live and find some joy in this new pandemic world, that stringent regulations of our own personal expectations on ourselves are not a true reality we can achieve for 2021. “Perhaps, it never truly was,” is what the insidious voice of the mind that wants to keep on talking, slithers in and whispers to you. When a resolution is not achieved, when failure comes, and we fall off the proverbial wagon. Alternately, when we lose our dream due to our own choices, the ever-ready and long-formulated, often played the story in our mind about being a failure, never making it, loops itself around our heart in a belief we will never achieve our aim. Maybe next year? Maybe never? As that snake of a thought slides around your wish and strangles your belief in yourself like the deadly python it is.

However, the intention is another word entirely. The intention has a purpose and the power of movement and action.

Intention comes from the Latin “intendere,” which means to lean towards, to move towards. This is the source of the energy that moves us in the desired direction. (Bloom, 2020)

In this forward movement of intention, one grows in the belief of achievement and begins to see the path of the journey of change open,

The intention has to do with a purpose, upon which one’s mind is concentrated and fixed. While desire is primarily a state of feeling, intention adds not only strength to that feeling but a commitment to take whatever action is necessary for the achievement of that desire. (Bloom, 2020)

This tool applies well with coaching when developing the ICF Coaching Competency 8-Cultivating Learning and Growth/Facilitating Client Growth. EspeciallyMarker 2, which invites the coach to partner with the client to design goals, actions, and accountability measures that integrate and expand new learning. When a client decides to set an intention for behavioral change as opposed to a resolution to, ‘do or do not,’ as coaches we can respond by facilitating growth and awareness with the client.


Assista o vídeo: TAK vs SRAK - SYLWESTER (Outubro 2021).